Mary Wortley Montagu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mary Wortley Montagu
Nascimento 26 de maio de 1689
Nottingham
Morte 21 de agosto de 1762 (73 anos)
Nottingham
Cidadania Reino da Inglaterra, Reino da Grã-Bretanha
Progenitores Mãe:Mary Feilding
Pai:Evelyn Pierrepont, 1.° Duque de Kingston-upon-Hull
Cônjuge Edward Wortley Montagu
Filho(s) Mary Stuart
Ocupação explorador, poetisa, escritora, dramaturga, editor
Título Lady
Causa da morte câncer

Mary Wortley Montagu (26 de maio de 1689Nottingham, 21 de agosto de 1762) foi uma aristocrata, escritora, poeta e feminista inglêsa.

Montagu é mais lembrada pelas cartas, particularmente as Cartas da Turquia, as quais foram descritas, por Billie Melman, como "o primeiro exemplo de um trabalho secular escrito por uma mulher sobre o Oriente Muçulmano". Além dos seus escritos, ela também foi conhecida por apresentar e defender a inoculação de varíola na grã-bretanha depois de voltar da Turquia. Seus trabalhos relatam e desafiam atitudes sociais contemporâneas contra as mulheres e que dificultem seu crescimento intelectual e social. Ela observou uma espécie de vacina primitiva contra a varíola e isso contribuiu com as experimentações que levaram a descoberta de que as doenças são causadas por germes.

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mary Wortley Montagu
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.