Mascote (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Mascote
Bandeira de Mascote
Brasão de Mascote
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 19 de julho de 1962
Gentílico mascotense
Prefeito(a) Arnaldo Lopes Costa
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Mascote
Localização de Mascote na Bahia
Mascote está localizado em: Brasil
Mascote
Localização de Mascote no Brasil
15° 33' 46" S 39° 18' 10" O15° 33' 46" S 39° 18' 10" O
Unidade federativa Bahia
Mesorregião Sul Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Ilhéus-Itabuna IBGE/2008 [1]
Distância até a capital 544 km
Características geográficas
Área 709,253 km² [2]
População 14 640 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 20,64 hab./km²
Altitude 43 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,581 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 46 948,862 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 835,59 IBGE/2008[5]

Mascote é um município brasileiro do estado da Bahia. Às margens do rio Pardo se originou o povoado, mais tarde denominado Novo Horizonte. Tornou-se distrito em 1923, porém suprimido em 1930, e anexado, em 1933 ao distrito de Boa Vista do Jacarandá, sob a jurisdição de Canavieiras. Retornou à condição de sede distrital, em 1938, com o topônimo alterado para Mascote. Município criado com território desmembrado de Canavieiras, por Lei Estadual de 19 de julho de 1962, o município foi emancipado por Vitório Nunes de Almeida que também foi seu primeiro prefeito, com a denominação de Mascote. A sede, formada inicialmente distrito em 1923, suprimido em 1930 e retomado em 1938, foi elevada à categoria de cidade quando da criação do município. Localiza-se a uma latitude 15º33'47" sul e a uma longitude 39º18'09" oeste, estando a uma altitude de 43 metros. Sua população estimada em 2017 era de 14 728 habitantes. Possui uma área de 711,762 km². Sua economia gira em torno da agropecuária, com produção de cacau e de gado bovino, principalmente. A produção pesqueira, obtida em seu principal curso d'água - o rio Pardo - atende ao consumo local, com fornecimento de parte menor disso a municípios da região, como Camacan.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 16 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.