Massacre de Santa Clara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Massacre de Santa Clara
Evento Copa América Centenário (4as de Final)
Data 18 de junho de 2016 (3 anos)
Local Levi's Stadium, Santa Clara, Califórnia
Árbitro BrasilBRA Héber Roberto Lopes
Público 70,547

O Massacre de Santa Clara foi como a imprensa mexicana chamou a partida de futebol em que a Seleção Mexicana foi derrotada por 7–0 pela Seleção Chilena, nas quartas-de-final da Copa América Centenário. A partida foi disputada na cidade de Santa Clara, na Califórnia-EUA, no estádio Levi's Stadium, no dia 18 de junho de 2016.[1][2] O México estava há 364 dias sem derrotas. Neste período, eles haviam disputado 22 partidas.[3]

Este resultado entrou para a história do futebol por conta dos seguintes fatos:

Ficha Técnica da Partida[editar | editar código-fonte]

18 de junho México Flag of Mexico.svg 0 – 7 Flag of Chile.svg Chile Levi's Stadium, Santa Clara
22:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Puch Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16', Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Vargas Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44', Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52', Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57', Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Sánchez Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Público: 70 547
Árbitro: BrasilBRA Héber Roberto Lopes
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
México
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Chile
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
G 13 Guillermo Ochoa
LD 22 Paul Aguilar
Z 2 Néstor Araujo
Z 15 Héctor Moreno
LE 7 Miguel Layún Penalizado com cartão amarelo após 64 minutos 64'
M 20 Jesús Dueñas Substituído após 46 minutos de jogo 46'
M 16 Héctor Herrera
M 18 Andrés Guardado Capitão Penalizado com cartão amarelo após 59 minutos 59'
A 8 Hirving Lozano Substituído após 46 minutos de jogo 46'
A 10 Jesús Manuel Corona Substituído após 61 minutos de jogo 61'
A 14 Javier Hernández
Substituições:
A 9 Raúl Jiménez Entrou em campo após 46 minutos 46'
M 21 Carlos Peña Entrou em campo após 46 minutos 46'
Z 5 Diego Reyes Entrou em campo após 61 minutos 61'
Treinador:
Colômbia Juan Carlos Osorio
MEX-CHI 2016-06-18.svg
G 1 Claudio Bravo Capitão
LD 6 José Pedro Fuenzalida
Z 17 Gary Medel Substituído após 60 minutos de jogo 60'
Z 18 Gonzalo Jara
LE 15 Jean Beausejour Substituído após 73 minutos de jogo 73'
M 20 Charles Aránguiz
M 8 Arturo Vidal Penalizado com cartão amarelo após 39 minutos 39'
M 21 Marcelo Díaz Substituído após 57 minutos de jogo 57'
A 22 Edson Puch
A 7 Alexis Sánchez
A 11 Eduardo Vargas
Substituições:
M 5 Francisco Silva Entrou em campo após 57 minutos 57'
Z 3 Enzo Roco Entrou em campo após 60 minutos 60'
A 14 Mark González Entrou em campo após 73 minutos 73'
Treinador:
Espanha Juan Antonio Pizzi

Homem do Jogo:[7]
Chile Eduardo Vargas

Bandeirinhas:[8]
Brasil Kléber Lúcio Gil
Brasil Bruno Boschilia
Quarto Árbitro:[8]
Venezuela José Argote
Quinto Árbitro:[8]
Venezuela Luis Sánchez

Reações Pós-Jogo[editar | editar código-fonte]

Após o jogo, o capitão da Seleção Mexicana, Andrés Guardado, deu a seguinte declaração[9]:

Não há muito o que dizer. A única coisa que passa pela cabeça é pedir desculpas para todas as pessoas, todo o país. Porque não jogamos sempre assim. Não tenho mais nada a dizer, não passa nada pela cabeça. É uma derrota muito dolorosa, e temos que seguir em frente e tirar isso da nossa lembrança o mais rápido possível. Estou sem palavras.

Chicharito Hernández foi no mesmo tom, pedindo desculpas ao povo, e dizendo: "Estamos envergonhados". Já o técnico. Juan Carlos Osorio, visivelmente abatido, assumiu a responsabilidade e disse que errou em tudo.[10]

Com relação a imprensa Mexicana, ela não perdoou ninguém da equipe, e sobrou até para a Federação Mexicana de Futebol[11].

Referências

  1. sportv.globo.com/ Narrador mexicano pede "piedade" a chilenos em histórico 7 a 0. Ouça
  2. theguardian.com/ Mexico 0 x 7 Chile - As it happened
  3. mercurynews.com/ Eduardo Vargas’ four goals lead Chile past Mexico 7-0
  4. a b omundoeumabola.blogfolha.uol.com.br/ Vexame do México, o maior da Copa América em quatro décadas, fica fora do top 10
  5. terra.com.br/ Vargas faz 4, Chile aplica maior goleada de sua história e elimina o México
  6. istoe.com.br/ Com 4 gols de Vargas, Chile humilha México por 7 a 0 e vai à semi da Copa América
  7. «Match 28 : Mexico vs Chile». Copa América Centenário. 18 de junho de 2016. Consultado em 18 de junho de 2016. Arquivado do original em 16 de junho de 2016 
  8. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome arbitros
  9. globoesporte.globo.com/ Emocionado, Guardado pede desculpa após vexame do México contra o Chile
  10. globoesporte.globo.com/ Chicharito pede desculpas após goleada: "Estamos envergonhados"
  11. globoesporte.globo.com/ Jornal mexicano detona seleção nacional após goleada para o Chile: "Tridículo"