Massacre indígena de 1622

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Massacre indígena de 1622
O massacre sendo representado numa xilogravura de Matthäus Merian (1628).
Local colónia da Virgínia
Data 22 de março de 1622
Tipo de ataque massacre
Alvo(s) colonos ingleses
Mortes 347
Responsável(is) powhatans

O massacre indígena de 1622, conhecido popularmente como massacre de Jamestown, ocorreu na colónia inglesa da Virgínia (no atual Estados Unidos), a 22 de março de 1622. Embora John Smith não estivesse na Virgínia desde 1609 e não tenha sido uma testemunha ocular, descreveu na sua obra: História da Virgínia que os povos powhatans "vieram desarmados até às nossas casas com veados, perus, peixes, frutas e outros mantimentos para vender-nos".[1] Os powhatans apanharam todas as ferramentas e armas disponíveis e mataram todos os colonos ingleses que encontraram, incluindo homens, mulheres e crianças de todas as idades. O chefe Opechancanough conduziu a Confederação Powhatan numa série coordenada de ataques-surpresa onde mataram trezentas e quarenta e sete pessoas, um quarto da população da colónia da Virgínia.

Jamestown, fundada em 1607, foi o local do primeiro assentamento inglês bem-sucedido da América do Norte e era a capital da colónia da Virgínia. A sua economia baseada no tabaco levou à constante expansão e apreensão das ilhas dos powhatans, o que acabou provocando uma reação violenta.[2]

Referências

  1. Mooney, James (janeiro–março de 1907). «The Powhatan Confederacy, Past and Present». American Anthropologist (em inglês). 9 (1): 129–52. 
  2. Wood, Betty (1997). Origins of American Slavery (em inglês). "Em 1620, os colonos estavam simplesmente tomando as terras necessárias para expandir a sua economia baseada no tabaco sem nem mesmo o pretexto de negociação ou pagamento. As invasões crescentes nas terras nativas americanas, e particularmente nos campos de caça, foram responsáveis pela deterioração das relações entre os ingleses e as populações indígenas da região de Chesapeake, que finalmente explodiram em 1622.". Nova Iorque: Hill and Wang. p. 72. ISBN 978-0809016082 


Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.