Massami Uyeda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Massami Uyeda
Ministro do Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Mandato 14 de junho de 2006
até 23 de novembro de 2012
Nomeação por Luiz Inácio Lula da Silva
Antecessor(a) Sálvio de Figueiredo Teixeira
Sucessor(a) Paulo Dias de Moura Ribeiro
Dados pessoais
Nascimento 28 de novembro de 1942 (75 anos)
Lins, São Paulo
Alma mater Universidade de São Paulo

Massami Uyeda (Lins, 28 de novembro de 1942) é um jurista brasileiro. Foi ministro do Superior Tribunal de Justiça de junho de 2006 até novembro de 2012, oriundo da carreira da magistratura de São Paulo.[1] [2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Massami Uyeda formou-se em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo em 1966. Pela mesma instituição, concluiu o mestrado em 1988 e o doutorado em 1994.[1]

Atuou como advogado de 1967 até 1970, quando se tornou promotor de justiça do Ministério Público de São Paulo.[1]

Em 1978, ingressou na carreira da magistratura como juiz de direito. Foi juiz dos extintos 1º Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, de 1995 a 2002, e Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo, de 2002 a 2004, quando foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo.[1]

Em 2006, foi nomeado ministro do Superior Tribunal de Justiça pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após indicação em lista tríplice pelos membros da corte superior, para vaga destinada a membro de tribunal estadual, e tomou posse no dia 14 de junho. Aposentou-se em 23 de novembro de 2012.[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Da Competência em Matéria Administrativa. Editora Ícone. São Paulo, 1997.
  • Da Desistência da Desapropriação. Editora Juruá. Curitiba, 1999.

Referências

  1. a b c d e «Ministro Massami Uyeda». Superior Tribunal de Justiça. Consultado em 25 de julho de 2014 
  2. «Linha sucessória dos ministros do STJ». Superior Tribunal de Justiça. Consultado em 25 de julho de 2014