Matias Patrício de Macêdo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde outubro de 2013)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Matias Patrício de Macêdo
Arcebispo da Igreja Católica

Título

Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Natal
Hierarquia
Papa Francisco
Arcebispo metropolita Jaime Vieira Rocha
Atividade Eclesiástica
Predecessor Heitor de Araújo Sales
Sucessor Jaime Vieira Rocha
Mandato 26 de novembro de 2003
até 21 de dezembro de 2011
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 14 de julho de 1963
Ordenação episcopal 21 de outubro de 1990
Lema episcopal UT VITAM HABEANT
Todos tenham vida
Nomeado arcebispo 26 de novembro de 2003
Brasão arquiepiscopal
Brasão de Dom Matias.jpg
Dados pessoais
Nascimento BrasilSantana do Matos
14 de abril de 1936 (81 anos)
Funções exercidas Bispo de Campina Grande (2001-2003)
Bispo coadjutor de Campina Grande (2000-2001)
Bispo de Cajazeiras (1990-2000)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Matias Patrício de Macêdo (Santana do Matos, 14 de abril de 1936) é Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Natal. Foi bispo titular de Cajazeiras (PB) e bispo coadjutor e posteriormente titular de Campina Grande (PB).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ainda criança mudou-se para com sua família para a cidade de Angicos-RN onde o vigário era Dom Manuel Tavares, seu primeiro educador na fé da Igreja.

Presbiterato[editar | editar código-fonte]

Foi ordenado sacerdote pela Imposição das mãos de Dom Eugênio De Araújo Sales no dia 21 de julho de 1963 na Catedral de Natal.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Foi escolhido para Diocese de Cajazeiras, na Paraíba, no dia 12 de julho de 1990, sendo ordenado por Dom Alair Vilar em Nova Cruz-RN.

Ordenações Episcopais[editar | editar código-fonte]

Dom Matias foi o principal sagrante de:

Foi o principal consagrante de:

Precedido por
Dom Zacarias Rolim de Moura
Brasão episcopal.
Bispo de Cajazeiras

1990 - 2000
Sucedido por
Dom José Gonzalez Alonso
Precedido por
Dom Luís Gonzaga Fernandes
Brasão episcopal.
Bispo de Campina Grande

2001 - 2003
Sucedido por
Dom Jaime Vieira Rocha
Precedido por
Dom Heitor de Araújo Sales
Brasão episcopal.
Arcebispo de Natal

2003 - 2011
Sucedido por
Dom Jaime Vieira Rocha