Matou a Família e Foi ao Cinema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura a versão de 1991, veja Matou a Família e Foi ao Cinema (1991).

Matou a família e foi ao cinema
 Brasil
1969 •  p&b •  78 min 
Direção Júlio Bressane
Roteiro Júlio Bressane
Elenco Márcia Rodrigues
Renata Sorrah
Vanda Lacerda
Rodolfo Arena
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Matou a família e foi ao cinema é um filme brasileiro de 1969, do gênero drama, dirigido por Júlio Bressane. Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O filme tem vários episódios correlatos em que os personagens procuram a morte como o ápice para as suas paixões.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

A fita foi realizada em 16 mm e depois ampliada para 35 mm. É considerada um marco do cinema underground nacional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. André Dib (27 de novembro de 2015). «Abraccine organiza ranking dos 100 melhores filmes brasileiros». Abraccine. abraccine.org. Consultado em 26 de outubro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.