Mattos Nascimento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mattos Nascimento
Informação geral
Nome completo Matusael do Nascimento
Nascimento 2 de junho de 1954 (66 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Música gospel
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1991 - atualmente
Gravadora(s) Rosa de Saron (1991-1993)
Nancel Produções (1994-1995)
MK Music (1996)
Gravadora Ôh Glória (1996, 2002)
Warner Music Brasil (1997)
Louvor Eterno (1998)
Graça e Paz (1998)
Sony Music Brasil (1999)
BlindorGospel (2000)
Line Records (2002)
Franc Records (2003)
Top Gospel (2003)
Art Gospel (2013 - atualmente)
Página oficial Mattosnascimento.com.br

Mattos Nascimento, nome artístico de Matusael do Nascimento (Rio de Janeiro, 2 de junho de 1954), é um músico, cantor e compositor brasileiro. Na década de 1980, participou como instrumentista "freelancer" de algumas bandas. Depois de retornar à igreja, tem se dedicado exclusivamente à carreira solo, gravando mais de 75 álbuns. O cantor foi o pioneiro de sua família no mundo da música cristã. O cantor já fez parte da Som Livre[1] fez parte da gravadora Louvor Eterno, e atualmente administra seu próprio selo, a Gravadora Mattos Nascimento Discos. com o suporte da Baby Planet Digital no serviço de plataformas.

Nas eleições de 2018, Mattos Nascimento foi candidato a senador pelo estado do Rio de Janeiro pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB). No pleito, Mattos obteve 173.968 votos (1,25% do total de votos válidos), não se elegendo ao cargo disputado.[2]

Discografia Oficial[editar | editar código-fonte]

Participações em outros projetos[editar | editar código-fonte]

Como artista convidado:

Como instrumentista:

Referências

  1. «Som Livre». Gospel+. Consultado em 1 de abril de 2012 
  2. «Senado Rio de Janeiro: Flávio Bolsonaro (PSL) e Arolde de Oliveira (PSD) são eleitos». Gazeta do Povo. 7 de outubro de 2018. Consultado em 7 de dezembro de 2018 
  3. Azevedo, Roberto (28 de fevereiro de 2011). «CD Vencedor (Raiz Coral) - Análise». Super Gospel. Consultado em 6 de janeiro de 2020 
  4. Supergospel. «Lenilton regrava sucessos que fez pro Novo Som ao lado de grandes nomes do Gospel nacional». Supergospel. Consultado em 15 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.