Maulvi Tamizuddin Khan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
M.T. Khan
মৌলভি তমিজউদ্দিন খান
M.T. Khan
Presidente da Assembleia Nacional do Paquistão
Período 11 de junho de 1962
a 19 de agosto 1963
Deputado Mohammad Afzal Cheema
Antecessor(a) Abdul Wahab Khan
Sucessor(a) Fazlul Qadir Chaudhry
Presidente da Assembleia Constituinte do Paquistão
Período 11 de setembro de 1948
a 12 de agosto de 1955
Deputado M. H. Gazder
Antecessor(a) Mohammad Ali Jinnah
Sucessor(a) Abdul Wahab Khan
Dados pessoais
Nome completo Maulvi Tamizuddin Khan
Nascimento março de 1889
Faridpur, Bengala
Índia britânica
Morte 19 de agosto de 1963 (74 anos)
Daca, Paquistão Oriental
Nacionalidade indiano
Alma mater
Filhos Razia Khan
Partido
Profissão Político
linkWP:PPO#Índia

Maulvi Tamizuddin Khan (em língua bengali: মৌলভি তমিজউদ্দিন খান; março de 188919 de agosto de 1963)[1] foi o presidente da Assembleia Constituinte do Paquistão de 1948 a 1954 e da Assembleia Nacional do Paquistão entre 1962 e 1963.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Khan completou seu mestrado em língua inglês em 1913 e de direito em 1915, começando sua profissão legal em Faridpur.[3] Foi eleito vice-presidente do município. Em 1926, ele foi eleito para a Assembleia Legislativa Faridpur, Bengala. Ele se juntou ao Congresso Nacional Indiano. Mais tarde, se tornou secretário da Anjuman-i-Islamia[nota 1] e posteriormente se juntou à Liga Muçulmana.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ele foi demitido da Assembleia Constituinte pelo governador-geral Ghulam Mohammad em 1954. Khan contestou a decisão no tribunal e o caso foi arquivado na manhã de 7 de novembro de 1954, pelo advogado Manzar-e-Alam.[5] Embora o Tribunal Superior concordou e derrubou, o Tribunal Federal sob Muhammad Munir confirmou a demissão. Ele tinha sido presidente do Comité de Princípios Básicos criado em 1949.

"Alvin Robert Cornelius foi o único juiz dissidente no julgamento histórico proferido pelo Supremo Tribunal no caso Maulvi Tamizuddin. Esse julgamento alterou o curso da política no Paquistão para sempre e selou o destino da democracia. A lei o guiou como o interpretou e a consciência dele.".[6]

A decisão de manter a demissão da Assembleia Constituinte foi marcar o início do papel manifesto do estabelecimento militar e civil na política paquistanesa.[7]

Referências

  1. Council, West Bengal (Índia) Legislatura Legislativa (1963). Council Debates: Official Report (em bengalês). [S.l.]: West Bengal Government Press 
  2. «SPEAKERS». Findpk.com. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  3. a b Islam, Sirajul (2012). «Khan, Tamizuddin». In: Ahsan, Manzur. Banglapedia: National Encyclopedia of Bangladesh. [S.l.]: Asiatic Society of Bangladesh 
  4. «Government Boys High School HIMAYAT-UL-ISLAM». Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  5. The Test of Time: My Life and Days by Maulvi Tamizuddin Khan, Chapter Six[ligação inativa]
  6. Kureishi, Omar. «Archived copy». Dawn. Consultado em 15 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 5 de setembro de 2008 
  7. «Parlamientary History». Na.gov.pk. Consultado em 23 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 5 julho de 2008 

Notas

  1. A Associação a Serviço do Islã é uma organização criada em 24 de setembro de 1884 com objetivo de elevar a educação dos muçulmanos do subcontinente indiano.[4]