Maurício Manieri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maurício Manieri
Mauricio manieri.JPG
Informação geral
Nome completo Maurício Manieri
Nascimento 10 de setembro de 1970 (46 anos)
Origem São Bernardo do Campo (SP)
País  Brasil
Gênero(s) pop
soul
Gravadora(s) Sony Music (1998 - 2001) / Abril Music (2002 - 2003) / Sony Music (2004 - 2008) / Radar Records (2009 - atualmente)

Maurício Manieri (São Bernardo do Campo, 10 de setembro de 1970[1]) é um cantor, compositor, pianista clássico, arranjador e produtor musical brasileiro que mescla elementos de música pop, MPB e soul.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Descendente de italianos, é oriundo de uma típica família operária dos anos 70. Começou seus estudos de música e do piano clássico aos seis anos de idade quando ganhou de presente dos pais um tradicional piano Bechstein.

Considerado prodígio pelos professores que o escutaram, Manieri começou a ler partituras quase ao mesmo tempo que aprendia a ler. Pisou ao palco pela primeira vez aos oito anos de idade e o talento não passou despercebido pela plateia que lotava o pequeno auditório da Biblioteca Municipal do Ipiranga.

Na adolescência ganhou concursos de piano clássico, mas mesmo assim enveredou também pela mundo da música pop, quando formou ao lado de seu irmão Marcelo a banda de garagem Delta T. Na mesma época, decidiu largar o curso de Engenharia Química e um emprego de pesquisador em uma multinacional para trabalhar exclusivamente com música.

Abre no fim dos anos oitenta a "Escola Moderna de Música" em São Bernardo do Campo e inicia os estudos na Faculdade de Composição e Regência do Tradicional Conservatório Dramático e Musical de São Paulo.

Em 1990, grava ao lado de seu irmão Marcelo o primeiro compacto independente, com duas canções pop que seriam o embrião do trabalho que anos depois Manieri iria mostrar ao público. O inusitado descendente de italianos com voz black despertou o interesse do renomado produtor Dudu Marote (Jota Quest, Pato Fu, Skank) considerado seu mentor.

Nos anos noventa Manieri atuou no mercado publicitário gravando voz em dezenas de jingles.[2] Atuou também como tecladista de artistas internacionais e nacionais. Esteve no palco ao lado de bandas como Culture Beat, Alexia, Double You, Undercover, Nick French, Taleesa, Patrícia Marx. Nesta época atuou também e participou de bandas do cenário Hip Hop paulistano como Unidade Móvel e Thaide e Dj Hum![1]

Em 2009, participou da segunda temporada do reality "A Fazenda", na Record. Foi o sexto eliminado, com 50% do votos, após ir para para a roça com Karina Bacchi e Cacau Melo.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Maurício Manieri
  • A Noite Inteira (1998)
  • Apartamento 82 (2002)
  • Quero Ver Quem Vem (2004)
  • Agora Que Voltou (2006)
  • O Por do Sol (2009)
  • Maurício Manieri (2015)

References[editar | editar código-fonte]

  1. a b Alvaro Neder. «Maurício Manieri - biography». allmusic 
  2. «Maurício Manieri - Dados Artísticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]