Maurice Binder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maurice Binder
Nascimento 25 de agosto de 1925
Nova Iorque, Nova Iorque,
 Estados Unidos
Morte 9 de abril de 1991 (65 anos)
Londres,  Inglaterra
Ocupação Artista gráfico
Projetista de créditos

Maurice Binder (Nova Iorque, 25 de agosto de 1925Londres, 9 de abril de 1991) foi um artista gráfico e projetista de créditos, mais conhecido por trabalhar em quatorze filmes da série James Bond.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Binder nasceu em Nova Iorque no dia 25 de agosto de 1925, estudando para se tornar um artista. Depois de trabalhar nas áreas de projeto e publicidade de várias companhias, ele conseguiu tornar-se diretor de publicidade da Macy's.[1]

Por sua paixão pelo entretenimento, Binder deixou seu emprego na Macy's e foi trabalhar no cinema, primeiro na Universal Studios e depois na Columbia Pictures. Seu primeiro trabalho foi o de criar os créditos de Indiscreet, de Stanley Donen; ele rapidamente se tornou um grande colaborador de Donen. Seu trabalho em The Grass Is Greener, de 1960, chamou a atenção do produtor Albert R. Broccoli.[1]

Broccoli chamou Binder para trabalhar nos créditos do primeiro filme baseado no personagem James Bond, Dr. No.[1] Além de projetar os créditos principais do filme, ele também criou sua abertura, a sequência do cano da pistola:

Binder não trabalhou nos créditos dos dois filmes seguintes da franquia, From Russia with Love e Goldfinger, por estar ocupado em outros projetos, com as funções de projetista de créditos sendo desempenhadas por Robert Brownjohn. Depois de Brownjohn ter se desentendido com o produtor Harry Saltzman,[3] Binder foi chamado de volta em Thunderball, continuando com a série pelos vinte e quatro anos seguintes até Licence to Kill.[1]

Binder morreu no dia 9 de abril de 1991, em Londres, devido a um câncer de pulmão. Seu sucessor como projetista dos créditos de Bond foi Daniel Kleinman.[1]

Referências

  1. a b c d e «A World Of Icons - The Art Of Maurice Binder». MI6-hq.com. 15 de abril de 2008. Consultado em 30 de outubro de 2012 
  2. Pfeiffer, Lee; Lisa, Philip (1995). The Incredible World of 007: An Authorized Celebration of James Bond. [S.l.]: Boxtree. p. 200. ISBN 0806516984 
  3. King, Emily (2005). Robert Brownjohn: Sex and Typography. [S.l.]: Laurence King Publishing. p. 68-69. ISBN 1568985509 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.