Mauricio Pochettino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mauricio Pochettino
Mauricio Pochettino
Pochettino em 2016, pelo Tottenham
Informações pessoais
Nome completo Mauricio Roberto Pochettino Trossero
Data de nasc. 2 de março de 1972 (49 anos)
Local de nasc. Murphy, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,82 m
destro
Informações profissionais
Equipa atual Paris Saint-Germain
Posição Ex-zagueiro
Função Técnico
Clubes profissionais
Anos Clubes
1988–1994
1994–2001
2001–2003
2003–2004
2004
2004–2006
Newell's Old Boys
Espanyol
Paris Saint-Germain
Bordeaux
Espanyol (emp.)
Espanyol
Seleção nacional
1999–2002 Argentina
Times/Equipas que treinou
2009–2012
2013–2014
2014–2019
2021–
Espanyol
Southampton
Tottenham
Paris Saint-Germain
Última atualização: 16 de fevereiro de 2021

Mauricio Roberto Pochettino Trossero (Murphy, 2 de março de 1972) é um técnico e ex-futebolista argentino. Atualmente comanda o Paris Saint-Germain.

Como jogador, foi um grande zagueiro. Iniciou sua carreira no Newell's Old Boys e depois foi para a Espanha, onde passaria 10 anos (somando as duas passagens) no Espanyol. Pela equipe catalã, disputou 275 jogos, marcou 13 gols, venceu dois troféus da Copa do Rei e tornou-se ídolo. Ele também jogou na França por dois clubes: Paris Saint-Germain e Bordeaux.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Newell's Old Boys[editar | editar código-fonte]

Pochettino nasceu em Murphy, Santa Fé, e possui descendência italiana. Filho de um trabalhador rural, apaixonou-se pelo futebol ao assistir com seu pai, Héctor, a Copa do Mundo de 1978. Aos 14 anos, depois de ser procurado por Marcelo Bielsaem 1987, ele foi para o Newell's Old Boys e fez sua estreia no Campeonato Argentino em 1988.

Durante cinco anos no Newell's, Pochettino ganhou o Campeonato Argentino de 1990–91 e o Clausura de 1992. Nesse período, Bielsa acabou se tornando o técnico do Newell's, e seus métodos e sua filosofia de treinamento teriam um impacto significativo no jovem Pocchetino. A equipe chegou à final da Libertadores de 1992, onde, na semifinal, Pocchetino havia marcado um importante gol contra o América de Cali.

Espanyol[editar | editar código-fonte]

Aos 22 anos, Pochettino transferiu-se para o Espanyol para a temporada 1994–95, como parte da entrada de jogadores que acompanham os catalães no seu regresso à La Liga. Ele logo se firmou como titular durante seus seis anos e meio no clube, ajudando a conquista da Copa do Rei em 2000. Ficou conhecido como um zagueiro firme e durão, de poucas palavras.

PSG, Bordeaux e retorno ao Espanyol[editar | editar código-fonte]

No final de janeiro de 2001, Pochettino assinou pelo Paris Saint-Germain. Foi também titular durante a sua passagem e depois transferiu-se para o Bordeaux, da Ligue 1, para a temporada de 2003–04. No entanto, ele retornou ao Espanyol, inicialmente emprestado antes de se transferir em definitivo. Jogou por mais duas temporadas e meia antes de encerrar sua carreira aos 34 anos de idade.

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Pochettino integrou a Seleção Argentina na Copa América de 1999[1], jogou a Copa do Mundo de 2002 e ficou conhecido pelo pênalti cometido em Michael Owen, que resultaria no gol de David Beckham. A Inglaterra venceu o jogo por 1 a 0 e a Argentina viria a ser eliminada na fase de grupos.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Espanyol[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira como técnico no Espanyol, obtendo destaque no futebol espanhol e comandando os Alviazuis por quatro temporadas e meia.

Southampton[editar | editar código-fonte]

No futebol inglês, foi anunciado como novo treinador do Southampton no dia 18 de janeiro de 2013. Permaneceu no durante duas temporadas.

Tottenham[editar | editar código-fonte]

Já no dia 27 de maio de 2014, assumiu o comando do Tottenham. Encontrou o time desacreditado após a saída do craque Gareth Bale, mas elevou o patamar da equipe na Premier League a ponto de competir acirradamente com os gigantes Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City e Manchester United. Comandou o clube por seis temporadas e foi demitido no dia 19 de novembro de 2019.[2][3]

Na temporada 2018–19, levou o time até a final da Liga dos Campeões e enfrentou o Liverpool, na qual perdeu por 2 a 0 e ficou com o vice-campeonato.

Paris Saint-Germain[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2021, Pochettino foi anunciado como novo treinador do PSG.[4]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 16 de fevereiro de 2021.

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Espanyol 161 53 38 70 32,9%
Southampton 60 23 18 19 38,3%
Tottenham Hotspur 293 159 62 72 54,3%
Paris Saint-Germain 11 9 1 1 81,8%

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Newell's Old Boys
Espanyol
Paris Saint-Germain

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Paris Saint-Germain

Referências

  1. «Elenco ARG'99». Consultado em 20 de janeiro de 2017 [ligação inativa]
  2. «Mauricio Pochettino appointed new Head Coach» (em inglês). Sítio oficial Tottenham Hotspur. 27 de maio de 2014 
  3. «Tottenham anuncia demissão do técnico Maurício Pochettino: "Resultados decepcionantes"». GloboEsporte.com. 19 de novembro de 2019. Consultado em 1 de abril de 2020 
  4. «Mauricio Pochettino é anunciado como o novo técnico do PSG». ge. Consultado em 2 de janeiro de 2021