Maurine Dallas Watkins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Maurine Dallas Watkins
Nascimento 1896
Morte 1969
Jacksonville, Flórida
Nacionalidade Estados Unidos
Ocupação
  • Dramaturga
  • Jornalista

Maurine Dallas Watkins (1896 – Jacksonville, Flórida, 1969) foi uma jornalista e dramaturga estadunidense que produziu artigos, revisões, contos, peças e roteiros.[1] Nos anos 20, acompanhou a história das acusadas de assassinato Belva Gaertner e Beulah Annan para o jornal em que trabalhava, o Chicago Tribune.[2] Sua primeira peça, Chicago, foi inspirada nos eventos ocorridos com Gaertner e Annan e estreou em 1926 na Broadway.[3] Em 1927, foi adaptada para o cinema na versão muda produzida por Cecil B. DeMille. Em 1942, serviu de base para o filme Roxie Hart, estrelado por Ginger Rogers.[4] Watkins, desde 1940, se retirou da vida pública, assim permanecendo até seu falecimento.[1] Sua obra mais famosa voltou à Broadway em 1975 na forma de peça musical e em 2002, deu origem ao filme premiado com o Oscar de melhor do ano de 2002.[4]

Referências

  1. a b Zach 2003, p. 100.
  2. Inverne 2009, p. 64.
  3. Scottoline 2013, p. 421.
  4. a b Hischak 2019, p. 271.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hischak, Thomas S. (2019). 1927: A Day-by-Day Chronicle of the Jazz Age's Greatest Year. Lanham, Boudler, Nova Iorque e Londres: Rowman & Littlefield 
  • Inverne, James. The Faber Pocket Guide to Musicals. Londres: Faber & Faber 
  • Scottoline, Lisa; Penzler, Otto (2013). The Best American Mystery Stories. Boston, Nova Iorque: Houghton Mifflin Harcourt 
  • Zach, Karen Bezzani (2003). Crawfordsville, Athens of Indiana. Charleston: Arcadia