Mauro Diniz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mauro Diniz
Informação geral
Nascimento 1952
Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ
Brasil
Nacionalidade brasileira
Gênero(s) pagode
samba
Ocupação(ões) músico
Gravadora(s) RGE
Tropical
Velas
Universal
Afiliação(ões) Monarco
Zeca Pagodinho
Luiz Carlos da Vila
Arlindo Cruz
Alcione

Mauro Diniz (Rio de Janeiro, 1952) é um arranjador, compositor, músico, cantor e compositor brasileiro, cujo estilo incorpora o samba e pagode.[1]

Em 2008, Mauro foi o vencedor do Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas da Fundição Progresso, com a canção "Volante e Cachaça não Combinam".[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no bairro de Oswaldo Cruz, um dos mais tradicionais bairros do samba carioca, ainda criança Mauro Diniz passou a seguir os passos do pai, impressionando a todos com seu talento no cavaquinho. Aos oito anos de idade, escrevendo paródias das letras de seu pai, o consagrado Monarco, ganhou um violão de presente de sua mãe, Thereza, uma das "pastoras" da Velha Guarda da Portela. Mauro passou então a se envolver com os trabalhos da Velha Guarda.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Raça Brasileira (1985)[3]
  • Cantar a Paz (1987)
  • Simplesmente Mauro Diniz (1990)[1]
  • Um Samba de Natal (2000)
  • Apoteose ao Samba (2003)

Referências

  1. a b «Mauro Diniz». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira 
  2. fundicaoprogresso.com.br/ Concurso de Marchinhas
  3. Bin, Marcos Paulo (25 de novembro de 2004). «Som Livre apresenta os partideiros do século 21». Universo Musical 
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.