Max Gehringer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Max Gehringer
25 de outubro de 2012
Nome completo Max Gehringer
Nascimento 1949
Jundiaí, SP, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Empresário, escritor e comentarista

Max Gehringer (Jundiaí, 1949) é administrador de empresas e escritor, autor de diversos livros sobre carreiras e gestão empresarial.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tornou-se conhecido por suas colunas em várias revistas, na rádio CBN[1] e no programa Fantástico, da TV Globo .

Começou sua carreira como office-boy na antiga fábrica da Cica, em Jundiaí. Graduou-se em Administração de Empresas. Foi escolhido como um dos 30 Executivos Mais Cobiçados do Mercado em pesquisa do jornal Gazeta Mercantil, em janeiro de 1999. Foi um dos cinco finalistas do prêmio Top of Mind em 2005 e 2006 na categoria Palestrante.

Em 1999, no auge de uma carreira bem-sucedida que o levou à direção de grandes empresas como Pepsi, Elma Chips e Pullman, Max Gehringer decidiu dedicar seu tempo a escrever e a fazer palestras pelo Brasil. Foi colunista das revistas Você S/A, Exame e VIP, todas publicadas pela Editora Abril. Hoje[quando?] escreve para as revistas Época e Época Negócios, ambas da Editora Globo.

No ano de 2007 a Editora Globo lançou o livro O Melhor de Max Gehringer na CBN — Vol. 1 — Col. Vida Executiva.

Além de ser um dos grandes especialistas da economia brasileira, ao lado de nomes relevantes como Guido Mantega e Antônio Palocci, o grande Max Gehringer tem se dedicado a analisar o cotidiano e a vida em sociedade.

Em sua mais nova teoria ele trata da complexidade dos relacionamentos, trazendo uma analogia com uma partida de futebol, chamada de “1x0 fora de casa”. Em sua definição, o economista fã do piloto alemão Kimi Raikkonen, explica que nem sempre marcar ponto na balada é algo positivo. Vamos ao exemplo: Se o time A vai jogar fora de seu estádio, se expõe e consegue sair com a vitória por 1x0. No jogo de volta, já sossegado com o resultado previamente conquistado, o time A cai do salto e perde em seus domínios para o time B pelo placar de 2x0. Resultando assim em sua eliminação.

Trazendo esse exemplo para o âmbito real, e o empirismo de balada, podemos confirmar que em certas situações, o 0x0 pode ser mais válido do que propriamente um triunfo fora de casa. De que vale, destruir um futuro promissor com um parceiro em potencial para simplesmente pontuar na noite, independente da qualidade deste “gol”?

Assim consiste essa brilhante e inovadora teoria do grande economista e pós doutor em cotidiano e sociedade Max Gehringer.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Comédia Corporativa
  • Não Aborde seu Chefe no Banheiro[2]
  • Relações Desumanas no Trabalho
  • Big Max: Vocabulário Corporativo
  • As Máximas e Mínimas da Comédia Corporativa
  • Arregace as Mangas: Liberte Seu Espírito Empreendedor
  • Emprego de A a Z
  • Teoria do um a zero fora de casa
  • Clássicos do Mundo Corporativo
  • Teoria do doze por um
  • Coleção Lições para o Sucesso
  • Megabytes de Paixão
  • Superdicas para impulsionar sua carreira

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.