Maximiliano Ezequiel dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Max Pardalzinho
Informações pessoais
Nome completo Maximiliano Ezequiel dos Santos
Data de nasc. 14 de maio de 1987 (31 anos)
Local de nasc. Morrinhos (GO), Brasil Brasil
Altura 1,69 m
Canhoto
Apelido Pardalzinho
Informações profissionais
Clube atual Olímpia Futebol Clube
Posição Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009-2010
2010
2011
2011
2012
2013
2014
2014
2015
2016
2017
2018
Brasil Morrinhos
Brasil Vila Nova
Brasil Palmeiras
Brasil Goiás (emp.)
Brasil Guarani (emp.)
Brasil Boavista
Brasil Luziânia
Brasil Caxias
Brasil Sampaio Corrêa - RJ
Brasil América - GO
BrasilOlímpia
BrasilOlímpia

0027 0000(7)
0007 0000(4)
0011 0000(3)
0014 0000(7)
0009 0000(3)
0008 0000(6)
0003 0000(3)
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0018 0000(4)
0014 0000(6)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 05 de março de 2018.

Maximiliano Ezequiel dos Santos, mais conhecido como Max Pardalzinho (Morrinhos, 14 de Maio de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como atacante.

Já atuou pelo Palmeiras, onde foi indicado pelo então técnico palmeirense Felipão, bem como foi vice campeão paulista pelo Guarani em 2012.

Atualmente, defende o Olímpia Futebol Clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nos anos de 2009 e 2010, defendeu o clube de sua cidade natal no campeonato goiano, o Morrinhos-GO. Mesmo jogando futebol, tinha de trabalhar em uma metalúrgica, pois não recebia grandes salários. Com boa atuação no Morrinhos-GO, foi contratado pelo Vila Nova-GO, clube da capital, e, a partir dai, dedicou-se apenas ao esporte.

Foi considerado um "reserva de luxo" no Campeonato Brasileiro de Futebol - Série B, pois, sempre que necessário, entrava e fazia gols importantes, como por exemplo, o gol que evitou o rebaixamento do Vila Nova para a Série C.

Em 2011, foi contratado pelo Palmeiras, porém devido a falta de oportunidades, em Julho se transferiu por empréstimo para o Goiás Esporte Clube.

Em dezembro de 2011, acertou por empréstimo com o Guarani, onde jogou em 2012 e foi vice campeão paulista, sendo derrotado na final para o Santos.

Em 2013, fechou com o Boavista. Após jogar apenas 3 jogos na Série C, foi dispensado devido as péssimas atuações.

Atualmente, defende o Olímpia, clube que disputa o Paulistão - Série A3.


Premiações Individuais[editar | editar código-fonte]


Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.