Maximus - Controle Remoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Maximus foi o quarto veículo de controle remoto fabricado pela Estrela. Foi lançado em setembro de 1986, pouco antes do dia das crianças daquele ano, e teve sua produção até 1990 nesta primeira versão.

O veículo é de projeto original japonês da Yonezawa e com nomes de Land Dash e Wavehunter nas cores prata e vermelho e lançado em 1984, e usava além da bateria de 7,2 volts, mais 4 pilhas AA no veículo e 6 pilhas AA no controle, no ano seguinte foi lançado na europa pela Monogram com o nome Lightning usando as mesmas cores da Yonezawa, e a curiosidade é que pela Monogram, o veículo vinha na caixa desmontado, fazendo com que o comprador montasse totalmente o veículo antes de brincar, existiu também a versão na cor amarela ou preta chamada de Thunder pela Monogram e usava uma carroceria diferenciada do modelo tradicional.

No Brasil a Estrela lançou 2 miniaturas na escala 1/32 de fricção chamadas Meteoro e Missil, e ambas eram idênticas ao Maximus ou Lightning e Thunder respectivamente.

1ª Geração Maximus (1986–1990)[editar | editar código-fonte]

O carro tinha um estilo off road que lembrava um buggy, e tinha 2 opções de cores, vermelha que usava o número 01 e prata que usava o número 03, e usava 2 frequências distintas para que pudesse brincar com ambos sem interferências, sendo que o veículo vermelho usava 49.860MHz (banda 9 marrom) e o prata usava 49.830 MHz (banda 7 azul).

O veículo de tração traseira, usava na suspenção traseira uma mola central, e na dianteira, molas helicoidais independentes, usava 2 tipos de pneus de borracha, na dianteira do tipo slick e na traseira pneus mais largos e com relevos para melhor aderência à terrenos acidentados e arenosos, chegou ao mercado como sendo um dos mais velozes da categoria, chegando a atingir até 25 km/h.

Assim como os demais veículos da marca na época, Pégasus e Colossus, o Maximus possuía um controle remoto com alcance de até 30 metros à céu aberto.

Seu funcionamento era por meio de uma bateria recarregável de 7,2 volts no veículo e 6 pilhas AA no controle.

O Maximus, assim como foi feito com o Pegasus e Colossus, teve seu projeto elaborado pela Estrela com parceria das marcas Marlboro, Champion, Lubrax e Maggion, que, em troca, ganhou o direito de explorar sua marca na cartela de adesivos que eram colados nos carrinhos. Parcerias foram necessárias para evitar problemas de fluxo de caixa como ocorreu com o Stratus, em que a Estrela foi obrigada a pagar uma verdadeira fortuna em royalties para comercializar o brinquedo.

2ª Geração Maximus SE (1990–1996)[editar | editar código-fonte]

De 1990 até 1996 foi lançado o Maximus SE, que tinha como principal atrativo, além da nova carroceria, a sigla SE que significava Special Energy, e transmitia a idéia de mais bateria para brincar com o veículo, e era vendido nas cores vermelha que usava o número 05 e preta que usava o 02. Além da bateria diferenciada, o veículo tinha uma carroceria diferenciada da primeira geração, com a cabine mais próxima das rodas dianteiras, e aerofólio maior e mais alto.

3ª Geração Maximus 2000 (1999–2009)[editar | editar código-fonte]

Em 1999 foi relançado com o nome de Power Speed Maximus 2000, na escala 1/10, com uma carroceria diferenciada das 2 anteriores, um pouco maior e nas cores vermelho com adesivos vermelho com amarelo e prata com adesivos azul com prata, também conhecido por Fórmula Maximus e descontinuado em 2009.

Usava eixo de molas na suspenção traseira e molas independentes na dianteira.

Assim como nos demais modelos, o Maximus 2000 usava 2 frequências distintas para que pudesse brincar com ambos sem interferências, sendo que o veículo vermelho usava 49 MHz e o prata usava 27 MHz.

Em 2008 a Estrela fez algumas modificações como cores metálicas, mas mantendo as mesmas cores, vermelho e prata, os adesivos foram mantidos, porém a embalagem mudou totalmente, contando com o nome Fórmula Maximus, e o veículo teve o adesivo do aerofólio alterado, porém era o mesmo modelo de carrinho lançado em 2005.

Dois fatos curiosos acontecerem no período de vendas do maximus 2000, A Estrela lançou na mesma época, um outro veículo de controle remoto com nome de Pegasus, porém, este não tinha nada a ver com o Pegasus que foi vendido na década de 1980, este novo veículo tinha o formato muito parecido com o Maximus 2000, off road tipo buggy, e ambos duelavam o gosto do cliente nas prateleiras das lojas, deixou de ser importado e vendido em 2010. Esta versão só existia na opção preta, com adesivos em vermelho, azul e branco, possuía controle do tipo gatilho, que fazia a função frente, parar e ré, nesta última função, quando acionada, esterçava o veículo somente para esquerda. O segundo fato, é que na embalagem deste veículo, vinha a descrição radiocontrolado Pegasus, e na foto da embalagem o veículo possuía adesivo com a grafia Pegasus correta, porém o adesivo no próprio carrinho tinha a descrição Pegassus, com 2 letras S, um erro que passou despercebido pela Estrela, e que provavelmente foi produzido na China com tradução errada, local onde eram fabricados os veículos, e importados pela marca Estrela para o mercado nacional.

4ª Geração Maximus Supremus New Generation (2009-2011)[editar | editar código-fonte]

Maximus Supremus New Generation, possuia a mesma carroceria do Maximus lançado em 2005, e também dispunha das cores prata e vermelho com detalhes amarelo limão na suspenção, rodas, banco e adesivos tribais laterais, atingia a velocidade máxima de 17,5 km/h, e contava com suspenção com amortecedor nas 4 rodas. Os carrinhos de ambas as cores, usavam a numeração 23.

5ª Geração Maximus Supremus (2016–atual)[editar | editar código-fonte]

Em 2016 foi lançado o Maximus Supremus, que foi exposto na feira Brasileira de brinquedos, ocorrida em abril de 2016, o veículo possui a mesma carroceria do Maximus lançado em 2005. Será lançado especialmente para o Dia das Crianças deste ano.