Maxximum (Bezerra da Silva)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maxximum
Coletânea musical de Bezerra da Silva
Lançamento 2005
Gênero(s) Partido-alto
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Sony BMG
Cronologia de Bezerra da Silva
O Samba Malandro de Bezerra da Silva
2005
---

Maxximum é uma coletânea musical do cantor brasileiro Bezerra da Silva.[1] Foi lançado em 2005 pela Sony BMG para a série de compilações Maxximum.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Bicho Feroz"   3:50
2. "Malandragem Dá Um Tempo"   3:53
3. "Malandro Rife"   3:21
4. "Sequestraram Minha Sogra"   4:31
5. "Não É Conselho"   3:44
6. "Fui Obrigado a Chorar"   3:50
7. "É Esse Aí Que É o Homem"   3:39
8. "Legítima Defesa"   3:15
9. "O Rei da Cocada Preta"   3:27
10. "Saudação as Favelas"   3:24
11. "Candidato Caô Caô"   2:57
12. "Aos Donos da Nação"   4:17
13. "S.O.S Baixada"   2:57
14. "Se Não Fosse a Ajuda da Rapaziada"   2:56
15. "Overdose de Cocada"   4:48
16. "Cachorrinho de Polícia"   3:42
17. "Meu Pai É General de Umbanda"   3:19
18. "Violência Gera Violência"   4:10

Referências

  1. «Maxximum (Bezerra da Silva)». Napster. Consultado em 24 de fevereiro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.