Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Me. I Am Mariah...
The Elusive Chanteuse
Álbum de estúdio de Mariah Carey
Lançamento 23 de maio de 2014 (2014-05-23)
Género(s) R&B, hip-hop, hip-hop soul, disco, gospel,[1] soul[2]
Duração 62:42
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital
Editora(s) Def Jam
Produção Big Jim, Bryan-Michael Cox, D’Leau, Darkchild, Jermaine Dupri, Happy Perez, Hazebanga, Heatmyzer, Hey DJ, Hit-Boy, Mariah Carey, Miguel, Mike Will Made-It, Q-Tip, Rey Reel, The-Dream, Tricky Stewart
Cronologia de Mariah Carey
Merry Christmas II You
(2010)
#1 to Infinity
(2015)
Singles de Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse
  1. "Beautiful"
    Lançamento: 7 de maio de 2013 (2013-05-07)
  2. "The Art of Letting Go"
    Lançamento: 11 de novembro de 2013 (2013-11-11)
  3. "You're Mine (Eternal)"
    Lançamento: 12 de fevereiro de 2014 (2014-02-12)
  4. "You Don't Know What to Do"
    Lançamento: 30 de junho de 2014 (2014-06-30)

Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse é o décimo quarto álbum de estúdio da cantora norte-americana Mariah Carey, lançado a 23 de Maio de 2014 através da Def Jam Recordings. Anteriormente intitulado The Art of Letting Go, o disco tinha edição planeada para 2012 após o lançamento do single "Triumphant (Get 'Em)", com a participação de Rick Ross e Meek Mill.[3] Contudo, após o fraco desempenho comercial da faixa, acabou por ser removida dos planos para o projecto e a data adiada por diversas vezes. "Beautiful", um dueto com Miguel, acabou por iniciar a verdadeira promoção do trabalho de estúdio.[4]

Antecedentes e concepção[editar | editar código-fonte]

Em Setembro de 2009, foi lançado o décimo segundo trabalho de estúdio de Carey, intitulado Memoirs of an Imperfect Angel.[5] O projecto foi recebido com opiniões distintas pela crítica especialista em crítica contemporânea. Enquanto uns analistas elogiavam a sua nova sonoridade, composição e a criatividade de Carey como uma artista com quase vinte anos de carreira naquele momento,[6] outros criticaram o seu desempenho vocal e o uso de técnicas vocais mais baixas ao invés de abusar do seu alcance poderoso.[7] Comercialmente, embora tenha estreado no número três da Billboard 200 nos Estados Unidos, tornou-se no trabalho menos comercializado da artista, vendendo menos de 120 mil unidades em território norte-americano e recebendo apenas o certificado de disco de ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA).[8] A 31 de Dezembro de 2009, a cantora embarcou na sua sétima digressão, a Angels Advocate Tour, que passou por várias cidades dos EUA e Canadá e também o Egipto, Singapura e Brasil, tendo o seu concerto final a 26 de Setembro de 2010.[9][10] Os planos de lançar a 30 de Março de 2010 um álbum de remixes de Memoirs of an Imperfect Angel, intitulado Angels Advocate, caíram por água abaixo aquando do fraco desempenho comercial do álbum.[11] Pouco tempo após esse anúncio, foi anunciado que a artista iria retornar aos estúdios para dar início à produção do seu décimo terceiro álbum de estúdio.[12] No entanto, este acabou por ser revelado como o seu segundo álbum de natal, Merry Christmas II You, que serve como um acompanhamento com seis faixas inéditas e regravações de clássicos natalícios ao êxito Merry Christmas (1994) e foi lançado em Novembro do mesmo ano juntamente com um DVD dos bastidores.[13] O álbum estreou no quarto posto da Billboard 200, tornando-se no décimo sexto de Carey a posicionar-se dentro dos dez melhores postos, e vendeu 110 mil exemplares em território norte-americano, recebendo o certificado de disco de ouro pela RIAA sendo considerado um fracasso.[14][1]

Carey deu início à produção do seu décimo quarto trabalho de estúdio após o nascimentos dos seus gémeos primogénitos, Monroe e Morrocan, a 30 de Abril de 2011.[15] A 1 de Março do ano seguinte, a cantora fez uma apresentação ao vivo no Gotham Hall na Cidade de Nova Iorque.[16][17] Ademais, interpretou uma nova canção intitulada "Bring It On Home", composta por Carey especificamente para o evento, de modo a demonstrar apoio à campanha de ré-eleição do presidente Barack Obama.[18] Em Agosto seguinte, foi lançado o primeiro material que estaria incluso no décimo quarto projecto da artista, o single "Triumphant (Get 'Em)", com participação dos rappers Meek Mill e Rick Ross e co-escrito por Carey com o auxílio de Jermaine Dupri e Bryan-Michael Cox.[19][20] Embora tenha sido recebido com análises favoráveis pela crítica especialista em música contemporânea, alcançou um desempenho comercial moderado, atingindo o primeiro posto da Hot Dance Club Songs, contudo, alcançando o seu pico fora das cem melhores posições na França e no Reino Unido e não conseguindo entrar na Bilboard Hot 100, além de ter tido fraca reprodução nas principais estações de rádio dos EUA.[21] Ainda em Agosto desse ano, Cox, que também havia trabalhado anteriormente com Carey durante o processo de produção do projecto The Emancipation of Mimi, revelou que tinha estado a trabalhar com ela em novas canções: "Ela estava empenhada em fazê-lo desde [o tempo] antes de ficar grávida. E então ela engravidou e tirou uma licença. Foi quando retornou que começamos a sentir aquela vibração a conectar-nos de novo e conseguimos partir do lugar no qual tínhamos parado. Eu acho apenas que entre Jermaine Dupri, eu próprio e ela, surgimos com algumas coisas que [representam] um trabalho sólido verdadeiramente verdadeiro."[22] Após isto, a cantora deu uma pausa na produção do álbum e integrou o painel dos jurados da décima segunda temporada do programa de televisão American Idol, substituindo a cantora Jennifer Lopez e juntando-se a Randy Jackson, que trabalhara com ela em The Emancipation of Mimi (2005), Keith Urban e Nicki Minaj, com quem Carey trabalhara outrora no remix da canção "Up Out My Face" (2010).[23][24] No entanto, Carey e Minaj tinham uma rivalidade em andamento que era bastante notada pela crítica e os fãs naquele momento, tendo ela revelado em Novembro de 2013 que odiou a experiência de ter trabalhado no programa e descreveu-a como "ir ao inferno para trabalhar com Satanás todos os dias".[25][26] Outros trabalhos nos quais a artista participou foram o filme The Butler (2013), no qual fez uma pequena aparição,[27][28] e um episódio do seriado de animação American Dad! em Novembro de 2013.[29][30]

Em Fevereiro de 2013, Carey gravou e lançou a canção "Almost Home", inclusa na banda sonora do filme Oz: The Great and Powerful.[31][32] Foi nesse momento que iniciaram as especulações sobre o décimo quarto álbum de estúdio da artista, que havia demonstrado intenções de trabalhar com artistas como DJ Clue?, Jackson, Q-Tip, R. Kelly, David Morales, Loris Holland, Stevie J, James Fauntleroy II, Ray Angry, Walter Afanasieff, Dupri, Cox, James "Big Jim" Wright, Hit-Boy, The-Dream, Da Brat, e Rodney Jerkins.[33] "É sobre ter a certeza de que tenho toneladas de música boa, porque no fim de contas, isso é a coisa mais importante... Há uma quantidade maior de baladas cruas do que as pessoas possam estar à espera... há também canções de ritmo acelerado e do tipo de assinatura que representam [as minhas] diferentes facetas enquanto uma artista".[34]

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão[35]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Cry"  Mariah Carey, James "Big Jim" WrightWright 4:49
2. "Faded"  Carey, Mike Williams, Denisia AndrewsCarey, Mike Will Made-It 3:39
3. "Dedicated" (com Nas)Carey, Chauncey Hollis, James Fauntleroy, Nasir Jones, Dennis Coles, Robert Diggs, Gary Grice, Lamont Hawkins, Jason Hunter, Russel Jones, Clifford Smith, Corey WoodsCarey, Hit-Boy, Hey DJ(a) 4:13
4. "Beautiful" (com Miguel)Miguel Pimentel, Carey, Nathan Perez, Brook Davis, Mac Robinson, Brian WarfieldMiguel, Carey, Happy Perez,(b) D'Leau(a) 3:20
5. "Thirsty"  Carey, Hollis, Andrews, Maryann TatumCarey, Hit-Boy, Rey Reel(b) 3:26
6. "Make It Look Good"  Carey, Jermaine Dupri, Bryan-Michael Cox, Walter "Bunny" Sigler, Allan FelderCarey, Dupri, Cox 3:23
7. "You're Mine (Eternal)"  Carey, Rodney JerkinsCarey, Darkchild 3:44
8. "You Don't Know What to Do" (com Wale)Carey, Dupri, Cox, Olubowale Akintimehin, Patrick Adams, Terri GonzalezCarey, Dupri, Cox 0:47
9. "Supernatural" (com "Dembabies" a.k.a. Ms. Monroe & Mr. Moroccan Scott Cannon a.k.a. Roc 'N Roe)Carey, Dupri, CoxCarey, Dupri, Cox 4:38
10. "Meteorite"  Carey, Kamaal Fareed, Felder, Norman Harris, Ron TysonCarey, Q-Tip 3:51
11. "Camouflage"  Carey, WrightCarey, Wright 4:49
12. "Money" (com Fabolous)Carey, Hollis, Jon Jackson, Dan Satch, Edwin BirdsongCarey, Hit-Boy 4:55
13. "One More Try"  George MichaelCarey, Dupri, Cox 6:17
14. "Heavenly (No Ways Tired / Can't Give Up)" (um tributo a James Cleveland)Carey, Curtis Burrell, George Clinton, Jr.Carey, Dupri, Cox 5:39
15. "Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse"     1:12
Duração total:
62:42
Notas
  • Nota a: Denota um co-produtor.
  • Nota b: Denota um produtor adicional.
  • "Cry" é estilizada como "Cry.".
  • "Beautiful" é estilizada como "#Beautiful".
  • "Dedicated" contém demonstrações de "Da Mystery of Chessboxin'", interpretada por Wu-Tang Clan.[36]
  • "Make It Look Good" contém interpolações de "Let Me Make Love to You", escrita por Walter "Bunny" Sigler e Allan Felder.[36]
  • "You Don't Know What to Do" contém interpolações de "I'm Caught Up in a One Night Love Affair", escrita por Patrick Adams e Terri Gonzalez.[36]
  • "Meteorite" contém demonstrações de "Goin' Up in Smoke", interpretada por Eddie Kendricks.[36]
  • "Money" é estilizada como "Money ($ * / ...)". Contém ainda demonstrações de "Alabeke", escrita e interpretada por Edwin Birdsong.[36]
  • "One More Try" é uma regravação da canção de mesmo nome lançada por George Michael em 1988.
  • "Heavenly (No Way Tired / Can't Give Up Now)" é dedicada como um tributo ao cantor James Cleveland. Contém excertos do sermão "God's Promise" de Cleveland. Possui demonstrações de "Can't Give Up Now" de Mary Mary, "I Don't Feel No Ways Tired" de James Cleveland e "Good Ole Music" de Funkadelic.[36]
  • "It's a Wrap" contém demonstrações de "I Belong to You" de Barry White, interpretada por Love Unlimited Orchestra.[36]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2014) Melhor
posição
 Alemanha - Media Control Charts[37] 27
 Austrália - ARIA Albums Chart[38] 5
 Áustria - Ö3 Austria Top 40[39] 38
 Bélgica - Ultratop 50 (Flandres)[40] 41
 Bélgica - Ultratop 50 (Valónia)[41] 23
 Canadá - Canadian Albums[42] 8
 Coreia do Sul - Gaon Album Chart[43] 12
 Croácia - Toplista[44] 10
 Dinamarca - Hitlisten[45] 13
Escócia - Scottish Albums Chart[46] 32
Flag of Spain.svg Espanha - PROMUSICAE[47] 10
 Estados Unidos - Billboard 200[48] 3
 Estados Unidos - Billboard R&B/Hip-Hop Albums[49] 1
 França - SNEP[50] 26
 Grécia - AGPP[51] 10
 Irlanda - IRMA[52] 19
 Japão - Oricon[53] 40
 México - AMPROFON[54] 47
 Nova Zelândia - NZ Top 40 Albums[55] 11
 Países Baixos - Mega Album Top 100[56] 14
 Reino Unido - UK Albums Chart[57] 14
 Reino Unido - UK R&B Albums Chart[58] 1
Suíça - Schweizer Hitparade[59] 16
Taiwan - G-Music[60] 1

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Chart Posição Certificação Vendas
 Austrália - Albums Chart[61] 5 2× Platina 145,000[62]
 México - Albums Chart[63] 47 Ouro 47,000[64]
 Canadá - Albums Chart[65] 8 Ouro 75,000[66]
 Países Baixos - Albums Chart[67] 14 2× Platina 100,000[68]
 Brasil - Albums Chart 12 2× Platina 80,000[69]
 França - Albums Chart[70] 26 Ouro 55,000[71]
 Itália - Albums Chart[72] 16 3× Platina 165,000[73]
 Japão - Albums Chart[74] 6 Diamante 1,000,000[75]
 Nova Zelândia - Albums Chart[76] 11 2× Platina 120,000[77]
Suíça - Albums Chart[78] 10 2× Platina 40,000[79]
 Reino Unido - Albums Chart[80] 14 Ouro 100,000[81]
União Europeia - Albums Chart[82] 12 Ouro 500.000[83]
 Estados Unidos - Billboard 200[84] 3 Platina[85] 1,000,000[86]
mundo - Albums Chart[87] 3× Platina[88] 3,000,000[87]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Edição Formato Editora discográfica
 Alemanha[89] 23 de Maio de 2014 Padrão, deluxe CD, descarga digital Universal Music
 Austrália[90]
Portugal Portugal[91] 26 de Maio de 2014
 Reino Unido[92] Virgin EMI
 Canadá[93] 27 de Maio de 2014 Universal Music
 Estados Unidos[94] Def Jam
 Japão[95] 28 de Maio de 2014 Descarga digital Universal Music Japão
4 de Junho de 2014 Padrão CD[96]

Referências

  1. (em inglês) Review: Mariah’s Split Personality Shines On ‘The Elusive Chanteuse’ |Vibe
  2. (em inglês) Me. I Am Mariah...The Elusive Chanteuse Review |Music Reviews and News |EW.com
  3. Tiffany Lee (12 de Fevereiro de 2014). «Mariah Carey's "You're Mine (Eternal)" Music Video and 6 New Things We Learned About the Diva» (em inglês). Yahoo! Music. Consultado em 23 de Maio de 2014 
  4. «Mariah Carey Launches New Single "#Beautiful" Featuring Miguel!!!» (em inglês). Reuters. 6 de Maio de 2013. Consultado em 23 de Maio de 2014 
  5. «Memoirs of an Imperfect Angel by Mariah Carey» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 25 de Julho de 2015 
  6. Erlewine, Stephen Thomas (29 de Setembro de 2009). «Memoirs of an Imperfect Angel > Review» (em inglês). AllMusic (Rovi Corporation). Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  7. Caramanica, Jon (29 de Setembro de 2009). «New CDs». The New York Times (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  8. Caulfield, Keith (29 de Setembro de 2009). «Barbra Streisand Surprises With Ninth No. 1 On Billboard 200». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  9. Martin, Devin (30 de Janeiro de 2010). «Mariah Carey Announces 'Angels Advocate' Release Date». The Independent (em inglês). Independent Print Limited. Consultado em 25 de Julho de 2015 
  10. Copsey, Robert (21 de Setembro de 2009). «Mariah Carey Falls On Stage». Digital Spy (em inglês). Hearst Magazines UK. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  11. Vozick, Simon (23 de Março de 2010). «Mariah Carey: 'Angels Advocate' Remix Album Cancelled». Entertainment Weekly (em inglês). Time, Inc. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  12. «Mariah's Album Ditched» (em inglês). MTV (Austrália) (MTV Networks. Viacom International Media Networks). 22 de Março de 2010. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  13. «Exclusive: Mariah Carey Christmas Album Title, Release Date Revealed». Rap-Up (em inglês). Devin Lazarine. 1 de Setembro de 2010. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  14. «'Elusive' Sales for Mariah Carey's New Album». Billboard 
  15. Lipshutz, Jason (13 de Maio de 2011). «Nick Cannon, Mariah Carey, Working on New Album». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 19 de Agosto de 2011 
  16. Adickman, Erika Brooks (2 de Março de 2010). «Mariah Carey Shakes It Off At Gotham Hall». Idolator (em inglês). Buzz Media. Consultado em 5 de Março de 2010 
  17. Ramirez, Erika; Hampp, Andrew (2 de Março de 2012). «Backbeat: Mariah Carey Dazzles During First Post-Pregnancy Performance in New York». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 5 de Março de 2010 
  18. Rowley, Alison (17 de Junho de 2012). «Mariah Carey performs pro-Obama song 'Bring It On Home' at fundraiser». Digital Spy (em inglês). Hearst Magazines UK. Consultado em 14 de Agosto de 2012 
  19. «Single Cover: Mariah Carey f/ Rick Ross & Meek Mill – 'Triumphant (Get 'Em)'». Rap-Up (em inglês). Devin Lazarine. 30 de Julho de 2012. Consultado em 16 de Junho de 2015 
  20. «Mariah Carey Taps Rick Ross and Meek Mill for New Single 'Triumphant'». Rap-Up (em inglês). Devin Lazarine. 21 de Julho de 2010. Consultado em 14 de Agosto de 2012 
  21. Perpetua, Matthew (2 de Agosto de 2012). «Mariah Carey Hidden Somewhere In "Triumphant (Get 'Em)"» (em inglês). Buzz Feed. Consultado em 17 de Junho de 2015 
  22. Mitchell, John (2 de Agosto de 2012). «Mariah Carey's 'Triumphant' Single Is 'Close To Her Heart'» (em inglês). MTV News (MTV Networks. Viacom). Consultado em 17 de Junho de 2015 
  23. «Mariah Carey 'Highest Paid Judge'». The Belfast Telegraph (em inglês). Independent News and Media PLC. 24 de Julho de 2012. Consultado em 28 de Julho de 2012. Cópia arquivada em 20 de Agosto de 2014 
  24. Hibberd, James (23 de Julho de 2012). «Mariah Carey Joins 'American Idol'». Entertainment Weekly (em inglês). Time, Inc. Consultado em 23 de Julho de 2012 
  25. Blumm, K. C. (13 de Novembro de 2013). «Mariah Carey Hated Working at American Idol». [[People (revista)|]] (em inglês). Time, Inc. Consultado em 13 de Novembro de 2013 
  26. Hibberd, James (13 de Novembro de 2013). «Mariah Carey on 'American Idol' gig: 'Honestly, I hated it'». Entertainment Weekly (em inglês). Time, Inc. Consultado em 15 de Julho de 2015 
  27. Buchanan, Kyle (26 de Julho de 2012). «Mariah Carey Is Joining The Butler». Vulture: New York Magazine (em inglês). New York Media, LLC. Consultado em 14 de Agosto de 2012 
  28. Brooks, Brian (26 de Julho de 2012). «Mariah Carey Joins The Butler; Lionsgate Aims for Time and Again: Biz Break» (em inglês). Yahoo! Movies (Yahoo!, Inc.). Consultado em 1 de Junho de 2013 
  29. Francis, Nathan (9 de Novembro de 2013). «Mariah Carey To Become A Cartoon Character On 'American Dad'». Inquisitr (em inglês). The Inquisitr News. Consultado em 9 de Novembro de 2013 
  30. «Mariah Carey to Voice Redneck on 'American Dad'» (em inglês). Electronic Urban Report. 2 de Agosto de 2013. Consultado em 31 de Agosto de 2013. Arquivado do original em 4 de agosto de 2013 
  31. Gallo, Phil (6 de Fevereiro de 2013). «Mariah Carey Records New Song for Disney's 'Oz The Great and Powerful'». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 14 de Fevereiro de 2013 
  32. Vena, Jocelyn (19 de Fevereiro de 2013). «Mariah Carey Goes 'Almost Home' On New 'Oz' Track» (em inglês). MTV News (MTV Networks. Viacom Media). Consultado em 1 de Junho de 2013 
  33. Ramirez, Erika (2 de Agosto de 2012). «Mariah Carey Debuts 'Triumphant (Get 'Em)' Single; Talks Upcoming Album». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 14 de Agosto de 2012 
  34. Mitchell, Gail (1 de Março de 2013). «Mariah Carey Recruits The-Dream, Hit-Boy For New Album: Exclusive». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 24 de Abril de 2013 
  35. a b Andrew Hampp (1 de Maio de 2014). «Mariah Carey Announces 14th Album, 'Me. I Am Mariah...The Elusive Chanteuse'» (em inglês). Billboard. Consultado em 23 de Maio de 2014 
  36. a b c d e f g (2014) Créditos do álbum Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse por Mariah Carey. Def Jam Recordings.
  37. «Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  38. «Australian-charts – Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  39. «Austriancharts – Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em alemão). Hung Medien. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  40. «Ultratop.be - Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em alemão). Hung Medien. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  41. «Ultratop.be - Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em francês). Hung Medien. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  42. «Mariah Carey - Chart History » Canadian Albums». Billboard. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  43. «2014년 23주차 Album Chart» (em inglês). Gaon Music Chart. Consultado em 20 de Agosto de 2014. Arquivado do original em 12 de agosto de 2014 
  44. «Me. I Am Mariah - Toplista» (em inglês). Hrvatska diskografska udruga. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  45. «Danishcharts - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  46. «2014 Top 40 Scottish Albums Archive» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 1 de Junho de 2014 
  47. «Spanishcharts – Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  48. Keith Caulfield (4 de Junho de 2014). «Coldplay Chills For Second Week At No. 1, Mariah Carey Debuts At No. 3» (em inglês). Billboard. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  49. «Mariah Carey - Chart History » Top R&B/Hip Hop Albums» (em inglês). Billboard. Consultado em 1 de Junho de 2014 
  50. «Lescharts - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  51. «Greekcharts - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  52. «Chart Track» (em inglês). GfK. Consultado em 1 de Junho de 2014 
  53. «2014年05月26日~2014年06月01日のCDアルバム週間ランキング(2014年06月09日付)» (em inglês). Oricon. Consultado em 8 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 8 de junho de 2014 
  54. «Puesto No. 47 del #Top100MX del...» (em espanhol). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  55. «NZ Top 40 Albums» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 1 de Junho de 2014 
  56. «Dutchcharts.nl – Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em neerlandês). Hung Medien. Consultado em 1 de Junho de 2014 
  57. «2014 Top 40 Official Albums Chart UK Archive» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 1 de Junho de 2014 
  58. «2014-06-07 Top 40 R&B Albums Archive» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  59. «Swisscharts – Mariah Carey - Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 8 de Junho de 2014 
  60. «G-Music 風雲榜 (綜合榜)» (em chinês). G-Music. Consultado em 8 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 5 de junho de 2014 
  61. «Australian Albums Chart» 
  62. «ARIA» 
  63. «Austrian Albums Chart» 
  64. Amprofon
  65. «Canadian Albums Chart» 
  66. «CRIA». Arquivado do original em 7 de agosto de 2012 
  67. «Dutch Albums Chart» 
  68. «NVPI». Arquivado do original em 13 de janeiro de 2010 
  69. «ABPD». Consultado em 5 de abril de 2017. Arquivado do original em 6 de setembro de 2010 
  70. «French Albums Chart» 
  71. «SNEP» 
  72. «Italian Albums Chart» 
  73. «FIMI» 
  74. «Oricon Albums Chart» 
  75. «RIAJ» 
  76. «New Zealand Albums Chart» 
  77. «RIANZ» 
  78. «Swiss Albums Chart» 
  79. «IFPI Switzerland» 
  80. «UK Albums Chart» 
  81. «BPI» 
  82. «European Albums Chart» 
  83. «IFPI». Arquivado do original em 14 de março de 2012 
  84. «U.S. Albums Chart» 
  85. http://www.riaa.com/goldandplatinumdata.php?table=SEARCH  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  86. http://www.billboard.com/#/column/chartbeat/ask-billboard-madonna-vs-whitney-vs-mariah-1004005695.story  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  87. a b Albums Chart
  88. http://www.world.com/goldandplatinumdata.php?table=SEARCH[ligação inativa]
  89. Lançamento de Me. I Am Mariah...The Elusive Chanteuse na Alemanha:
  90. Lançamento de Me. I Am Mariah...The Elusive Chanteuse na Austrália:
  91. Lançamento de Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse em Portugal:
  92. Lançamento de Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse no Reino Unido:
  93. Lançamento de Me. I Am Mariah...The Elusive Chanteuse no Canadá:
  94. Lançamento de Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse nos Estados Unidos:
  95. Lançamento de Me. I Am Mariah...The Elusive Chanteuse no Japão:
  96. «CDJapan: Me. I am Mariah... The Elusive Chanteuse Mariah Carey CD Album» (em jp). CDJapan. Consultado em 23 de Maio de 2014