MediaGoblin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MediaGoblin
MediaGoblin logo
MediaGoblin homepage screenshot
Página inicial de um site MediaGoblin
Desenvolvedor GNU[1][2]
Plataforma GNU/Linux,[3] Mac OS X[3]
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Lançamento 2 de junho de 2011; há 5 anos
Idioma(s) Multilingue
Linguagem Python, Celery, SQL
Sistema operativo Multiplataforma
Gênero(s) Compartilhamennto de mídia
Licença AGPLv3[4] e CC Zero
Estado do desenvolvimento Corrente
Página oficial mediagoblin.org (em inglês)., acessado pela última vez há 216 semanas e 6 dias

O GNU MediaGoblin (também conhecido apenas por MediaGoblin) é uma plataforma web (software servidor), descentralizada e de código-aberto, direcionada para a hospedagem e o compartilhamento de diversos formatos de mídia digital.[5][6] Foi planejada com o intuito de ser uma alternativa extensível, federada e livre, aos principais serviços de publicação de mídia como Flickr, deviantArt e YouTube.[7][8]

História[editar | editar código-fonte]

A origem do GNU MediaGoblin remonta a 2008, quando deu-se uma reunião na Free Software Foundation (Fundação do Software Livre) com o propósito de discutir os caminhos que as comunidades da Internet deveriam tomar. O consenso foi de que as estruturas centralizadas e restritivas eram tanto tecnicamente quanto eticamente discutíveis, sendo potencialmente prejudiciais a típica imparcialidade e disponibilidade da internet.[6] Desde então, inúmeros projetos com essa mesma perspectiva vêm surgindo, incluindo Identi.ca, Libre.fm, Diaspora, entre outros.

O código-fonte do MediaGoblin começou a ser escrito em março de 2011[9], estando desde então em contínuo desenvolvimento.

  • 24/08/2012 — lançamento da versão 0.3.1, com suporte temático.
  • De outubro de 2012 a 9 de novembro, foi lançada pelo projeto uma campanha de financiamento coletivo por meio da Free Software Foundation.[10][11][12]
  • 20/12/2012 — lançamento da versão 0.3.2, com suporte a modelos 3D, coleções e API.
  • 12/03/2013 — lançamento da versão 0.3.3, com aperfeiçoamentos na interface e na API, e o abandono de processamentos desnecessários para alguns tipos de vídeos.
  • 17/06/2013 — lançamento da versão 0.4.0. Novo sistema de extensões, e suporte para os formatos PDF e OpenDocument por meio do PDF.js e LibreOffice, respectivamente. Implementação experimental da API Piwigo.[13]
  • 05/09/2013 — lançamento da versão 0.5.0, com um sistema de autenticação plugável (incluindo OpenID e Mozilla Persona), manuseador de mídia plugável e notificações de comentário.
  • 03/12/2013 — lançamento da versão 0.6.0. Administração de permissões de usuário via interface web, gerenciamento de desagravos de mídia, uploads não-interativos, autenticação via LDAP e cotas de disco para usuários específicos.

Design e características[editar | editar código-fonte]

O MediaGoblin é parte do projeto GNU[1] e tem o seu código-fonte lançado sob os termos da Licença Pública Geral Affero GNU[4]. Está, portanto, em consonância com os princípios de software livre e de código-aberto. Os direitos autorais sobre todo o resto (e.g. design, logo) pertencem ao domínio público. O mascote do projeto é um duende (goblin em inglês), de cor roxa e nome Gavroche, vestindo-se como um artista estereotipado.[14] O nome "MediaGoblin", em que também se faz um trocadilho com a pronúncia de "gobbling", foi sugerido por Christopher Allan Webber, desenvolvedor do software-base.[15]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b http://docs.mediagoblin.org/about.html#is-medagobilin-an-official-gnu-project-what-does-that-mean
  2. http://www.gnu.org/s/mediagoblin/
  3. a b «MediaGoblin Wiki». MediaGoblin Team. Consultado em 4 de março 2012. 
  4. a b «GNU MediaGoblin - Gitorious». 
  5. «FSF Directory». Free Software Foundation. Consultado em 29 de fevereiro de 2012. 
  6. a b «MediaGoblin documentation». GNU MediaGoblin. Consultado em 5 de março de 2012. 
  7. «MediaGoblin». GNU MediaGoblin. Consultado em 5 de março de 2012. 
  8. http://alt1040.com/2011/05/mediagoblin-el-proximo-gran-proyecto-gnu/comment-page-1#comment-589983
  9. «Version 0.1.0 - Living the Dream». GNU MediaGoblin. Consultado em 6 de março 2012. 
  10. Bruce Byfield (2012). «MediaGoblin: Saving the Internet Through Federation». Linux Magazine Online [S.l.: s.n.] Consultado em 18 de outubro de 2012. 
  11. Free Software Foundation (2012-10-11). FSF rallies support for GNU MediaGoblin to make media publishing free "as in freedom". Press release. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  12. MediaGoblin: Support MediaGoblin! — página da campanha de financiamento coletivo Página visitada em 20 de outubro de 2012.
  13. «MediaGoblin 0.4.0 adds document support». The H Open. 18 de junho 2013. Arquivado desde o original em 26 de junho 2013. Consultado em 25 de junho 2013. 
  14. «Free Software Supporter, Issue 57, December 2012». Free Software Foundation. 7 de Dezembro de 2012. Consultado em 2 de Janeiro de 2012. 
  15. «Original Design Decisions¶». MediaGoblin. Consultado em 25 de Abril de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre MediaGoblin