Medina Sidônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Medina-Sidonia)
Espanha Medina Sidônia

Medina-Sidonia

 
  Município  
Map of Medina-Sidonia (Cádiz).png
Símbolos
Bandeira de Medina Sidônia
Bandeira
Brasão de armas de Medina Sidônia
Brasão de armas
Gentílico Asidonense
Localização
Medina Sidônia está localizado em: Espanha
Medina Sidônia
Localização de Medina Sidônia na Espanha
Coordenadas 36° 27' N 5° 55' O
País Espanha
Comunidade autónoma Andaluzia
Província Cádiz
Alcaide Francisco Carrera Castillo (PSOE)
Características geográficas
Área total 493 km²
População total (2021) [1] 11 813 hab.
Densidade 24 hab./km²
Altitude 337 m
Código postal 11170
Código do INE 11023
Website www.medinasidonia.com

Medina Sidônia[2] (português brasileiro) ou Medina Sidónia[3] (português europeu) é um município da Espanha na província de Cádis, comunidade autónoma da Andaluzia, de área 493 km² com população de 11320 habitantes (2007) e densidade populacional de 21,99 hab/km².[4]

É considerada por alguns como sendo a mais antiga cidade da Europa, usada como lugar de defesa militar devido à sua localização elevada. Os locais são conhecidos como "assidonenses". O nome da cidade deriva de Medina (árabe para "cidade") e Sidônia (de Sidom, neto de Noé), significando por isso "Cidade de Sidom".

Demografia[editar | editar código-fonte]

Variação demográfica do município entre 1991 e 2004
1991 1996 2001 2004
16309 10750 10728 10802

Património[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Municípios da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. «Cifras oficiales de población resultantes de la revisión del Padrón municipal a 1 de enero» (ZIP). www.ine.es (em espanhol). Instituto Nacional de Estatística de Espanha. Consultado em 19 de abril de 2022 
  2. Prado, J. F. de Almeida (1964). A Conquista da Paraíba. São Paulo: Companhia Editorial Nacional. p. 177 
  3. Marques, António Henrique R. de Oliveira (1995). Breve história de Portugal. Lisboa: Presença. p. 748 
  4. «Censo 2011». Instituto Nacional de Estatística (Espanha). Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2012