Medina (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Medina
  Município do Brasil  
Medina imagem.jpg
Símbolos
Bandeira de Medina
Bandeira
Brasão de armas de Medina
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "MedCity"
Gentílico medinense
Localização
Localização de Medina em Minas Gerais
Localização de Medina em Minas Gerais
Medina está localizado em: Brasil
Medina
Localização de Medina no Brasil
Mapa de Medina
Coordenadas 16° 13' 22" S 41° 28' 37" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Cachoeira de Pajeú, Santa Cruz de Salinas, Comercinho, Itinga, Itaobim, Jequitinhonha e Pedra Azul[1]
Distância até a capital 660 km
História
Fundação 22 de maio de 1824 (195 anos)
Emancipação 17 de dezembro de 1938 (80 anos)
Aniversário 22 de Maio
Administração
Prefeito(a) Evaldo Lucio Peixoto Sena (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [3] 1 439,982 km²
População total (estimativa IBGE/2017[4]) 21 409 hab.
Densidade 14,87 hab./km²
Clima tropical
Altitude 587 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 39620-000 a 39624-999[2]
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,624 médio
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 96 052,705 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 4 534,85
Outras informações
Padroeiro(a) Santa Rita de Cássia[7]
www.medina.mg.gov.br (Prefeitura)
www.medina.cam.mg.gov.br (Câmara)

Medina é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada pelo espanhol Leandro de Medina em 22 de maio de 1824, dia consagrado a Santa Rita, que é padroeira da cidade e de quem herdou seu primeiro nome: Terra de Santa Rita. Mais tarde, passou a se chamar Santa Rita de Medina e depois, finalmente, Medina em homenagem ao seu descobridor. O povoado continuava a crescer e ai surgiu o decreto-lei nº 60, de 12 de janeiro de 1938, que anexaria o local ao território do município de Pedra Azul. Pelo Decreto Estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938, assinado pelo então governador Benedito Valadares Ribeiro, eleva a vila à condição de município, sendo instalado em 1º de janeiro de 1939, sob a "presidência" do Sr. Antero Silva, então juiz de paz, em exercício. A comarca teve seu Termo criado em 27 de dezembro de 1948, e sua instalação ocorreu aos 23 de junho de 1951, contando com a presença do então governador de Minas Gerais, Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira, o qual tornou-se depois Presidente do Brasil.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Medina situa-se na região do Vale do Jequitinhonha, mais especificamente, Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas, conhecido como semi-árido mineiro. Seu relevo é, predominantemente, montanhoso com ocorrência de grandes maciços de granito, está a 587 de altitude, seu clima é tropical, mas há picos de baixas temperaturas no inverno. Sua população é, segundo estimativas do IBGE 2017, de 21.409 habitantes. Fazem parte do município de Medina, o Distrito de Tuparecê, o Povoado de General Dutra, além de várias comunidades rurais.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município é banhado pelos rios Jequitinhonha e São Pedro, este afluente daquele, e diversos córregos, sendo os mais importantes os córregos Sapucaia, Dos cachorros, São Camilo e Ribeirão, este o responsável pelo abastecimento da cidade através da Barragem ribeirão.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Medina». Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Consultado em 25 de junho de 2019 
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 10 de outubro de 2017 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 11. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.