Mega (site)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
01 mega logo.svg
Razão social Mega Ltd.
Slogan The Privacy Company
Atividade Internet
Gênero Serviços de hospedagem de arquivos
Fundação 19 de janeiro de 2013
Fundador(es) Kim Dotcom
Sede Auckland,  Nova Zelândia
Área(s) servida(s) Mundo
Antecessora(s) Megaupload
Posição no Alexa Aumento 384[1]
Website oficial mega.nz

Mega (estilizado como MEGA) é um serviço de armazenamento em nuvem e hospedagem de arquivos. O site foi lançado em 19 de janeiro de 2013 para coincidir com o aniversário de um ano do término do seu antecessor Megaupload.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 2012, depois que o Gabão negou o domínio me.ga, o website foi alterado para mega.co.nz.[3] Dotcom anunciou que o site seria registrado na Nova Zelândia, colocando-o para fora da jurisdição dos Estados Unidos.[4]

Lançado em 19 de janeiro de 2013 como planejado, o fundador da empresa relatou em sua conta no Twitter que o serviço teve mais de 100,000 registros na primeira hora e que estava recebendo milhares de registros de usuários por minuto.[5]

Criptografia de Dados[editar | editar código-fonte]

O Mega é encriptado utilizando o algoritmo AES pelo lado do usuário, assim não é possível ter acesso aos conteúdos de um ficheiro sem conhecer a chave.[6] Dessa maneira, se os servidores da empresa forem invadidos, as informações privadas dos usuários estarão seguras, uma vez que apenas os proprietários de suas respectivas contas têm as "chaves" para a leitura e modificação dos arquivos. Por outro lado, se o usuário esquecer sua senha e a chave de recuperação, ele perderá seu acesso e não poderá recuperá-lo, uma vez que a empresa não tem acesso à conta do usuário e portanto não pode alterar a senha.[7]

Diferenças ao Megaupload[editar | editar código-fonte]

  • Anteriormente os usuários tinham de esperar 30 segundos para fazer download de um arquivo. Este detalhe foi retirado do Mega.
  • Usuários gratuitos tem até 15 GB de espaço de armazenamento gratuito.[8]
  • A largura de banda é limitada de 1 a 12 TB por mês para usuários com contas pagas e até 20 GB para contas gratuitas. No entanto, nas contas gratuitas, a cada 30 minutos são adicionados 500 MB da largura de banda usada.[9]

Referências

  1. «mega.nz». Alexa. Consultado em 16 de janeiro de 2020 
  2. «Elaborate claims about new Dotcom site». 3 News NZ. Consultado em 19 de janeiro de 2013 
  3. «Gabon suspends Kim Dotcom's me.ga domain». 3 News NZ. Consultado em 19 de janeiro de 2013 
  4. «Dotcom goes for NZ web address». 3 News NZ. Consultado em 19 de janeiro de 2013 
  5. «www.geekshut.com/mega-goes-live-1-year-after-megaupload-was-shut/8129» (em inglês). 21 de janeiro de 2013. Consultado em 21 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 2 de agosto de 2013 
  6. «Megaupload Is Dead. Long Live Mega!». Wired. Consultado em 19 de janeiro de 2013 
  7. «MegaUpload rises from the dead as Mega». Cnet. Consultado em 19 de janeiro de 2013 
  8. «Novo Megaupload promete 50 GB de armazenamento gratuito». Consultado em 19 de janeiro de 2013 
  9. «MEGA». mega.nz. Consultado em 24 de setembro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]