Megan Thee Stallion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Megan Thee Stallion
Megan Thee Stallion em 2019
Pseudônimo(s) Megan Thee Stallion
Nascimento Megan Jovon Ruth Pete
15 de fevereiro de 1995 (26 anos)
Condado de Bexar, Texas
Estados Unidos da América
Nacionalidade norte-americana
Etnia afro-americana
Educação Pearland High School
Ocupação
Carreira musical
Período musical 2016–presente
Gênero(s)
Instrumento(s) voz
Gravadora(s) 1501 Certified
300 Entertainment
Outros
Página oficial
megantheestallion.com

Megan Jovon Ruth Pete (Condado de Bexar, Texas, 15 de fevereiro de 1995), conhecida profissionalmente como Megan Thee Stallion, é uma rapper, cantora e compositora norte-americana.[1] Nascida no Condado de Bexar, Texas, e criada em South Park, Houston, Megan começou a escrever suas músicas quando era adolescente e veio a publicar suas canções na plataforma SoundCloud em meados de 2016. Ela chamou a atenção pela primeira vez quando seus vídeos de freestyle se tornaram populares em plataformas de mídia social como o Instagram. Ela lançou três extended play desde 2017 - Make It Hot, Tina Snow e Suga — com os dois entrando nos charts da Billboard 200 dos Estados Unidos. Ela assinou contrato com a 300 Entertainment em 2018 e lançou sua primeira mixtape completa, Fever, em 2019, que recebeu grande aclamação da crítica. Seu álbum de estréia, Good News, foi lançado em 20 de novembro de 2020.

Em 2020, seu single "Savage" se tornou viral no aplicativo de mídia social TikTok e alcançou o primeiro lugar no chart da Billboard Hot 100 dos EUA após o lançamento de um remix com a participação de Beyoncé.[2] O single "WAP", da rapper Cardi B com sua participação se tornou sua segunda música número um na parada e quebrou vários recordes de streaming nos Estados Unidos em agosto de 2020[3]. Megan Thee Stallion ganhou dois BET Awards, dois BET Hip Hop Awards, dois MTV Video Music Awards e um Billboard Women in Music Award.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Visão de Pearland, Texas, subúrbio onde Megan residia com sua mãe na adolescência.

Megan nasceu no Condado de Bexar, Texas, mas foi criada no bairro de South Park em Houston.[4] Sua mãe, Holly Aleece Thomas, cantava rap sob o nome artístico de "Holly-Wood", onde levava sua filha para sessões de gravação em vez de colocar ela em uma creche. Quando tinha 14 anos, Megan e sua mãe se mudaram para Pearland, um subúrbio de Houston, e viveu lá até seus 18 anos.[5] Pete começou a escrever suas músicas aos 16 anos. Segundo ela, quando ela disse à mãe que queria fazer rap, Holly exigiu que Pete esperasse até que ela tivesse 21 anos para seguir com sua carreira, já que ela comentou que suas letras eram muito sugestivas para sua idade. Pete se formou na Pearland High School em 2013.[6]

Em 2013, um clipe seu se tornou viral, onde ela lutava contra oponentes do sexo masculino em um 'cypher" enquanto era estudante na Prairie View A&M University. O vídeo viral ajudou Megan a ganhar uma maior presença digital e seguidores nas redes sociais. Ela conquistou fãs postando seus freestyles em seu Instagram enquanto estava na faculdade. Ela se refere a seus fãs como "Hotties" (quentes em inglês), e credita sua base de fãs hiperativa por seu sucesso inicial. Ela adotou o nome artístico de Megan Thee Stallion devido à sua altura na adolescência.[7]

Depois de tirar uma folga da escola, ela retomou seus estudos na Texas Southern University em administração de saúde, onde ela é uma estudante do terceiro ano em 2019.[8][9][10]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2016–2017: Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2016, Megan fez sua estreia com a canção "Like the Stallion", lançada como primeiro single de sua mixtape independente Rich Ratchet pelo SoundCloud.[11] Um ano depois, ela lançou o extended play (EP) Make It Hot.[12] O primeiro single do projeto, "Last Week in HTx", se tornou seu single de maior sucesso durante este tempo, acumulando vários milhões de visualizações no YouTube .Em 2017, ela lançou a música "Stalli (Freestyle)", como uma reformulação de "Look at Me", do rapper XXXTentacion. Neste período, Megan fez audições para participar do reality show Love & Hip Hop: Houston, porém o spin-off foi adiado indefinidamente desde junho de 2016.[13]

2018–2019: Tina Snow e Fever[editar | editar código-fonte]

No início de 2018, ela assinou com o selo 1501 Certified Ent, uma gravadora local, para seu primeiro contrato de gravação e o lançamento do segundo extended play Tina Snow, nome dado pela artista por um alter ego criado por ela.[14][15] O projeto recebeu críticas consistentemente positivas.[16][17] Em novembro de 2018, ela se tornou a primeira rapper feminina a assinar com a 300 Entertainment, gravadora focada no hip hop, onde artistas como Fetty Wap, Young Thug e Cheat Codes são assinados.[18] Na mesma época, Megan foi convidada pela rapper Iggy Azalea para abrir os shows da turnê Bad Girls Tour, porém esta foi cancelada.[19] A mudança de gravadora permitiu seu avanço devido à publicação da música "Big Ole Freak", sendo esta sua primeira música que entrou na Billboard Hot 100 em abril de 2019, ficando em 65º lugar.[20][21] Em 17 de maio de 2019, sua primeira mixtape comercial Fever foi publicada, que foi recebido novamente com uma recepção positiva da crítica. Foi direto para o número dez da Billboard 200.[22] Em junho de 2019, ela foi selecionada como uma das participantes da lista anual de calouros da revista XXL anunciada.[23][24] Em agosto de 2019, Megan lançou a canção "Hot Girl Summer", com a participação dos rappers Nicki Minaj e Ty Dolla Sign, que se tornou um sucesso nos Estados Unidos e popularizou o viral "hot girl summer".[25] Em outubro, ela criou e lançou uma minissérie de horror e comédia chamado Hottieween, dirigido por Teyana Taylor.[26] Em novembro, Megan entrou na lista da Time no "Time 100 Next".[27]

2020–presente: Suga, reconhecimento mundial e Good News[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2020, Megan lançou em colaboração com a cantora Normani a canção "Diamonds", como parte da trilha sonora do filme Aves de Rapina, da DC Comics.[28] No mesmo mês, ela anunciou o seu novo EP chamado Suga, com o lançamento do primeiro single, "B.I.T.C.H".[29] No mês seguinte, ela anunciou que seu álbum de estreia foi adiado como resultado de sua tentativa de renegociar seu contrato com a 1501 Certified Ent, após a gravadora querer barrar o lançamento.[30][31] Ela começou a hashtag "#FreeTheeStallion" no Twitter para aumentar a conscientização sobre o problema.[32] Em 6 de março de 2020, o EP foi lançado contra a vontade de 1501, depois que um juiz concedeu uma medida cautelar temporária contra a gravadora.[33][34] No mesmo mês, a música "Savage", presente no projeto, se tornou viral no aplicativo TikTok, quando a usuária Keara Wilson a usou para um vídeo de desafio de dança, que acumulou 15,7 milhões de visualizações e 2,4 milhões de curtidas em 20 de março de 2020.[35] Um remix com a participação de Beyoncé foi lançado em 29 de abril de 2020.[36] A música se tornou a primeira canção de Megan a alcançar o top 10 nos Estados Unidos logo após o lançamento do remix, eventualmente se tornando a sua primeira canção nas paradas de nos Estados Unidos. "Savage" também ajudou a impulsionar as vendas do Suga, levando-o para a sétima posição na Billboard 200.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em março de 2019, sua mãe, Holly Thomas, faleceu após uma longa batalha contra um tumor cerebral, além de sua avó materna, que faleceu no mesmo mês.[37][38][39] Além de atuar como sua gerente, Thomas influenciou sua decisão de estudar administração de saúde e também ajudou a fomentar seu desejo de estabelecer instalações de vida assistida em sua cidade natal, Houston, Texas. Depois de ter tirado uma folga da escola, ela retomou seus estudos na Texas Southern University em administração de saúde, onde ela é uma aluna do terceiro ano em 2019.[40][41]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

Referências

  1. «Tudo sobre Megan Thee Stallion - Últimas Notícias». Rap Mais. Consultado em 24 de agosto de 2020 
  2. «As 20 músicas mais populares do Tik Tok no momento». Rap Mais. 5 de agosto de 2020. Consultado em 24 de agosto de 2020 
  3. «Cardi B comemora após "WAP" quebrar recorde de streams na primeira semana de vendas». Rap Mais. 18 de agosto de 2020. Consultado em 24 de agosto de 2020 
  4. «Meet the electrifying Megan Thee Stallion». The FADER (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2020 
  5. Harris, Hunter (25 de abril de 2019). «How Did Megan Thee Stallion Become the Next Hottest Rapper Out of Houston?». Vulture (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2020 
  6. Harvin, Darian Symoné (25 de junho de 2019). «Megan Thee Stallion Prepares for 'Hot Girl Summer' With a Pageant». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  7. «Rapper Megan Thee Stallion Answers Our Questions (and Releases an EP)». Houstonia Magazine (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2020 
  8. Jasmine Grant (26 de março de 2019). «Megan Thee Stallion Reveals Her Mother Died From A 'Brain Tumor'». Essence (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  9. MoClassified (10 de julho de 2018). «Megan Thee Stallion Talks 'Tina Snow' EP & Being the Female Pimp C». The Source (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2020 
  10. Gomez, Jade; Gomez, Jade (16 de março de 2019). «How Megan Thee Stallion Earned Her Confidence». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2020 
  11. Anthony Rian (18 de julho de 2018). «Megan Thee Stallion – "Tina Snow" (Album)». The Hype Magazine (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  12. Lakin Starling (4 de janeiro de 2018). «Megan Thee Stallion is the freaky new rapper who might make you feel yourself». The Fader (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  13. Caldwell, Brandon (20 de junho de 2016). «'Love & Hip Hop Houston': Perfect For Reality TV, If Not Real Life». Houston Press. Consultado em 4 de abril de 2021 
  14. Jack Riedy (3 de outubro de 2018). «NEXT: Megan Thee Stallion Is Taking Rappers To School». Vibe (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  15. «NEXT: Houston's Megan Thee Stallion Takes Rappers To School». Vibe (em inglês). 3 de outubro de 2018. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  16. Eric Torres (16 de agosto de 2018). «"Megan Thee Stallion" - Tina Snow». Pitchfork. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  17. Nandi Howard (30 de agosto de 2018). «Megan Thee Stallion». The Fader (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  18. November 27, Tony M. CentenoPublished:; 2018. «Megan Thee Stallion Signs to 300 Entertainment - XXL». XXL Mag (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2020 
  19. «Iggy Azalea's 'Bad Girls Tour' Canceled». Billboard. 8 de outubro de 2018. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  20. «Fever by Megan Thee Stallion Reviews and Tracks - Metacritic». Metacritic (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  21. «Chartbreaker: How Megan Thee Stallion's 'Big Ole Freak' Takes Ownership of Her Sexuality -- and the Rap Game». Billboard. 22 de abril de 2019. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  22. «Megan Thee Stallion's debut album Fever is dropping in two weeks». The FADER (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2020 
  23. XXL Staff (20 de junho de 2019). «2019 XXL Freshman Class: Made for This». XXL. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  24. Sarah Osei (24 de julho de 2019). «Megan Thee Stallion & DaBaby Steal the Show at the XXL Freshman Cypher». Highsnobiety. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  25. «Megan Thee Stallion Announces 'Hot Girl Summer' Featuring Nicki Minaj & Ty Dolla $ign». Billboard (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  26. «In 'Hottieween,' Megan Thee Stallion Investigates a Murder and Meets Vampires». www.vice.com (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  27. «TIME 100 Next 2019: Megan Thee Stallion». Time (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  28. Minsker, Evan. «Megan Thee Stallion and Normani Share New Song "Diamonds": Listen». Pitchfork (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  29. Hussey, Allison. «Watch Megan Thee Stallion Perform "B.I.T.C.H." on Fallon». Pitchfork (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  30. Holmes, Charles; Holmes, Charles (5 de março de 2020). «Why Megan Thee Stallion Sued Her Own Label». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  31. «Megan Thee Stallion's Label Dispute, Explained». Complex (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  32. Kiefer, Halle (2 de março de 2020). «Label Drama Over Contract Dispute Has Megan Tweeting #FreeTheeStallion». Vulture (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  33. «Megan Thee Stallion drops EP 'Suga' amid legal battle with label». EW.com (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  34. Sheffield, Rob; Sheffield, Rob (9 de março de 2020). «Megan Thee Stallion is at Her Peak on 'Suga'». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  35. «Megan Thee Stallion's "Savage" Looks Poised To Be Her Next Hit Thanks To This Viral TikTok Challenge». Genius (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  36. «Stay Calm, Beyoncé Remixed Megan Thee Stallion's 'Savage'». Billboard (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  37. «Megan Thee Stallion Gets Candid About Losing Her Mom». Vibe (em inglês). 24 de dezembro de 2019. Consultado em 15 de novembro de 2020 
  38. «Megan Thee Stallion Reveals Her Mother Died From A 'Brain Tumor'». Essence (em inglês). Consultado em 15 de novembro de 2020 
  39. «Condolences: Megan Thee Stallion's Mother, Holly Thomas, Passes Away». 97.9 The Box (em inglês). 22 de março de 2019. Consultado em 15 de novembro de 2020 
  40. «Meet Megan Thee Stallion, the Houston Rapper Crafting the Hottest Bars While Still Attending College». Billboard (em inglês). Consultado em 15 de novembro de 2020 
  41. «Two & Fro : NPR». web.archive.org. 26 de junho de 2019. Consultado em 15 de novembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre Megan Thee Stallion:
Commons Categoria no Commons
Wikidata Base de dados no Wikidata