Melody (cantora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Melody
Melody em julho de 2022
Pseudônimo(s) Melody
Nascimento Gabriella Abreu Severino
4 de fevereiro de 2007 (15 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Fortuna R$ 1 milhão (est. 2021)[1]
Progenitores Mãe: Daiane Glória Abreu
Pai: Thiago Abreu
Parentesco Bella Angel (irmã)
Ocupação
Prêmios Lista
Carreira musical
Período musical 2015–presente
Gênero(s)
Extensão vocal Soprano
Instrumento(s)
Gravadora(s) MB HITS
Assinatura
Melody Signature.svg

Gabriella Abreu Severino[2] (São Paulo, 4 de fevereiro de 2007),[3][4] mais conhecida como Melody,[2] é uma cantora e compositora brasileira. Em 2022, tornou-se a artista mais jovem a alcançar o topo da parada de canções do Spotify do Brasil com a canção "Pipoco", em colaboração com Ana Castela.[5]

Biografia

Melody é filha de Thiago Abreu e Daiane Glória Severino e tem uma irmã, conhecida como Bella Angel, que também canta, dois anos mais velha.[6] Até janeiro de 2019, vivia com os pais e a irmã, no entanto o casal iniciou um processo de separação e a guarda das meninas deve ficar com a mãe.[6][7]

Segundo relatos do pai, Thiago Abreu, mais conhecido com Belinho,[3] Gabriella sonha em ser cantora desde os primeiros anos de idade, por conta de sua influência, que é cantor de funk também. A irmã Bella Angel também segue carreira musical.[8]

Carreira

2015: "Fale de Mim" e falsete

Melody ganhou notoriedade nacional no inicio de 2015, após divulgar um vídeo em sua página no Facebook cantando a música "Fale de Mim", canção escrita pelo pai dela, MC Belinho. Num vídeo seguinte, tentava reproduzir um falsete de Christina Aguilera[9] que viralizou. Logo depois, fez outro vídeo fazendo falsete, dessa vez com uma amiga do seu pai, Deborah Moreira.[10][11][12]

Melody é considerada uma das crianças brasileiras mais influentes da internet.[13]

2016–2017: Sem paródias

Em 2016, Melody publicou em sua página do Facebook que não iria mais fazer o falsete e nem paródias,[14] e que iria começar a cantar de verdade.

Entre 2016 e 2019, Melody se envolveu em alguns casos controversos, como: devido à fama, teve problemas com a direção da escola, com gerenciamento de sua carreira pelos pais e críticas vindas de Felipe Neto e da Capricho, devido ao seu visual sexualizado quando era criança.

2018–presente: "Tô Bem, Tô Zen" e "Assalto Perigoso"

No dia 5 de junho de 2018, a cantora lançou o seu novo clipe da nova fase. Vai rebola bateu 21.708.111 visualizações, só no seu canal. Meses depois, deixou o cabelo loiro para trabalhos futuros. Para a Copa do Mundo FIFA 2018, ela lançou o hit Som da Copa em parceria com a funkeira Vakeria funk. Um mês depois, ela, juntamente com sua irmã Bella Angel, lançaram o novo hit "Tô Bem, Tô Zen", pelo canal KondZilla, com a participação de alguns famosos, tais como a youtuber "Viih Tube", o youtuber "Gregory Kessey" e a cantora "Nicks Vieira". Semanas após o lançamento, o clipe ficou em 4º lugar em alta do youtube. Em três meses, o clipe bateu 80.793.549 visualizações, e no dia 16 de outubro, ela, junta com a dupla Carlos e Christian, lançaram juntos o hit da cantora ''Hoje eu tô um Nojo'' e bateu 4.647.647 visualizações. Em 2021 sua música Assalto Perigoso ficou com visibilidade nas rádios e entre os famosos, alcançando uma posição considerável nas listas de sucessos.[15] Em 2022 Melody se tornou a artista mais jovem da América Latina a alcançar um rank global do Spotify no top 200 com a canção "Pipoco".[16]

Controvérsias

Escola

A fama da cantora chegou a atrapalhar na escola, as outras crianças ficavam indo atrás dela para conversar e conhecê-la, mas o assédio acabou incomodando porque a cantora não conseguia lanchar na hora do recreio e a escola teve que tomar providências para que os outros alunos não a incomodassem.[3]

Thiago Abreu

O pai de Melody, Thiago Abreu, mais conhecido como MC Belinho, foi investigado pelo Ministério Público de São Paulo sob suspeita de "Violação ao direito ao respeito e à dignidade de crianças/adolescentes" por conta do visual adulto usado por Melody em vídeos onde ela canta funk.[17][18][19]

Após a abertura do inquérito, MC Belinho anunciou que iria fazer um reformulação nas músicas e no visual de Melody para ela se tornar uma cantora pop mirim sem sensualizar[2] E fez até um novo vídeo onde Melody aparece com visual adequado para sua idade onde ela canta uma musica chamada "Sonho de Criança" onde a cantora diz que seu sonho é ser uma cantora de sucesso e diz que errou. Seu pai também canta um verso onde ele diz que apoia o sonho de Melody.[20][21] Na época foi noticiado que Melody recebia R$2,500 por apresentação, Melody chegou a postar foto com uma maleta de dinheiro,[22] mas após abertura do inquérito, o Belinho negou que ganhasse qualquer dinheiro as custa da sua filha.[2]

Melody já se viu em várias outras polêmicas, além de seu estilo sensual, o pai da cantora já acusou Lucas Lucco de tentar tirar a página de Melody do ar.[23]

Capricho e Felipe Neto

Em janeiro de 2019, Isabella Otto publicou um artigo na Capricho sobre a Melody, questionando seu visual adulto: "Melody e a geração de meninas adultificadas e sexualizadas [...] Um exemplo claro disso são as fotos postadas no dia 7 de julho pela MC Melody no Instagram. De cropped, sutiã com bojo, cabelo platinado até a cintura e maquiagem carregada, a cantora mirim chocou muitos internautas, que começaram a se perguntas quantos anos tinham dormido para acordar como uma Melody maior de idade. [...] Quanto dinheiro e quantos likes valem a vida de uma criança adultificada e erotizada?"[24] No mesmo mês, Felipe Neto baniu a cantora de seu canal no YouTube, alegando: "Infelizmente a Melody está banida do meu canal. Havia informado ao seu pai que não faria mais 'react' enquanto ela fosse sensualizada. Ele me prometeu que ia mudar, mas só piorou. E piorou muito. Ela tem 11 anos, e eu tive que censurar uma foto para poder exibir."[25]

Daiane Glória Abreu

Sob o contexto das polêmicas, em janeiro de 2019, a mãe de Melody, Daiane Glória Abreu, afirmou reprovar o conteúdo sensualizado nas produções das filhas, mas nunca pôde interferir por impedimento do pai e das próprias meninas. Daiane alegou que "reclamava quando elas usavam roupas curtas, mas elas batiam o pé e o pai também". Disse ainda: "as crianças ficam contra mim porque o pai apoia tudo o que elas fazem e eu não. Elas dizem que se a carreira delas acabar, a culpa é minha." Afirmou também que Belinho "é um bom pai, mas começou a mudar o estilo da Melody principalmente do meio do ano passado para cá".[7] Além disso, enquanto Belinho era o responsável por administrar a carreira das filhas, Daiane afirma nunca ter tido acesso aos lucros obtidos pela carreira musical de Melody e Bella.[6]

Em vista da carreira musical envolvendo o teor tido como sensual e precoce e sucedendo as críticas que fez, Felipe Neto indicou a ativista Sabrina Bittencourt para supervisionar a produção de Melody e sua irmã Bella Angel através de profissionais, como psicólogos e pedagogos. A mãe das meninas participará dos processos e acompanhará a carreira delas.[26] Na mesma ocasião, o pai das garotas divulgou uma nota pedindo desculpas pelo que foi feito com Melody e Bella, esclarecendo que a ausência da mãe na carreira das filhas é culpa exclusivamente dele e que a guarda das crianças deverá ser concedida a ela.[6] Sob o mesmo contexto afirmou que não será mais o responsável pela carreira artística das meninas, que deverá ficar sob administração da mãe.[27]

Características musicais

Estilo musical, gêneros e influências

O estilo musical de Melody é associado ao pop, funk melody e piseiro, o timbre vocal de Melody é soprano lírico,[carece de fontes?] com afinação de agudos e falsetes. Melody cresceu ouvindo artistas pop internacionais como Christina Aguilera, Mariah Carey e Ariana Grande, a maioria de seus covers são falsetes onde ela canta as músicas de suas inspirações. Quando mais jovem Melody fez um cover usando apenas falsetes de Mariah Carrey onde ela tentou aproximar seus agudos com os da cantora, Melody disse ao EGO: "O falsete faz parte da minha carreira"[28] onde diz que diminui a frequência que fazia falsete, mas não parando, Melody também fez um cover no YouTube no Natal dizendo que era a versão brasileira de Mariah Carey e Ariana Grande. Melody já disse que Ariana Grande foi sua maior inspiração para sua carreira artística, onde a maioria de seus covers são da cantora, muitas dessas músicas se tornaram virais com milhões de visualizações.[29]

Discografia

Singles

Ano Título Melhores posições nas paradas Álbum
BRA
2016 "Agora Chora"
(feat. Bella Angel)
"Só Curtição"
(with Aryel & Bella Angel)
2018 "Vai Rebola"
"Tô Bem, Tô Zen"
(feat. Bella Angel)[30]
40
"Vai Se Arrepender"
"Para com Isso"
"Deixa Rolar"
(feat. Mc Pedrinho)
"Hoje eu tô um Nojo"
2019 "Vingança"
(feat. Bella Angel)
"Anjo"
2020 "No Batidão"
(feat. Mc Henry and Bella Angel)
2021 "Fale de Mim"
"Assalto Perigoso" 29[15]
2022 "Fake Love 2" 48

Como artista convidada

Ano Título Melhores posições nas paradas Álbum
Spotify Brasil Billboard Brazil Songs Top 100 Brasil
2016 "Você Me Faz Tão Bem"
(Rafinha Dragão & Melody)[31]
2017 "Joga o Bumbum"
(Bella Angel feat. Melody)
2018 "Som da Copa"
(Valeira funk feat. Melody)
"Grito"
(Aisha feat. Melody & Biduh)
2021 "Nocaute"
(Tilia feat. Melody)
2022 "Pipoco"
(Ana Castela feat. Melody e DJ Chris no Beat)
1 1 82

Prêmios e indicações

Ano Prêmio Categoria Trabalho indicado Resultado Ref
2015 Prêmio Jovem Brasileiro 2015 Internet Ela mesma Vencedora [32]

Referências

  1. «Melody sobre fortuna acumulada aos 14: 'Estou cada vez mais milionária'» 
  2. a b c d Muraro, Cauê (7 de maio de 2015). «MC Melody muda para virar 'Anitta pop mirim sem sensualizar', diz pai». G1. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 10 de maio de 2015 
  3. a b c Neves, Marília (13 de outubro de 2015). «MC Melody sobre assédio na escola: 'Se ficar atrás de mim, leva suspensão'». Ego. Globo.com. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 14 de outubro de 2015 
  4. «"Já Cansei de Ser Pobre": MC Melody faz versão do sucesso de Justin Bieber». Bol Notícias. 18 de abril de 2016. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Arquivado do original em 21 de abril de 2016 
  5. Leonardo Rocha (19 de julho de 2022). «"Pipoco": Hit de Ana Castela, Melody e DJ Chris No Beat chega ao topo do Spotify Brasil». Portal Popline. Consultado em 19 de julho de 2022 
  6. a b c d Heringer, Carolina (23 de janeiro de 2019). «'Nunca tive acesso a esse dinheiro', diz mãe de MC Melody sobre lucros com carreira de funkeira». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  7. a b Heringer, Carolina (22 de janeiro de 2019). «Mãe de MC Melody quebra silêncio sobre carreira da filha». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  8. «Conheça Bella, a irmã da Melody que quer cantar pop em inglês». R7. 20 de setembro de 2015. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2022 
  9. «MC Melody faz agudo à la Christina Aguilera». O Globo. Consultado em 6 de maio de 2016. Cópia arquivada em 4 de junho de 2016 
  10. «MC Melody e Debora fazem duelo de falsetes». O Globo. Consultado em 6 de maio de 2016. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2022 
  11. Lucciola, Luísa (6 de novembro de 2015). «Melody sonha fazer sucesso além da web após o sucesso da Batalha dos Falsetes». Extra. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 14 de outubro de 2015 
  12. Alvim, Mariana (17 de setembro de 2015). «Depois de viralizar em vídeos de Melody, falsete é comentado por fonoaudiólogas e cantores»Subscrição paga é requerida. O Globo. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2015 
  13. «MC Melody faz sucesso e se torna uma das crianças mais influentes na música». R7. 29 de fevereiro de 2016. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 11 de setembro de 2016 
  14. «Melody apaga vídeos e anuncia mudança no estilo: "Não faço mais falsete nem paródia"». R7. 15 de agosto de 2016. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2022 
  15. a b «Com "Assalto Perigoso", Melody entra pela primeira vez no Top 50 do Spotify». portalpopline. Consultado em 18 de Maio de 2022 
  16. «Melody entra no top 200 do Spotify Global com 'Pipoco' de Ana Castela». Jornal de Brasilia. Consultado em 11 de Julho de 2022 
  17. «Sexualização de MC Melody reacende discussão sobre funkeiros mirins». R7. 27 de abril de 2015. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 11 de setembro de 2016 
  18. «Funkeiro MC Belinho é acusado de explorar a filha, MC Melody, de apenas oito anos». R7. 22 de abril de 2015. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 11 de novembro de 2018 
  19. «MP quer saber se músicas de Mc Melody ferem o Estatuto da Criança e do Adolescente». R7. 24 de abril de 2015. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2022 
  20. «Após polêmica, pai muda o rumo da carreira de MC Melody». R7. 28 de abril de 2015. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2022 
  21. «Após polêmica, MC Melody canta música pedindo desculpa: 'Vou mudar'». G1. São Paulo. 27 de abril de 2014. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 28 de julho de 2019 
  22. «Mc Melody, de 8 anos, fatura até R$ 40 mil ao mês com carreira polêmica». Extra Online. Consultado em 6 de maio de 2016 
  23. «MC Melody tem página retirada do ar e pai culpa Lucas Lucco». Canaltech. 17 de Março de 2016. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 20 de março de 2016 
  24. Otto, Isabella (16 de janeiro de 2019). «Melody e a geração de meninas adultificadas e sexualizadas». Capricho. Consultado em 16 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2020 
  25. «Felipe Neto bane Melody de seu canal no YouTube por causa de apelo sexual». Glamour. 16 de janeiro de 2019. Consultado em 16 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2022 
  26. Heriger, Carolina (19 de janeiro de 2019). «Ativista que assumiu carreira de MC Melody ajudou a denunciar João de Deus por abusos». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  27. Heringer, Carolina (22 de janeiro de 2019). «Pai de MC Melody diz não ser mais responsável por carreira da filha e se desculpa por 'excessos'». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  28. «Melody compara seus falsetes aos de Mariah Carey e curte Dia das Crianças». EGO. 12 de outubro de 2016. Consultado em 31 de outubro de 2021 
  29. «Melody se torna assunto do momento ao ser comparada com Ariana Grande em vídeo. Vem entender». Febre Teen. Consultado em 18 de maio de 2022 
  30. Melody feat. Bella Angel – Tô Bem, Tô Zen no YouTube, 9 August 2018
  31. Melody e Rafinha Dragão – Você Me Faz Tão Bem no YouTube, 19 September 2016
  32. «14ª edição do Premio Jovem Brasileiro 2015». Folha de S. Paulo. 20 de novembro de 2015. Consultado em 6 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2016 

Ligações externas