Membro da Royal Society

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Membro da Sociedade Real português brasileiro (Fellow of the Royal Society - FRS inglês) é um título honorífico concedido a cientistas notáveis e também um tipo de afiliação da Royal Society para o Melhoramento do Conhecimento Natural.

Os candidatos devem ser naturais ou residirem no Reino Unido, República da Irlanda ou nos territórios da Commonwealth. Os cientistas proeminentes de outros lugares podem assumir a condição de membro estrangeiro. Os estatutos da Sociedade indicam que os candidatos à eleição devem ter feito "uma contribuição substancial à melhoria do conhecimento da natureza, incluindo matemática, ciência da engenharia e ciência médica".

Através do voto dos membros já existentes na Sociedade, são eleitos até 44 novos membros todos os anos. O membro eleito tem o direito de colocar as letras FRS após o seu nome.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]