Memorial Minas Gerais Vale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Museu Minas Gerais Vale

Vista externa
Tipo artístico e cultural
Inauguração 30 de novembro de 2010
Administração
Operador(a) Vale
Website oficial
Geografia
Coordenadas 19° 55' 52.2" S 43° 56' 19.2" O
Localidade Belo Horizonte,  Minas Gerais
Localização Belo Horizonte
País Brasil


O Museu Memorial Minas Gerais Vale é um museu artístico e cultural dedicado às tradições do povo mineiro localizado em Belo Horizonte, Minas Gerais.[1] O antigo prédio da Secretaria da Fazenda foi restaurado e adaptado para mostrar ao público a história de Minas Gerais. Com patrocínio da Vale, que investiu R$ 27 milhões, o memorial tem projeto de restauração de Flávio Grillo. Foi inaugurado em 30 de novembro de 2010 e faz parte do Circuito Cultural Praça da Liberdade.[2]

Com projeto arquitetônico dos arquitetos Carlos Maia, Débora Mendes, Eduardo França, Humberto Hermeto e Igor Macedo, e projeto museográfico do designer Gringo Cardia, o memorial utiliza recursos virtuais para reunir, em um mesmo espaço, parte da riqueza cultural do Estado, desde o século XVIII até o cenário contemporâneo, incluindo uma perspectiva futurista.[3]

Ambientes que misturam o real e o virtual reconstroem o universo de escritores mineiros, o mundo das fazendas, das tribos indígenas e quilombos, do barroco, das festas populares, do artesanato, da política, e da arqueologia do solo mineiro.

Restauração[editar | editar código-fonte]

Durante o período em que esteve sendo restaurado, o Museu Memorial Minas Gerais Vale foi pensado de maneira dualista: ao mesmo tempo em que o projeto de restauração previa uma visibilidade mais moderna para o prédio, também fazia questão de deixar evidente as modificações sofridas ao longo dos anos. Isso fez com que o local seja simultaneamente antigo e contemporâneo.

Uma das coisas que mais ficou visível na mudança foi a luminosidade e o brilho do local. A escada, localizada logo na entrada do prédio, ganhou notoriedade pois o telhado antigo foi substituído por um teto de vidro, o que possibilitou, além da maior luminosidade, a sensação de que o móvel era novo.

Com a substituição do telhado pelo vidro, todo o memorial passou a ser mais iluminado. Além disso, seu pátio principal também sofreu mudanças, que foram positivas. O que antes era apenas para captar luz, agora também permite maior fruição entre as salas que compõe a localização, ficando, portanto, mais convidativo ao visitante. No mesmo pátio, foi criado também um pequeno jardim. As bromélias tornam o ambiente mais delicado e valorizam o cultural que existe em Minas.  [4]

Referências

  1. «Apresentação do Memorial Minas Gerais Vale». Memorial Vale. Consultado em 16 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2016 
  2. «Inaugurado na Praça da Liberdade o Memorial Minas Vale». O Tempo. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  3. «Informações sobre o Memorial Minas Gerais Vale». Circuito Cultural Praça da Liberdade. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  4. «Memorial Minas Gerais / ESTUDIO Arquitetura + TETRO Arquitetura». ArchDaily Brasil. 27 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.