Memorial de Ippolito Merenda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Memorial de Ippolito Merenda
Autor Gian Lorenzo Bernini
Data 1636–38
Género Escultura de mármore
Técnica Relevo
Localização Igreja de São Tiago em Lungara, Roma

O Memorial de Ippolito Merenda é uma escultura confeccionada pelo artista italiano Gian Lorenzo Bernini entre 1636 e 1638. Junto com o monumento para Alessandro Valtrini, esta obra representou uma nova abordagem para os monumentos funerários, caracterizada por inscrições arrastadas por uma figura representando a morte.[1] A escultura encontra-se na Igreja de São Tiago em Lungara, em Roma.

Ippolito Merenda era de Cesena, na região de Emília-Romanha. Quando morreu, em 1636, deixou uma herança para a Igreja de São Tiago (cerca de 20 000 escudos romanos). Como agradecimento, um dos sobrinhos do então papa Urbano VIII, cardeal Francesco Barberini, encomendou o monumento à Bernini.[2]

Referências

  1. Wittkower, Rudolf (1997). Gian Lorenzo Bernini: The Sculptor of the Roman Baroque. Londres: Phaidon Press. ISBN 978-0801414305 
  2. Bernstock, Judith E. (Junho de 1981). «Bernini's Memorials to Ippolito Merenda and Alessandro Valtrini». College Art Association. The Art Bulletin. 63 (2): 210–32. Consultado em 11 de dezembro de 2013. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 


Ícone de esboço Este artigo sobre escultura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.