Memorial dos Povos Indígenas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Memorial dos Povos Indígenas
Memorial dos Povos Indígenas, Brasília, Brazil, Ricardo Moraleida 2008.jpg
Foto: Ricardo Moraleida
Autor Oscar Niemeyer
Data da construção 1987
Cidade Brasília, DF
Tombamento 2007
Órgão IPHAN

O Memorial dos Povos Indígenas é um museu brasileiro de Brasília, capital do Brasil. O museu é dedicado à cultura indígena brasileira. Foi desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e construído em 1987. Por muitos anos, esteve fechado mas, desde 1999, restabeleceu suas atividades.

Direção do memorial[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Diário Oficial do Distrito Federal, SANDRA INGA WELLINGTON foi nomeada para exercer o Cargo em Comissão, de Gerente da Gerência do Museu dos Povos Indígenas, da Diretoria de Patrimônio Histórico e Artístico, da Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal, nos dias 01 de Fevereiro de 2003 e 12 de Fevereiro de 2007, comprovando que foi a primeira gestora do memorial dos povos indígenas. [1] [2]

No dia 09 de maio de 2007[3], Marcos Terena assumiu a direção do memorial dos Povos Indígenas. Era a primeira vez que um índio administrava o memorial. A posse ocorreu na data em que se comemora o Dia Internacional dos Povos Indígenas: 9 de agosto. Terena passou a ser o principal responsável pelo acervo, que, entre outras preciosidades, guarda a coleção de peças indígenas do ex-senador e antropólogo Darcy Ribeiro, adquiridas durante suas viagens à Amazônia e em outras expedições pelo país.

Marcos Terena assumiu o memorial sem orçamento pré-estabelecido, mas "com disposição de viabilizar o melhor funcionamento do museu". Segundo Marcos Terena, suas ações iniciais seriam no sentido de buscar parcerias com outras entidades. "Há uma demanda grande de pessoas que querem patrocinar eventos interculturais no espaço", adiantou.

Povos indígenas[editar | editar código-fonte]

O Dia Internacional dos Povos Indígenas foi criado pela Organização das Nações Unidas. A data foi escolhida em 1995.[4] Segundo a Organização das Nações Unidas, há, em setenta países, 370 000 000 de índios, que preservam culturas milenares e que são compostos por diversas etnias. No Brasil, vivem cerca de 220 povos indígenas.

Arquitetura[editar | editar código-fonte]

Vista interna do memorial

O memorial foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 2007, ano em que o arquiteto Oscar Niemeyer completou cem anos de idade.[5]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Memorial dos Povos Indígenas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.