Memphis Blues (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Memphis Blues
Álbum de estúdio de Cyndi Lauper
Lançamento 22 de junho de 2010
Gravação Março de 2010
Gênero(s) Memphis blues, blues rock, soul blues
Duração 45:24
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, descarga digital, Vinil
Gravadora(s) Downtown Records no Brasil por LAB 344
Produção Cyndi Lauper, Scott Bomar
Cronologia de Cyndi Lauper
Bring Ya to the Brink
(2008)
Detour
(2016)
Singles de Memphis Blues
  1. "Just Your Fool"
    Lançamento: 18 de Maio de 2010

Memphis Blues é o décimo álbum de estúdio da cantora americana Cyndi Lauper. Pela primeira vez na carreira a cantora faz um disco no Gênero musical conhecido como blues, que foi originado por afro-americanos no extremo sul dos Estados Unidos em torno do fim do século XIX.[1] O álbum é um dos projetos mais bem sucedidos da carreira de Cyndi Lauper, tendo como feitos ser indicado ao Grammy Awards de 2010,[2] ser eleito o sétimo melhor álbum do ano pelo New York Post[3] e ter conseguido ser álbum de blues mais vendido daquele ano nos Estados Unidos, de acordo com a revista Billboard. Para promover o álbum, Lauper fez a maior turnê da sua carreira, a Memphis Blues Tour, que teve mais de 140 shows. O álbum vendeu cerca de 600 mil cópias no mundo.[4] No Japão, o lançamento ocorreu apenas em 9 de fevereiro de 2011, com direito a uma edição especial limitada, que incluia um DVD com os bastidores das gravações do disco, a edição ocorreu sob o selo Mercer Street Records.[5]

Antecedentes e produção[editar | editar código-fonte]

Lauper anunciou através de sua conta oficial no Twitter, em dezembro de 2009, que gravaria um álbum de blues. As sessões foram realizadas em março de 2010 no Electraphonic Studios em Memphis, no Tennessee, com o produtor Scott Bomar, seu colaborador frequente Bill Wittman e convidados especiais B. B. King, Charlie Musselwhite, Ann Peebles e Allen Toussaint.[6] Para Memphis Blues, ela tentou escolher canções que ressoassem com um público contemporâneo, e, embora nunca tenha explorado o estilo em seus álbuns a cantora se disse muito confortável na hora de cantar: "Para mim, é como estar em casa", "Blues é a base de tudo que cantamos. Tudo. Eu já fui um cantora de rock. Blues foi o começo do rock. Blues também foi o começo do jazz, e eu também estudei jazz".[7] Outro aspecto que agrada a cantora é o fato das mensagens nas letras das canções [de blues] virem de forma subliminar: "Está escrito em código. Está muito ligado aos direitos civis dos afro-americanos, ou à falta de direitos civis que essas pessoas tiveram ao longo dos anos 1900, e talvez até mesmo nos dias de hoje. Para pessoas que facilmente seriam derrotadas, eles continuaram se levantando e criando músicas que são bastante edificantes."[7]

Lançamento e promoção[editar | editar código-fonte]

Cyndi deu inicio à promoção do álbum no programa americano de grande sucesso The Late Show With David Letterman em 14 de junho, cantando a canção "Early In The Mornin'".[8] Após essa aparição ela se apresentou nos programas: Joy Behar Show, em 21 de junho, The Howard Stern Show e The Ellen DeGeneres Show em 22 de junho, Good Morning America em 23 de junho, Live with Regis and Kelly, em 24 de junho,[9] no The Early Show, em 20 de julho,[10] e no The Tonight Show, com Jay Leno,[11] em 30 de agosto.[12][13][14][15] No NARM Awards de 2010, onde foi homenageada por sua grande contribuição para o mundo da música, Lauper performou várias músicas do álbum, incluindo "Shattered Dreams".[16]

Em abril de 2010, uma turnê mundial foi anunciada através do site oficial da cantora.[17] Lauper afirmou que o show se concentraria majoritariamente no som de blues de seu álbum mais recente, ao lado de seus sucessos anteriores.[18]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 2.5 de 5 estrelas.[19]
New York Post 3.5 de 4 estrelas.[20]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas.[21]

O álbum recebeu críticas mistas dos críticos de músicas, sendo avaliado com 45/100 pelo Metacritic.[22] Thom Jurek do site AllMusic deu ao álbum duas estrelas e meia de cinco e escreveu que embora a voz da cantora continuasse ótima, o álbum tem apenas alguns "bons momentos", o que para ele foi um desperdício de oportunidade para o retorno triunfal que a cantora merecia.[19] O New York Post deu ao álbum três estrelas e meia de cinco, definiu o álbum como "estelar" e escolheu a canção "Early in the Mornin'" como a melhor faixa do disco.[20] O mesmo jornal elegeu o álbum como o sétimo melhor disco de 2010.[3] Melissa Maerz, da revista Rolling Stone, deu ao álbum três estrelas e meia de cinco e escreveu que "Memphis Blues é uma "bola curva", mas esse é o seu charme."[21] Além das boas críticas, o álbum foi indicado ao 53º Grammy Awards, na categoria Best Traditional Blues Album.[2]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Memphis Blues estreou no número um na parada de blues da Billboard, dos Estados Unidos, e no número 26 na Billboard 200, vendendo modestas 16,000 cópias em sua primeira semana.[23] O álbum tem a terceira melhor colocação de Lauper na Billboard 200 de toda a carreira da cantora, atrás apenas de seus dois primeiros lançamentos, She's So Unusual e True Colors.[24] O álbum permaneceu em primeiro lugar na parada de blues da Billboard por treze semanas, e no total, permaneceu por 40 semanas, ao todo foram vendidas 76.000 cópias nos Estados Unidos até maio de 2016.[25] Em 2011, foi premiado com um disco duplo de prata pela Independent Music Companies Association (IMPALA), por atingir vendas de 40.000 cópias em toda a Europa.[26]

Sete canções do álbum apareceram no Top 25 da parada de canções digitais de Blues da Billboard, incluindo "Crossroads" em número um.[27]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

  • Créditos retirados das notas contidas no encarte de Memphis Blues, de 2010.[28]
  1. "Just Your Fool" (feat. Charlie Musselwhite) (Marion Walter Jacobs)
  2. "Shattered Dreams" (feat. Allen Toussaint) (Lowell Fulsom, Washington Ferdinand)
  3. "Early in the Mornin" (feat. Allen Toussaint & B.B. King) (Leo Hickman, Louis Jordan, Dallas Bartley)
  4. "Romance in the Dark" (Lil Green) (Roxanne Seeman & Philipp Steinke)
  5. "How Blue Can You Get?" (Jonny Lang) (Jane Feather)
  6. "Down Don't Bother Me" (feat. Charlie Musselwhite) (Albert King)
  7. "Don't Cry No More" (Don Robey)
  8. "Rollin' and Tumblin'" (feat. Ann Peebles) (Traditional) (Muddy Waters)
  9. "Down So Low" (Tracy Nelson)
  10. "Mother Earth" (Memphis Slim) (feat. Allen Toussaint) (Peter Chatman)
  11. "Crossroads" (feat. Jonny Lang) (Robert Johnson)
  12. "Wild Women Don't Get the Blues" [Amazon.com MP3 e faixa bônus do Brasil]
  13. "I Don't Want to Cry" (feat. Leo Gandelman) [faixa bônus do Brasil]

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. AllMusic Guide: Blues Allmusic.com. Consultado em 8 de setembro de 2021.
  2. a b «Artist: Cyndi Lauper». Grammy.com. Consultado em 2 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 26 de julho de 2021 
  3. a b Aquilante, Dan (12 de dezembro de 2010). «Top 10 albums». New York Post. Consultado em 8 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2014 
  4. Miguel, Antônio Carlos (20 de janeiro de 2011). «Cyndi Lauper volta ao Brasil renovada pelo passado» [Cyndi Lauper back to Brazil renewed by the past]. O Globo. Rio de Janeiro. OCLC 24111258 
  5. Cyndii Lauper - Memphis Blues Cdjapan.co.jp. Consultado em 8 de setembro de 2021.
  6. Reighly, Kurt B (29 de abril de 2010). «Cyndi Lauper's Latest True Color? Blues». queersighted.com. Queer Sighted. Cópia arquivada em 5 de maio de 2010 
  7. a b Soeder, John (29 de junho de 2010). «Cyndi Lauper promotes new blues album with concert at House of Blues». cleveland.com. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2021 
  8. «Cyndi on Late Show with David Letterman». Cyndilauper.com. Consultado em 25 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 7 de julho de 2012 
  9. «Cyndi appearances this week». Cyndilauper.com. Consultado em 25 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 10 de julho de 2012 
  10. «Cyndi Lauper on The Early Show». Cyndilauper.com. Consultado em 25 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 10 de julho de 2012 
  11. «Cyndi & Jonny Lang on the Tonight Show». Cyndilauper.com. Consultado em 15 de setembro de 2010. Cópia arquivada em 9 de julho de 2012 
  12. «Cyndi Lauper Defends Lady Gaga's Gun Breasts On 'The Joy Behar Show'». Idolator. Consultado em 8 de setembro de 2021 
  13. «Cyndi Lauper Defends Lady Gaga's Gun Breasts On 'The Joy Behar Show'». Idolator. Consultado em 8 de setembro de 2021 
  14. «LAUPER & LANG SING THE BLUES The Howard Stern Show for June 22, 2010». Consultado em 20 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 21 de março de 2013 
  15. «Learn More About Cyndi Lauper and We Give a Damn». Ellen.warnerbros.com. Consultado em 8 de setembro de 2021 
  16. «Cópia arquivada». Consultado em 21 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 22 de agosto de 2010 
  17. Hall, Tara (5 de abril de 2010). «Cyndi Lauper expands summer trek». SoundSpike. Consultado em 8 de agosto de 2011. Arquivado do original em 8 de agosto de 2011 
  18. Franklin, Kelly-Ann (8 de dezembro de 2010). «Cyndi Lauper brings her Memphis Blues tour to the MGM Grand at Foxwoods». Norwich Bulletin. Consultado em 8 de agosto de 2011. Arquivado do original em 8 de agosto de 2011 
  19. a b Jurek, Thom. «"Cyndi Lauper: Memphis Blues > Review"». AllMusic. Consultado em 8 de setembro de 2021 
  20. a b Aquilante, Dan (22 de junho de 2010). «Her true colors may be blues». New York Post. News Corporation. ISSN 1090-3321. Consultado em 11 de outubro de 2011 
  21. a b Maerz, Melissa (21 de junho de 2010). «Cyndi Lauper: Memphis Blues». Straight Arrow. Rolling Stone. ISSN 0035-791X. Consultado em 11 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 23 de outubro de 2016 
  22. «Critic Reviews for Memphis Blues». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 5 de novembro de 2017 
  23. «Cindy Lauper: a noite em que o blues se sobrepôs ao pop dos anos oitenta». Nonada.com.br. 24 de janeiro de 2013. Consultado em 30 de julho de 2016 
  24. a b Erlewine, Stephen Thomas. «Cyndi Lauper». AllMusic. Arquivado do original em 31 de julho de 2013 
  25. «Upcoming Releases». Hits Daily Double. HITS Digital Ventures. Cópia arquivada em 5 de maio de 2016 
  26. «IMPALA announces Europe's best selling independent artists». Independent Music Companies Association. Cópia arquivada em 11 de setembro de 2017 
  27. Trust, Gary. «Chart Beat Thursday: Eminem, Jason Derulo, Cyndi Lauper». Billboard.com. Consultado em 10 de julho de 2010 
  28. (2010) Créditos do álbum Memphis Blues por Cyndi Lauper [CD]. Estados Unidos: Downtown Music; Mercer Street (DWT70166).
  29. Longplay-Chartverfolgung at Musicline (em alemão). Musicline.de. Media Control.
  30. «The ARIA Report Week Commencing 25 April 2011 - Issue #1104» (PDF). pandora.nha.gov.au. Australian Recording Industry Association. Consultado em 24 de setembro de 2015 
  31. Cyndi Lauper – Memphis Blues (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien.
  32. Cyndi Lauper – Memphis Blues (em francês). Ultratop.be. Hung Medien.
  33. Cyndi Lauper Chart History (Canadian Albums) (em inglês). Billboard.
  34. Cyndi Lauper Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Cyndi Lauper. Prometheus Global Media.
  35. «Cyndi Lauper». Billboard. Consultado em 20 de maio de 2021 
  36. a b Cyndi Lauper Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Independent Albums para Cyndi Lauper. Prometheus Global Media.
  37. «Cyndi Lauper». Billboard. Consultado em 20 de maio de 2021 
  38. «Cyndi Lauper». Billboard. Consultado em 20 de maio de 2021 
  39. Cyndi Lauper – Memphis Blues (em francês). Lescharts.com. Hung Medien.
  40. «Cyndi Lauper - Memphis Blues». greekcharts.com. Consultado em 11 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 31 de março de 2012 
  41. «Highest position and charting weeks of Memphis Blues by Cyndi Lauper». Oricon Style (em japonês). Consultado em 16 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 24 de outubro de 2012 
  42. «2010 Top 40 Independent Albums Archive: 16th October 2010». Official Charts Company. Consultado em 11 de outubro de 2011 
  43. «Chart Log UK 1994-2010 DJ Steve L. – LZ Love». Dipl.-Bibl.(FH) Tobias Zywietz. Consultado em 24 de setembro de 2015 
  44. Cyndi Lauper – Memphis Blues (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien.