Men in Black III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Men in Black III
Homens de Negro 3 (PT)
MIB³ - Homens de Preto 3 (BR)
Pôster de divulgação.
 Estados Unidos
2012 • cor • 106 min 
Direção Barry Sonnenfeld
Produção Walter F. Parkes
Laurie MacDonald
Coprodução Joyce Cox
Produção executiva Steven Spielberg
G. Mac Brown
Roteiro Etan Cohen
Baseado nos quadrinhos de Malibu por Lowell Cunningham
Elenco Will Smith
Tommy Lee Jones
Josh Brolin
Jemaine Clement
Michael Stuhlbarg
Emma Thompson
Género Ação, ficção científica
Idioma Inglês
Música Danny Elfman
Direção de fotografia Bill Pope
Efeitos especiais Cantina Creative
Sony Pictures Imageworks
Pixel Magic
Figurino Mary Vogt
Edição Don Zimmerman
Estúdio Amblin Entertainment
Hemisphere Media Capital
P+M Imagenation
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 25 de maio de 2012
Brasil 25 de maio de 2012
Orçamento US$ 215 milhões[1]
Receita US$ 623.862.476[2]
Cronologia
Último
Último
Men in Black II
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Men in Black III, ou MIB3 (no Brasil, MIB³ - Homens de Preto 3, em Portugal Homens de Negro 3), é um filme estadunidense de 2012, de ação e ficção científica, dirigido por Barry Sonnenfeld e estrelando Tommy Lee Jones e Will Smith. É a continuação do filme Men in Black II, dez anos após seu lançamento, com Josh Brolin e Jemaine Clement, e Barry Sonnenfeld volta como diretor e Steven Spielberg como produtor executivo. É o terceiro filme da Columbia Pictures baseado na popular série Men in Black da Malibu Comics (pertencente à Marvel Comics), criada por Lowell Cunningham. É também o primeiro filme de Will Smith como protagonista em mais de três anos.[3] As filmagens começaram em Nova Iorque em 16 de novembro de 2010. Assim como nos dois filmes anteriores, a atração passa em Manhattan, Nova York.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

16 de julho de 1969, o Agente K (Tommy Lee Jones) prendeu Boris o Animal ou como ele diz - " É só Boris " - (Jemaine Clement) em Cabo Canaveral, na Flórida antes de configurar o escudo ArcNet, que protegia a Terra de uma invasão dos bogloditas, a raça de Boris, que destruiria o planeta. Mais de 40 anos depois, Boris foge da prisão Lunar Max na Lua e chega na Terra, com a intenção de vingar-se de K - que tirou seu braço esquerdo durante sua prisão. Depois de investigar um acidente de nave espacial, em Nova York, K deduz que Boris tenha saído da prisão, e ele se arrepende de não tê-lo matado em 1969.

No dia seguinte, o agente J (Will Smith) percebe que K não está mais em seu apartamento. Ele chega na sede da MIB e descobre que K está morto há mais de 40 anos. A agente O (Emma Thompson),torna-se a nova chefe da MIB após a morte do agente Zed.Logo depois em uma conversa com o Agente J,a Agente O deduz que houve uma fratura no espaço-tempo continuum com base no desejo insaciável de J de tomar achocolatado para aliviar suas dores de cabeça. J chega à conclusão de que Boris adquiriu um dispositivo de viagem no tempo e viajou de volta para 1969 para matar K, resultando em uma inevitável invasão da Terra, devido à ausência do ArcNet. J vai até Obadias Prince (Lanny Flaherty), um negociante do mercado negro que vendeu o dispositivo de viagem no tempo para Boris, e adquire o seu próprio. Como o dispositivo de viagem no tempo precisa de uma certa quantidade de velocidade para ser ativado, J salta do prédio da Chrysler para fazer a viagem no tempo. Ele viaja a 15 de julho de 1969 - um dia antes do incidente envolvendo Boris e o Agente K.

Ao voltar no tempo, J viaja para Coney Island, sabendo que Boris estará cometendo um assassinato com base no relatório do incidente original que ele acessou de então. No entanto, o jovem de K (Josh Brolin) e o ameaça com um neuralizador. No último segundo, J convence K para parar o processo quando ele revela a verdade de sua missão. Eles eventualmente trabalham juntos para seguir a trilha de Boris. As pistas os levam a um estrangeiro previdente chamado Griffin (Michael Stuhlbarg), que está com o ArcNet. Sendo capaz de prever acontecimentos futuros, Griffin fala que Boris está chegando ao local e foge dali.

Com base nas pistas deixadas por eles, os agentes localizam Griffin, que lhes dá um escudo que tem que ser colocado sobre o lançamento do foguete Apollo 11 em menos de seis horas. Ao chegar no Cabo Canaveral, os dois agentes e Griffin são rapidamente presos por policiais militares. O coronel (Mike Colter), no entanto, permite que os dois agentes sigam com a sua missão depois que Griffin usa seu poder premonitório para lhes mostrar "o quão importante eles são". O coronel compartilha uma longa olhada com Griffin, o seu comportamento imediatamente suaviza, e ele parece ter um interesse mais pessoal para auxiliar os agentes J e K em sua missão. A razão para isto é revelado pouco tempo depois.

J e K chegam à plataforma de lançamento, mas são confrontados separadamente pelos Boris de 1969 e o do futuro. Boris atinge J com os seus espinhos, J pula da plataforma e usa a máquina do tempo para viajar de volta para o começo da luta e evita os espinhos antes de empurrar o criminoso fora da plataforma para os gases de escape de fogo do foguete. Entretanto, como o Boris do passado e K ainda estavam lutando, ele rompe uma mangueira de abastecimento, fazendo com que um spray de nitrogênio líquido congele o braço esquerdo de Boris e o quebre. K, em seguida, com êxito coloca o ARCnet sobre o foguete, que implanta depois de atingir a atmosfera da Terra. O coronel fica satísfeito com K, que por sua vez, o convida para juntar-se a agência. No entanto Boris emerge da câmara de explosão e mata o coronel antes que ele se transforme em sua verdadeira forma estranha só para ser desintegrado por K dentro de segundos. Um garoto chamado James (Cayen Martin) sai de uma van militar perto de sua localização à procura de seu pai. Ele puxa o relógio do bolso e é revelado que no início do filme tinha sido transmitido ao Agente J por seu pai. Isso revela James para ser Agente J como um menino e o coronel para ser seu pai. O jovem James está lentamente hipnotizado por K, enquanto o agente J mais velho olha com tristeza a uma distância de percepção de que ele só viu seu própio pai morrer e que o agente K suavizou o trauma de James. Especificamente, K neuraliza o jovem J / James, dizendo-lhe que seu pai era um herói e um grande homem, então anda com ele ao longo da praia segurando sua mão.

J retorna aos dias de hoje, onde ele se encontra com seu parceiro no restaurante habitual. Lá, ele mostra á K o relógio de bolso de seu pai. O agente, em troca, lhe diz que ele foi uma honra tê-lo encontrado naquele dia fatídico. Ao sair da lanchonete, Griffin diz ao espectador que tudo está bem com o mundo, exceto por um inevitável impacto de um asteróide na Terra, pois K esqueceu de deixar uma gorjeta. Mas quando K retorna para deixar sua gorjeta, o asteróide se choca com um satélite, evitando assim a catástrofe.[4]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Will Smith fez a proposta do filme para o diretor Barry Sonnenfeld durante as filmagens de Men in Black II de 2002, Smith sugeriu que seu personagem, o Agente J, viajasse de volta no tempo para salvar seu parceiro, o agente K, enquanto ao mesmo tempo a explorava o passado do agente. Sonnenfeld disse que a ideia "acabou por ser um processo muito longo de desenvolvimento, principalmente por causa das questões de viagem no tempo...[5]

O filme foi anunciado pela primeira vez em 1 de abril de 2009, pelo presidente da Sony Pictures Entertainment, Rory Bruer durante uma apresentação de Sony ShoWest.[6] Em outubro de 2009, Etan Cohen tinha sido contratado para escrever o roteiro. [7] Em maio de 2010 Sonnenfeld confirmou o retorno dos protagonistas interpretado por Tommy Lee Jones e Smith.[8] Outros inclui Walter F. Parkes e Laurie MacDonald como produtores, com Steven Spielberg como produtor executivo, todos eram produtores dos dois filmes anteriores. [9]

Em julho de 2010, o escritor David Koepp foi contratado para reescrever o roteiro de Etan Cohen, mas os trechos de viagens no tempo não ficaram legais segundo os produtores do filme. Então, um terceiro escritor, Jeff Nathanson, foi contratado em novembro de 2010 para reescrever o segmento de viagens no tempo do roteiro em que a história se passa em 1969. [10] .

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens foi dividida em duas partes, a primeira a ter lugar a partir de novembro até cerca de Natal de 2010, os cineastas anunciaram que iriam começar de novo em meados de fevereiro de 2011, mas foi adiada até abril, Sonnenfeld inicialmente afirmou que ele seria rodado em 3D, mas depois decidiu filmar o longa em 2D e converter para 3D durante a edição. [11]

É a primeira vez em que o cão "Frank the Pug" estava ausente em "Men In Black", bem como Jeebs, Chef Zed ou Jack. Zed está escrito no roteiro do longa como tendo morrido na sede da MIB. E um retrato de Frank também pode ser visto no apartamento do Agente J, enquanto ele esta jogando vídeo game.[12]

Referências

  1. Ronald Grover e Lisa Richwine (28 de maio de 2012). "Men in Black" sequel powers past "Avengers" (em inglês). Reuters. Página visitada em 14 de junho de 2012.
  2. MIB 3 (2012) (em inglês). Box Office Mojo. Página visitada em 14 de junho de 2012.
  3. Curiosidades de Homens de Preto 3 no AdoroCinema. Página visitada em 25-5-2012
  4. Cinema10. Men In Black 3. Enredo. Página visitada em 4 de outubro de 2012
  5. contactmusic.com Will Smith - Will Smith originou Men in Black 3. ARQUIVADA. Página visitada em 4 de outubro de 2012
  6. Devindra Hardawar. Men in Black 3 Script in the Works by Tropic Thunder Writer Etan Cohen (SlashFilm). Página visitada em 4 de outubro de 2012
  7. Jennifer Vineyard. Barry Sonnenfeld on Men In Black III, Working With Will Smith, and Time Travel (Vulture). Página visitada em 4 de outubro de 2012
  8. Roger Friedman. "Homens de Preto 3-D" estará com os mesmos protagonistas (ShowBiz411). Página visitada em 4 de outubro de 2012
  9. Lisa Horowitz. 'Homens de Preto III' = 25 de maio de 2012 - em 3D (TheWrap). Página visitada em 4 de setembro de 2012
  10. Steven Zeitchik. Here comes the 'Men in Black' hiatus (TheEnvelope). ARQUIVADO. Página visitada em 4 de outubro de 2012
  11. Homens de Preto 3, filme gravado normal, e convertido na edição para 3D. Página visitada em 4 de outubro de 2012
  12. Pablo Villaça. Crítica de em Men in Black 3 (Cinema em Casa). Página visitada em 4 de outubro de 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]