Menandro Protetor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Menandro Protetor
Nome completo Menandro Protetor
Nascimento
Constantinopla
Nacionalidade Império Bizantino

Menandro Protetor (também Menandro, o Guardião ou Menandro, o Bizantino) foi um historiador bizantino nascido em Constantinopla em meados do século VI. O pouco que se sabe de sua vida está contido em seu próprio registro citado no Suda. A princípio começou a estudar direito, mas abandonou-o por uma vida de prazeres. Quando suas fortunas estavam baixas, o patrocínio concedido à literatura pelo imperador Maurício I (r. 582–602), em cuja corte ele foi um oficial militar (daí o epíteto protetor, que denota sua função militar), encorajou-o a tentar escrever história.

Ele tomou como modelo Agátias que como ele tinha sido um jurista, e sua história começou no ponto em que Agátias parou. Ele abrange o período da chegada dos Cutrigures à Trácia durante o reinado de Justiniano (r. 527–565) em 558 até a morte do imperador Tibério II em 582. Consideráveis fragmentos de seu trabalho estão preservados nos Exerpts de Constantino VII Porfirogênito e na Suda. Embora o estilo seja algumas vezes bombástico, ele é considerado confiável e é uma das mais valorizadas autoridades para a história do século VI, especialmente em assuntos geográficos e etnográficos. Ele foi testemunha ocular de alguns dos eventos que descreve. Como Agátias, ele escreveu epigramas, um dos quais, sobre um mago persa que converteu-se ao cristianismo e morrer como mártir, e que está preservado na Antologia Grega (i.101).

Referências[editar | editar código-fonte]

Os fragmentos podem se encontrados em:

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Roger Blockley: The History of Menander the Guardsman. Liverpool 1985.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]