Menhit

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Menhit
Menhit à esquerda com Quenúbis, à direita, mostrado na parede externa do templo de Esna.
Outros nomes Menchit
Nascimento
adorada em Esna, Alto Egito
Cônjuge Onúris (alguns mitos), Quenúbis
Filho(s) Heka

Na mitologia egípcia, Menhit (também escrito Menchit) é uma deusa estrangeira da guerra.

Quando incluída entre as divindades egípcias, se tornou a contraparte feminina de Onúris. Diz-se que teria vindo da Núbia com Onúris, que tinha sido seu colega e marido lá.

Devido aos seus atributos agressivos e pelos métodos de caça utilizados pelas leoas, a maior parte das coisas relacionadas à guerra no Egito eram descritas como "leonina"; Menhit era descrita como uma deusa-leoa.

Também recebia crédito por avançar à frente dos exércitos egípcios e cortar seus inimigos com flechas de fogo. Menhit se dizia esposa de Quenúbis e mãe de Heka.

Como o centro de seu culto foi em direção à fronteira sul do Egito, no Alto Egito, tornou-se fortemente identificado com Sacmis , que era originalmente a deusa-leoa da guerra para o Alto Egito. Após a unificação dos dois reinos egípcios, começou a ser considerada simplesmente um outro aspecto de Sacmis.