Menometrorragia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Menometrorrhagia
Ciclo menstrual
Classificação e recursos externos
CID-10 N92.1
CID-9 626.2
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Menometrorragia (Do grego antigo, meno-, mês; mētra, útero, + -rrhagia, fluxo excessivo) é um transtorno ginecológico caracterizado por frequentes sangramentos uterinos prolongados (mais de 8 dias) ou excessivos (mais de 80ml) em períodos irregulares. [1]Logo, uma metrorragia(sangramento uterino excessivo fora do período menstrual) e menorragia (sangramento excessivo durante a menstruaçao) simultaneamente. Afeta até 24% das mulheres entre 40 e 55 anos (perimenopausa).[2]

Causas[editar | editar código-fonte]

Existem diversas possíveis causas[3]:

As causas sao as mesmas das menorragia e de metrorragia, frequentemente indicando casos mais graves.

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Um ciclo menstrual normal é de 21-35 dias de duração, com sangramento com duração média de 5 dias e fluxo sanguíneo total entre 25 e 80 mL. Na menometrorragia o fluxo menstrual total é mais de 80ml por ciclo, suficiente para enxarcar um tampão em menos de 2 horas ou dura mais de 8 dias. Ocorre tanto durante a menstração quanto fora do período do menstrual.[5]

Dor cólica abdominal fora do período menstrual indica tumor uterino ou ovárico. Aumento da quantidade de pelos e acne indicam problemas endócrinos. Sintomas prémenstruais indicam que é ovulatório.[6]

Podem complicar com anemia ferropênica, dismenorreia dolorosa e infertilidade.[3]

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

O diagnóstico começa com exames para investigar uma possível gravidez ou câncer de útero, enquanto que as investigações envolvem analisar o útero com ultrassom com instilação de solução salina, histeroscopia, biópsia ou/e ressonância magnética para detectar problemas estruturais e hormonais. Exames do tempo de coagulação, como tempo de protrombina, também são recomendados.[3]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

No útero menometrorrágico, inibidores de tromboxano (prostaciclinas) são produzidos em grandes quantidades. Os Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) como diclofenaco e buspirona impedem a formação adicional de prostaciclinas promovendo assim a função dos tromboxanos e diminuindo o fluxo de sangrado menstrual. Também servem como analgésicos.[7]

Moduladores Seletivos dos Receptores de Progesterona (SPRM) atuam nos vasos sanguíneos do útero diminuindo o fluxo sanguíneo menstrual sem afetar os fatores angiogênicos e composição da matriz extracelular. [8]

Terapia hormonal podem ser feitos com contraceptivos orais ou intravenosos de estrógeno ou progesterona. Essa opção é contraindicada em caso de alto risco de câncer, trombose ou em caso de insuficiência hepática.

Em alguns casos é recomendado cirurgia para remover tumores, fazer dilatação e curetagem ou ablação do endometrio. Esses tratamentos são temporários e com risco considerável de reincidência. Em mulheres que não querem ter mais filhos ou com alto risco de câncer pode-se optar por remover parte ou todo o útero (histerectomia).[9]

Referências

  1. men·o·me·tror·rha·gi·a. Farlex Partner Medical Dictionary © Farlex 2012
  2. Donnez, J. (2011). "Menometrorrhagia during the premenopause: An overview". Gynecological Endocrinology. 27: 1114–1119. [1]
  3. a b c Menometrorrhagia. http://emedicalhub.com/menometrorrhagia/
  4. Hall JE & Nieman LK, Handbook of Diagnostic Endocrinology, Humana Press Inc. 2003, p 314
  5. Munro, Malcolm G.; Critchley, Hilary O. D.; Broder, Michael S.; Fraser, Ian S. (2011-04-01). "FIGO classification system (PALM-COEIN) for causes of abnormal uterine bleeding in nongravid women of reproductive age". International Journal of Gynecology & Obstetrics. 113 (1): 3–13. doi:10.1016/j.ijgo.2010.11.011. ISSN 1879-3479. PMID 21345435.
  6. Janet A. Staessen, MD, PhD. Menorrhagia. ArmMed Media 2011. http://www.health.am/gyneco/more/menorrhagia/
  7. Menorrhagia Treatment. http://emedicine.medscape.com/article/255540-medication#2
  8. Current and future medical treatments for menometrorrhagia during the premenopause. http://informahealthcare.com/doi/abs/10.3109/09513590.2012.638754
  9. Boston Scientific. Heavy Menstrual Bleeding. http://www.bostonscientific.com/en-US/health-conditions/heavy-menstrual-bleeding.html