Menu Iniciar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Menu Iniciar começou sendo um programa chamado Gestor de Aplicações (português europeu) ou Gerenciador de Programas (português brasileiro) que vinha em conjunto com o Windows 3.11. No Windows 95 o Menu Iniciar virou uma tela de atalhos básicos para as aplicações mais comuns, ele se manteve em todas as edições do Windows exceto no Windows 8, e passou a ser aprimorado no Windows XP onde exibia uma lista dos programas abertos mais recentemente. No Windows Vista passou a conter uma busca rápida que permitia a localização de aplicativos instantaneamente. Hoje em dia, o Menu Iniciar está presente em quase todos os Sistemas Operacionais, o Linux e o MAC, por exemplo. Tradicionalmente, o Menu Iniciar fornece uma lista personalizada de programas para o usuário para começar, e uma lista de documentos abertos recentemente, uma forma de encontrar arquivos e obter ajuda e acesso à configuração do sistema.

Este recurso foi removido no Windows 8, e foi substituído por "Tela Inicial", baseado fora da interface "Metro UI".

Menu Iniciar do Windows 10