Mercedes Aráoz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mercedes Aráoz
Primeira-ministra do Peru
Período 17 de setembro de 2017
até 2 de abril de 2018
Presidente Pedro Pablo Kuczynski
Martín Vizcarra
Antecessor Fernando Zavalla
Sucessor César Villanueva
2.ª Vice-presidente do Peru
Período 28 de julho de 2016
até atualidade
Antecessor Omar Chehade Moya
Vice-presidente do Peru
Período 23 de março de 2018
até 02 de outubro de 2019
Antecessor Martín Vizcarra
Dados pessoais
Nome completo Mercedes Aráoz Fernández
Nascimento 5 de agosto de 1961 (58 anos)
Lima, Peru
Alma mater Universidade de Miami

Universidade do Pacífico

Partido Peruanos Por el Kambio (até 2019)

APRA (até 2010)

Profissão economista

Mercedes Aráoz Fernández (Lima, 5 de agosto de 1961) é uma economista, professora universitária e política peruana, tendo sido membra do partido Peruanos Por el Kambio até 2019.[1] Durante os governos de Alan García e Pedro Pablo Kuczynski, ela desempenhou diversos cargos, como os de: 2.º Vice-presidente do Peru (2016–2019), Presidente do Conselho de Ministros, mais conhecido como Primeiro-ministro do Peru (2017–2018), Ministra do Comércio Exterior e Turismo (2006–2009), Ministra de Produção (2009) e Ministra de Economia e Finanças (2009–2010).[2][3][4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mercedes estudou economia na Universidade do Pacífico, e em seguida obteve um mestrado em Economia pela Universidade de Miami, instituição onde também realizou os estudos de doutoramento em economia. Na vida acadêmica, é professora e foi coordenadora do Mestrado em Finanças na Escola de Pós-Graduação da Universidade do Pacífico.[5]

Em 28 de julho de 2006, foi nomeada Ministra do Comércio Exterior e Turismo do Peru pelo presidente Alan García. Durante seu mandato, recebeu e continuou as negociações para um Tratado de Livre Comércio com os Estados Unidos.[6] Entre as conquistas de sua gestão no setor de turismo, destaca-se a campanha para reconhecer Machu Picchu entre as Novas Maravilhas do Mundo.[7]

Em novembro de 2011, foi nomeada como representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento no México, cargo que ocupou até 2015.

Em 17 de setembro de 2017, tomou posse como primeira-ministra em uma cerimônia presidida pelo presidente Pedro Pablo Kuczynski.

Referências

  1. Tiempo, Casa Editorial El; Internacional*, Redacción (2 de outubro de 2019). «¿Quién es Mercedes Aráoz, la que renunció a ser 'presidenta' de Perú?». ElTiempo (em spanish). Consultado em 3 de outubro de 2019 
  2. Vices de Kuczynski descartam renúncia no Peru.Gazeta do Povo. Acesso 21 de dezembro de 2017.
  3. «Perfil | Mercedes Aráoz: Ella es la nueva presidenta en funciones, según el Congreso». rpp.pe (em espanhol). Consultado em 3 de outubro de 2019 
  4. Peru21, Redacción (17 de setembro de 2017). «Esta es la hoja de vida de Mercedes Aráoz, la próxima premier». Peru21 (em espanhol). Consultado em 3 de outubro de 2019 
  5. «Universidad del Pacifico». Consultado em 21 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 28 de março de 2016 
  6. «TLC - Tratado de Libre Comercio Perú - Estados Unidos». Cópia arquivada em 20 de agosto de 2010 
  7. «Machu-Picchu-Es-Una-De-Las-Siete-Nuevas-Maravillas — Noticias — Universia Perú» 
Precedida por:
Martín Vizcarra
Vice-presidente do Peru
2018 – 2019
Sucedida por:
Vacante
Precedida por:
Fernando Zavalla
Primeira-ministra do Peru
2017 – 2018
Sucedida por:
César Villanueva