Merrick (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merrick
Autor(es) Anne Rice
Idioma inglês
País Estados Unidos
Género Terror
Série Crônicas Vampirescas
Editora Alfred A. Knopf
Lançamento 17 de outubro de 2000
Páginas 307
ISBN ISBN 0679454489 (edição em capa-dura)
Cronologia
The Vampire Armand
Blood and Gold

Merrick (2000) é o sétimo livro da série Crônicas Vampirescas da escritora Anne Rice. Este livro reúne os vampiros e as bruxas Mayfair.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O livro traz novamente os personagens Louis, Lestat e David. Eles são seguidos pela bela bruxa Merrick Mayfair, uma integrante do clã Mayfair, com Julien Mayfair como um de seus antepassados. Ela conheceu David quando ele era um mortal, e membro da Ordem de Talamasca. É por meio de David, que Louis procura a ajuda de Merrick para ressuscitar o espírito de Claudia.

Este romance é um importante ponto de viragem para Louis, depois de falar com o espírito de Claudia, chamado por Merrick, e recebendo duras palavras do espírito que só confirmam o que o diário encontrado no apartamento do Bairro Francês, que era dividido por Louis, Lestat, e Claudia, por Jesse como narrado em Queen of the Damned (o diário foi mantido no cofre da Ordem de Talamasca e recuperado por Merrick), ele tenta cometer suicídio, deixando-se cozer ao sol, mas ele não queima completamente. Os outros vampiros, incluindo Merrick, David e Lestat, encontram-no e restaurá-no regando-o com seus sangues sobrenaturais.

A maior parte do romance é uma longa recapitulação detalhando as aventuras de David e Merrick. Os leitores encontram a irmã maléfica de Merrick, Honey Isabella ou Honey in the Sunshine; a mãe de Merrick, Cold Sandra; e a Grande Nananne, uma bruxa poderosa, cuja presença é suficiente para assustar e incutir o respeito em David Talbot.

Uma notável aventura envolve uma viagem à América Central, que Merrick é obrigada a empreender por sonhos de Oncle Vervain (ou é assim que ela acha). Merrick e David encontram uma caverna onde Matthew tinha contraído uma doença fatal. David é surpreendido com a maldade dos espíritos na caverna e conjectura que eles estão protegendo alguns grande tesouro. Merrick adianta-se a ele e encontra o tesouro: uma bela máscara de jade. Ao olhar através dessa máscara, pode-se ver espíritos etéreos, como se estivessem incorporados. Os dois talamascanos veem um espírito misterioso que se assemelha a um padre. David então cai mortalmente doente, embora Merrick não. Os dois escapam da caverna traiçoeira, com David ficando mais fraco a cada momento; ele é levado de hospital para hospital, e é mais tarde, curado da doença.

No final do livro, Merrick revela seu grande esquema. Foi ela quem, desde o início, havia usado a sua magia poderosa para atrair David e Louis inexoravelmente em direção a ela para que ela pudesse receber o Dom Negro do vampirismo.

Porque Lestat (juntamente com Louis) deram a Merrick o seu sangue, os anciãos da Talamasca ameaçam entrar em guerra com os vampiros. David Talbot tenta acalmá-los com uma carta final, advertindo que a inimizade de Lestat é mais do que a sociedade Watcher poderia segurar. Ele escreve: "Vocês fizeram de vocês mesmos um adversário interessante para alguém que adora desafios, e que irá exigir que todos da minha influência considerável para protegê-los individual e coletivamente do desejo ávido que vocês tão insensatamente despertaram".

Este romance baseia-se em uma declaração por David Talbot em Pandora, que os poderes dos vampiros recentemente evoluíram para incluir os poderes psíquicos dos humanos do qual eles foram criados. Anteriormente, foi dito que os poderes de uma bruxa estavam perdidos quando de sua transformação em um vampiro (decorrentes da narração da história de Maharet de sua irmã em Queen of the Damned, onde ela afirma que, embora elas já não podem ver os espíritos, elas por vezes ainda veem fantasmas). No entanto, os poderes sobrenaturais humanos de Merrick permanecem intactos na sua forma de vampiro.