Mesteirais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mesteres, em pleno sentido da palavra designa o aprendizado de um artesão, de um ofício ou arte. Num sentido mais abrangente, identifica uma função ou atividade. Dentro do ponto de vista histórico, enquadrado na História portuguesa, este termo aplica-se aos dois sentidos, conforme a época em que é usado.

A própria palavra deriva do vocábulo latino ministerium, que significa função, ofício.

Contudo, este termo designa, na sociedade portuguesa medieval, um grupo de artesãos ligados entre si por uma certa postura corporativista, profissional e organizada, dentro de trabalhos mecanizados, artesanais, também chamado de corporação de ofício. No decorrer do século XV, este termo é aplicado não só aqueles que das mãos fazem seu trabalho, como também todos os outros grupos que exercem uma função ou executam uma profissão, como por exemplo, os juristas. Nesta acepção moderna, é muito usado como sinônimo o galicismo métier, que tem a mesma origem.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SERRÃO, Joel, "Dicionário de História de Portugal", Vol. IV, pp.282-3.


Faltam mais informações

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.