Metonímia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Metonímia (do grego μετωνυμία, transl. metonymía, 'além do nome' ou 'mudança do nome') é uma figura de linguagem que consiste no emprego de uma palavra fora do seu contexto semântico normal, dada a sua contiguidade (e não a similaridade) material ou conceitual com outra palavra. Trata-se de uma substituição lógica de um termo por outro, mantendo-se todavia uma proximidade entre o sentido de um termo e o sentido do termo que o substitui.[1]

Na metonímia, um termo substitui outro não porque a nossa sensibilidade estabeleça uma relação de semelhança entre os elementos que esses termos designam (caso da metáfora), mas porque existe, de fato, uma relação de contiguidade entre o sentido de um termo e o sentido do termo que o substitui.

Muitos gramáticos consideram a sinédoque como uma variedade de metonímia[2] em que ora se toma a parte pelo todo, ora o todo pela parte.[3]

Alguns tipos de metonímia[editar | editar código-fonte]

Na relação metonímica ocorre substituição de:[4][5]

  • matéria por objeto → "Lavou os cristais da avó antes de usá-los no jantar " ('cristais' por 'copos de cristal')
  • parte pelo todo → "Enormes chaminés dominam os bairros operários" ('chaminés' por 'fábricas')
  • pessoa por coisa:
    • autor pela obra→ "Adora Brahms" (Brahms por 'a obra de Brahms')
    • proprietário por propriedade → "Ele jantou no Andrade" (Andrade por 'no restaurante do Andrade')
    • morador pela morada → "Passei a tarde lá na tia Anita" (tia Anita por 'casa da tia Anita')
  • continente pelo conteúdo → "Comeu toda a caixa de bombons" ('toda a caixa' por 'todos os bombons contidos na caixa')
  • consequência pela causa → "Respeite os meus cabelos brancos" ('meus cabelos brancos' por 'minha idade')
  • marca pelo produto → "Comprou um Honda" ('Honda' por 'automóvel da marca Honda')
  • símbolo pela coisa simbolizada: "A coroa inglesa foi abalada por recentes escândalos" ('a coroa inglesa' pelo 'governo monárquico inglês').
  • singular pelo plural → "O brasileiro tenta a encontrar uma saída para suportar a crise" (o indivíduo pelo conjunto).

Outros exemplos[editar | editar código-fonte]

"Palácio do Planalto" é usado como um metônimo (uma instância de metonímia) para representar a presidência do Brasil, por ser esse o nome do edifício do governo federal.

"Itamaraty" é usado como um metônimo (uma instância de metonímia) para representar o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, por ser esse o nome do edifício do MRE.

"Casa Rosada" é a metonímia da presidência argentina por ser esse o nome do palácio presidencial.

"Hollywood" é usado como uma metonímia para a indústria do cinema dos Estados Unidos, por causa da fama e identidade cultural de Hollywood, um distrito da cidade de Los Angeles, Califórnia, com a concentração de estúdios de cinema.[6]

Um edifício que abriga a sede do governo ou a capital nacional é muitas vezes usado para representar o governo de um país, como "Westminster" (Parlamento do Reino Unido) ou "Washington" (governo dos Estados Unidos).[7]

Referências

  1. Dicionário Houaiss: "metonímia"
  2. Figuras de linguagem: Metonímia toma a parte pelo todo. Uol, 6 de outubro de 2005
  3. A metonímia e a sinédoque. Por Ricardo Sérgio. Recanto das Letras, 27 de agosto de 2006.
  4. Metonímia. Por Carmen Pimentel. Globo.com
  5. Metonímia. Por Paula Perin dos Santos. Infoescola.
  6. Gibbs, Jr., Raymond W. (1999). "Speaking and Thinking with Metyonymy", in Pattern and process: a Whiteheadina perspective on linguistics, ed. Klaus-Uwe Panther and Günter Radden (em inglês). Amsterdam: John Benjamins Publishing. p. 61–76. ISBN 9027223564. Consultado em 08 de outubro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. Beard, Adrian (2000). The Language of Politics (em inglês). Londres: Routledge. p. 24. ISBN 978-0415201780. Consultado em 08 de outubro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete metonímia.


Linguística

Divisões
Fonética | Pragmática | Fonologia | Morfologia | Sintaxe | Semântica | Lexicologia | Estilística
Tipos de linguística
Antropológica | Cognitiva | Gerativa | Comparativa | Aplicada | Geolinguística | Computacional | Histórica | Neurolinguística | Política linguística | Psicolinguística | Sociolinguística
Artigos relacionados
Preconceito linguístico | Análise do discurso | Aquisição da linguagem | Línguas A e B | Sistema de escrita | Ciência cognitiva | Estruturalismo | Etimologia | Caso gramatical | Figura de linguagem
Família de línguas | Filologia | Internetês | Lista de linguistas | Gramática | Língua de Sinais | Alfabeto | Eurodicautom | Língua e cultura | Semiótica
Atos da fala |