Metrô de Xangai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metropolitano de Xangai
上海轨道交通

Peoples Square Station.jpg

Dados gerais
Nome original 上海軌道交通(tradicional)
上海轨道交通 (simplificado)
Shànghǎi Gǔidào
Jiāotōng(pinyin)
Localização Xangai, China
Tipo Metropolitano
Início das operações 1993
Extensão 548 km
Linhas 14
Estações 338
Tráfego diário 6.7 milhões passageiros/dia
Bitola 1 435 mm
Operador Shanghai Metro
Operation Co, Ltd,
Shanghai Modern
Rail Transit Co, Ltd.
Proprietário Shanghai Shentong
Metro Group

O metrô de Xangai é um sistema metropolitano que serve a cidade de Xangai, com um movimento médio de 6,7 milhões de passageiros por dia em 2012. O sistema é formado tanto por trens subterrâneos (地铁) quanto por linhas ao nível do solo (轻轨). Desde a abertura das linhas metroviárias, o volume de passageiros tem aumentado significativamente.

Xangai é a terceira cidade da República Popular da China a construir um sistema de transporte subterrâneo após Pequim e Tianjin, contando atualmente com a maior parte das linhas em operação na China continental. A extensão do sistema foi ultrapassada pela do metrô de Hong Kong em Dezembro de 2007. Sendo um dos metropolitanos mais novos do mundo, e também um dos que vêm apresentando maior expansão, o metrô de Xangai atualmente conta com oito linhas em operação. Três novas linhas – Linha 6, 8 e 9 - abertas no final de 2007, entre as quatro estações em conclusão juntamente com a linha 4 ainda por construir[1] assim como a extensão norte da linha 1.[2] Essas novas linhas e as estendidas foram inauguradas simultaneamente em 29 de Dezembro de 2007 [1] com uma cerimônia realizada no recém construído hall de intercâmbio People's Square.[3][4]

Linhas[editar | editar código-fonte]

O actual mapa de Shanghai Metro
Linha Terminais Conclusão da
Linha
Mais recente
extensão adicionada
Extensão Estações
1 Fujin Road - Xinzhuang 1993 2007 36.4 km 28
2 Songhong Road - Guanglan Road 1999 2010 25.2 km 17
3 Jiangyang Road (Norte) - Estação Ferroviária do Sul Xangai 2000 2006 40.3 km 29
4 Retorno em Yishan 2005 2007 33.7 km 26
5 Xinzhuang - Minhang Development Zone 2003 2003 17.04 km 11
6 Gangcheng Road - Lingyan Road (Sul) 2007 2007 33.1 km 27
7 Universidade de Xangai - Huamu Road 2009 2009 34 km 26
8 Shiguang Road - Aerospace Museum 2007 2009 37.4 km 28
9 Songjiang Newcity - Century Avenue 2007 2009 42 km 22
11 Jiading Norte - Jiangsu Road 2009 2009 33 km 16

Total:

335 km 223


Intercâmbios[editar | editar código-fonte]

As estações de intercâmbio são as seguintes:

  • Xinzhuang faz o intercâmbio entre a Linha 1 e a Linha 5.
  • Shanghai South Railway Station faz o intercâmbio entre a Linha 1 e a Linha 3.
  • Shanghai Indoor Stadium faz o intercâmbio entre a Linha 1 e a Linha 4.
  • People's Square faz o intercâmbio entre a Linha 1, Linha 2. e a Linha 8.
  • Shanghai Railway Station é considerado uma estação de intercâmbio entre a Linha 1, Linha 3. e a Linha 4, mas para que se passe de uma linha a outra é preciso sair da estação e entrar novamente por um túnel.
  • Zhongshan Park faz o intercâmbio entre a Linha 2, Linha 3. e a Linha 4.
  • Shiji Avenue faz o intercâmbio entre a Linha 2, Linha 4. e a Linha 6.
  • Hongkou Stadium é considerado uma estação de intercâmbio entre a Linha 3, Linha 8, mas para passar de uma linha a outra é preciso sair da estação e então entrar novamente. Isso porque a Linha 3 está ao nível do solo ao passo que a Linha 8 é subterrânea. Essa estação se tornará mais funcional quando uma loja de departamentos for aberta for concluída.
  • Baoshan Road, Zhongtan Road, Zhenping Road, Caoyang Road, Jinshajiang Road, Yan'an Road (Oeste), e Hongqiao Road são intercâmbios entre a Linha 3 e a Linha 4. É onde a Linha 3 e a Linha 4 se unem e passam a correr lado a lado entre Baoshan Road e Hongqiao Road.
  • Yishan Road faz o intercâmbio entre a Linha 1 e a Linha 5. Outros meios de transporte público operam atualmente, pois a Linha 9 não se encontra conectada a nenhuma outra linha. Esses meios permitem que passageiros viagem de Guilin Road na Linha 9 até Yishan Road na Linha 3. Além disso, Yishan Road também é uma estação da Linha 4, que fica bastante próxima à estação da linha 3. No entanto, não é possível a locomoção entre essas duas linhas na Yishan Road.
  • Lancun Road faz o intercâmbio entre a Linha 4 e a Linha 6. A norte, a Linha 4 e a Linha 6 fazem paradas em Pudian Road, mas essas duas estações não são próximas e o intercâmbio não é possível.
  • Xizang Road (Sul) faz o intercâmbio entre a Linha 4 e a Linha 8.
Passageiros à espera do trem na estação Huangxing Road, Linha 8

Bilhetes e tarifas[editar | editar código-fonte]

Assim como em muitos sistemas metroviários, as tarifas do metro de Xangai são cobradas de acordo com a distância transportada. Em 15 de setembro de 2005, quando o governo de Xangai decidiu elevar o preço das passagens, as tarifas variavam de 3 yuans (aproximadamente USD $0,375) para jornadas abaixo de 6 km, a 8 yuans por viagens acima de 46 km.

Em 25 de dezembro de 2005, Xangai lançou o "bilhete único", que significa que uma pessoa pode viajar por todas as linhas sem comprar outra passagem. No entanto em maio de 2007, ainda era preciso dois bilhetes para passar da linha 1 para a Linha 3 no metrô de Xangai.

Tarifas
  • Para a maioria das linhas, a tarifa padrão é 3 yuans por jornadas superiores a 6 km, e então 1 yuan adicional para cada 10 km a mais. Em Abril de, 2008, a maior tarifa estava em 9 yuans.
  • Para viagens exclusivamente na Linha 5 (de Xinzhuang para Minhang Development Zone), a tarifa é de 2 yuans por viagens abaixo de 6 km e para todas as outras viagens 3 yuans (Isso devido ao fato de a extensão total dessa linha ser pouco superior a 16 km)
  • Usuários do Cartão de Transporte Público de Xangai têm direito a desconto de 10% durante todo o mês após pagar uma taxa mensal de 70 yuans.
  • Usuários do Cartão de Transporte Público de Xangai como parte do "Air-conditioned Bus Transfer Discount" ganham o desconto de 1 yuan quando fazem uma viagem de 90 minutos.
  • Aposentados acima de 70 anos podem usar o serviço totalmente de graça (exceto durante os horários de pico, 7-9am e 5-7pm dos dias úteis).
Bilhetes únicos

Bilhetes únicos podem ser comprados em máquinas ou em agencias. As novas estações na Linha 4 e extensão oeste da Linha 2 possuem apenas máquinas vendedoras.

Cartão de transporte[editar | editar código-fonte]

Passageiros deixando a Estação Boxing Road

O ticket único à parte, o pagamento para cada viagem pode ser feito através de um Cartão de Transporte Público. Esse cartão pode ser comprador com uma taxa restituível de 20 yuanes em lojas de conveniência e estações de metrô. Há ainda uma edição especial não-restituível por 20 yuans. Apenas algumas estações podem devolver o cartão (Jiangsu Road na linha 2 por exemplo). Esse cartão pode ser recarregado em lojas situadas nas estações do metro assim como em muitas pequenas lojas de conveniencia em Xangai. O Cartão de Transporte Público de Xangao também pode ser usado em outros meios de transporte, como ônibus e táxis.

Esse cartão de trânsito é similar ao Chicago card da Autoridade do Trânsito de Detroit, o SmarTrip usado no metrô de Washington, e o Octopus card do MTR de Hong Kong.

Estações[editar | editar código-fonte]

O Museu de Ciência e Tecnologia de Xangai, na Linha 2.
Uma estação na extensão seperficial da Linha 3

A estação mais movimentada do metrô de Xangai é a Estação People's Square (Linha 1, Linha 2, Linha 8). Como uma estação de intercâmbio norte-sul, a Linha 1 e leste-oeste, a Linha 2; ficam completamente congestionadas durante os horários de pico. Essas duas estações estão sempre superlotadas, em parte devido ao fato de estarem localizadas próximas a grandes shoppings e pontos turísticos, tais como a Nanjing Road (E.) Pedestrian Street bem como o Museu de Xangai, People's Park, o Grande Teatro de Xangai e a People's Square.

A Estação Xujiahui (Linha 1) está localizada em Xujiahui, o maior centro comercial de Xangai. Seis grandes shoppings e oito arranha-céus comerciais estão a apenas três minutos de caminhada de qualquer uma das catorze saídas da estação, o maior número de saídas de entre todas as estações do metrô de Xangai. A Estação Lujiazui (Linha 2) é a maior parada na área de Pudong. Está situada no coração do distrito financeiro de Lujiazui, a zona de desenvolvimento financeiro Xangai. O novo símbolo da cidade, a Oriental Pearl Tower, está a uma distância de poucos metros da estação, bem como a Jin Mao Tower, o edifício mais alto da China continental. Comparada às estações de Xujiahui e People's Square, Lujiazui não é particularmente tão movimentada em horários de pico ou em finais de semana.

A Estação Shanghai Railway (Linha 1, Linha 3 e Linha 4) é o maior hub do setor de transportes em Xangai, contendo a estação ferroviária, as linhas subterrâneas e a parada para muitas linhas de ônibus de Xangai bem como ônibus que realizam transporte interprovincial. Essas linhas de ônibus logo terão seu próprio hub, uma nova estação atualmente em construção atrás da estação de trens. A estação da Linha 1 está localizada na zona sul, ao passo que as estações das Linhas 3 e Linha 4 estão na zona norte. Essas duas estações são separadas, então não chegam a ser um intercâmbio entre as Linha 1 e Linha 3, Linha 4, mas apenas uma mesma parada de intercâmbio nas Linhas 3 e 4.

Estação Zhongshan Park (Linha 2, Linha 3 e Linha 4) não chega a ser um terminal oeste da Linha 2, mas ainda assim é uma estação super-congestionada.

Estação Shiji Avenue (Linha 2 e Linha 4): é a maior estação de intercâmbio.

Estabelecimentos comerciais[editar | editar código-fonte]

Quase todas as estações do metrô de Xangai abrigam estabelecimentos comerciais de algum tipo. Muitos são pequenos quiosques vendendo uma variedade de cartões telefônicos, celulares, entre outros. Há ainda bancas de jornais e revistas, em algumas estações chega a haver três ou mais vendedores competindo para vender um produto. Lanchonetes tem se tornado populares, assim como livrarias.

Críticas[editar | editar código-fonte]

Portas de vidro foram instaladas nas plataformas subterrâneas, tal como essa na estação de Xujiahui.

As linhas subterrâneas ficam completamente lotadas durante os horários de pico. Para a segurança dos passageiros, portas de vidro vêm sendo instaladas nas plataformas.

Algumas transferências são difíceis. Por exemplo, estações que compartilham o mesmo nome em diferentes linhas mesmo estando milhares de metros distantes uma da outra. Se movimentar entre diferentes linhas frequentemente requer a entrada em numerosos túneis.

Em muitas estações, a seção comercial parece dominar todo o espaço. A Estação Xujiahui abriga dezenas de lojas, a maioria vendendo roupas e calçados. Isso pode desorientar eventuais usuários que tem em vista o acesso às plataformas. A única outra estação com um shopping é a Estação Shanghai Railway (no corredor de transferência) e a arcada Milan Plaza na Estação Zhongshan Park.

Os operadores do metrô tem respondido a algumas críticas, por exemplo, na Estação People's Square, o corredor de transferência entre duas linhas foi removido da área comercial e redimensionado para diminuir o congestionamento e a insatisfação dos usuários.

Tecnologia[editar | editar código-fonte]

Interior de um trem da Linha 2

Diferente de muitos outros sistemas metroviários mundo afora, o metrô de Xangai usa uma catenária ferroviária para fornecimento de energia, provavelmente devido ao uso do sistema de 1500 volts DC que é o dobro do geralmente gasto na terceira linha metroviária. Um calibre padrão é usado ao longo da rede, permitindo que novos equipamentos sejam transportados na rede chinesa com o mesmo calibre.

Telas de plasma nas plataformas mostram aos passageiros quando os dois próximos trens se aproximam (geralmente um a cada 5 minutos ou menos) entre anúncios comerciais e de serviço público. Os comboios metropolitanos contêm LCD que exibem propagandas e em algumas linhas, a próxima parada, enquanto os trens ao nível do solo possuem telas LED mostrando a próxima parada. São gravadas mensagens anunciando as paradas do trem em mandarim e inglês, mas as mensagens que anunciam paradas próximo a atrações e lojas (um tipo de anúncio pago) são dadas apenas em mandarim.

Facilidades de acesso estão disponíveis em todas as estações. Portas de segurança deslizantes em vidro acrílico foram instaladas na Linha 4, a mais recente. Elas se abrem quando o trem se aproxima e permanecem fechadas quando não há embarque ou desembarque. Essas portas também vem sendo instaladas em linhas mais antigas, começando pela Linha 1, que havia portas em no final de 2006.

Comboios usados no sistema metroviário:

  • 60 Bombardier Movia 456 6 trens - Line 1 and 5
  • 37 German Shanghai Metro Group (GSMG) 6 unidades – Linha 1 e Linha 2
  • 28 Alstom Megapolis - Linha 3
  • 168 Alstom Metropolis (seis trens)
  • 152 Alstom Metropolis (seis trens)

Os primeiros dois números de cada comboio representam os dois últimos sígitos do ano que foi construído (por exemplo, o comboio 00071 foi construído em 2000 e o comboio 060201 foi construído em 2006).

Operadoras[editar | editar código-fonte]

Duas companhias operam a rede metroviária de Xangai, ambas são subsidiárias da Shanghai Shentong Metro Group Co.,Ltd.

  • A Shanghai Metro Operation Co., Ltd. opera a Linha 1, Linha 2, Linha 3, Linha 4, Linha 8 e Linha 9.
  • A Shanghai Modern Rail Transit Co., Ltd. opera a Linha 5 e a Linha 6.

Expansão futura[editar | editar código-fonte]

O sistema metroviário de Xangai é um dos que mais crescem no mundo. Muitas linhas estão em construção e outras ainda em fase de planejamento. Após a conclusão dessas linhas, um sistema numérico ordenado dará lugar ao atual. A extensão da malha metroviária atingirá 600 km em 2012.

Linhas em construção e em planejamento[editar | editar código-fonte]

Marcador do evento atual
Este artigo ou seção contém informações sobre eventos futuros.
É provável que contenha informações de natureza especulativa, e seu conteúdo pode mudar drasticamente.
Editor: considere marcar com um aviso mais específico.
Shanghai Metro Planejamento (2009-2020)
  • Linha 1 – Fase final de Fujin Road a Chongming Island.
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

  • Linha 2 – Extensão oeste de Songhong Roada a Hongqiao East, e Xujing. Essa extensão está prevista para estar operando em 2010. Quando a Linha 2 estiver completamente concluída em 2010, irá conectar o Aeroporto Internacional de Hongqiao ao Aeroporto internacional de Pudong.
  • Linha 2 – Extensão leste, de Zhangjiang Hi-Tech Park a Aeroporto internacional de Pudong via Chuansha, que poderia ser um futuro local para a Disneyland em Xangai. Esta extensão tem início das operações previsto para 2010.
  • Linha 2 – Extensão oeste, do Aeroporto Internacional de Hongqiao ao distrito de Qingpu. Abertura planejada para 2015.
  • Linha 5 – Extensão sul, é uma ligação do Dongchuan Road ao distrito de Fengxian.
  • Linha 5 - Extensão sul, segunda fase, do distrito de Fengxian ao distrito de Jinshan.
  • Linha 7, 35 km de extensão, fará o percurso de Chentai Lu a Longyang Lu passando pela zona da Expo 2010. Abertura prevista para 2009.
  • Linha 7 – Extensão norte de Luodian. Não há previsão para o término da obra.
  • Linha 8 - Extensão sul, de Yaohua Road a Chengshan Road, abertura em 2008. Uma extensão principal do Aircraft Park e do Pujiang Expo Zone abrirá em 2010.
  • Linha 9, Em 2008 a linha será estendida de Guilin Road para Yishan Road. Em 2009, na segunda fase, a linha chegará a Yanggao Road em Pudong. A terceira fase estender-se-á a Dongjing Rd, próximo à A20 Road, e a quarta fase chegará até Chongming Island.
  • Linha 10, 36 km de extensão, 30 estações[1] com dois ramos. Linha A chamada "Linha Principal", de Hong Qiao Railway Station, no oeste do Aeroporto de Hong Qiao a New Jiangwan City, e a Linha B chamada "Linha Sucursal", de Hangzhong Lu a New Jiangwan City. As duas linhas convergirão em Longxi Lu. Uma segunda fase criará uma linha que correrá de New Jiangwan City até Gangchen Lu, com intercâmbio com a Linha 6. A primeira fase (Hongqiao/Hangzhong Lu a New Jiangwan City) será concluída em 2009.
  • Linha 10 – Extensão nordeste, de New Jiangwan City a Waigaoqiao.
  • Linha 11 - 120 km de extensão, com uma Linha A e uma Linha B. A Linha A se chamará "Linha Principal", de Jiading New City a Sanlin, e então a Lingang New City em Nanhui próximo a East Sea Bridge. Linha B chamada "Linha Sucursal", de Anting Automobile City e Shanghai International Circuit, as duas linhas se convergirão na Estação Jia Ding New City. A linha norte da Jiangsu Road abrirá em 2009.
  • Linha 12 - 33.6 km de extensão, de Hongmei Lu a Jinhai Lu com uma extensão oeste em Gudai Lu Zhongchun Lu e uma extensão leste em Caolu. Esta seção de Hongmei Lu a Jinghai Lu tem abertura planejada para 2012.
  • Linha 13 - 29.8 km de extensão, de Fengzhuang em Jiading a Huaxia Xi Lu em Pudong. Primeira fase da construção na zona Shanghai Expo e o túnel do Rio Huangpu já começaram e e tem abertura prevista para 2010 para receber a Exposição Mundial de Xangai. O resto da linha tem abertura planejada para 2012.
  • Linha 13 - 29.8 km de extensão, de Fengzhuang em Jiading a Huaxia Xi Lu em Pudong. Abertura planejada para 2012.
  • Linha 14 – Com o nome planejado de M6, de West 2nd Avenue em Outer Ring Road a Jin Qiao.
  • Linha 15 - Com o nome planejado de L1, de West Shanghai Railway Station a South 2nd Avenue de Outer Ring Road.
  • Linha 16 - Com o nome planejado de L2, de Qilianshan Road a Hongkou Park.
  • Linha 17 - Com o nome planejado de L3, de West Shanghai Railway Station a Jungong Road.
  • Linha 18 - Com o nome planejado de L5, de West Changjiang Road a Middle Huaxia Road.

Sistema numérico unificado[editar | editar código-fonte]

Devido à inconsistência na nomeação das linhas, planeja-se renomear todas as linhas em um sistema unificado:

  • Linha 1 – Antigo nome Metro Line 1, nome planejado R1.
  • Linha 2 - Antigo nome Metro Line 2, nome planejado R2.
  • Linha 3 - Antigo nome Pearl Line, nome planejado M3, comumente conhecida como "Light Rail" por ser a primeira linha elevada.
  • Linha 4 - Antigo nome Pearl Line Phase 2, nome planejado M4.
  • Linha 5 - Antigo nome Xin Min Line, Planned as part of R1. First surface light rail.
  • Linha 6 - Antigo nome Pudong Light Rail, nome planejado L4.
  • Linha 7 - Nome planejado M7.
  • Linha 8 - Antigo nome Yangpu Line, nome planejado M8.
  • Linha 9 - Antigo nome Shengsong Line, nome planejado R4.
  • Linha 10 - Nome planejado M1.
  • Linha 11 - Nome planejado R3.
  • Linha 12 - Nome planejado M2.
  • Linha 13 - Nome planejado M5.
  • Linha 14 - Nome planejado M6.
  • Linha 15 - Nome planejado L1.
  • Linha 16 - Nome planejado L2.
  • Linha 17 - Nome planejado L3.
  • Linha 18 - Nome planejado L5.

Linha R significa que se trata de uma linha subterrânea conectando o centro financeiro ao subúrbio.
Linha M significa que se trata de uma linha subterrânea que passa apenas pelo centro da cidade.
Linha L significa que se trata de uma linha de superfície.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Shanghai Daily[3] Subway taxies toward airport, 2007-7-26

Robert Schwandl. «Shanghai Metro». UrbanRail.net. Consultado em 28 de dezembro de 2007 

  1. a b c Shanghai Daily, [1], Subway expansion shuts major artery, 2007-7-19.
  2. Shanghai Daily, [2], Longest wait times expected on Line 6, 2007-12-26.
  3. Rail hub will ease commuters' tired legs
  4. 上海5条地铁线初定12月28日通车[图]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]