Metro de Helsínquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Metro de Helsínquia
Helsinki metro logo round edges.svg
Informações
Nome nativo Helsingin metro
Helsingfors metro
Local Helsínquia e Espoo[1]
Número de estações 25[2]
Funcionamento
Operadora(s) HKL[2]
Dados técnicos
Bitola 1 522 mm (4,99 ft)[3]
Velocidade máxima 80 km/h[3]
Mapa da Rede

Metrohaarukka.jpg

O Metro de Helsínquia (em finlandês: Helsingin metro, em sueco: Helsingfors metro), é o sistema de metropolitano que opera nas cidades finlandesas de Helsínquia (português europeu) ou Helsinque (português brasileiro)e Espoo[1].

É a rede de metro mais a Norte em todo o Mundo e a única do país. O sistema foi inaugurado a 2 de Agosto de 1982 depois de 27 anos de planeamento.

O Metro de Helsínquia tem 25 estações em duas linhas[2]. A rede tem a forma de um Y; a linha principal, antes da biforcação, circula entre a cidade e os subúrbios a Este. A linha divide-se depois da estação de Itäkeskus. Dezasseis estações, incluindo seis no centro de Helsínquia, são subterrâneas, enquanto que as restantes são à superfície.

História[editar | editar código-fonte]

A estação de Kamppi.

O pedido para a construção de um sistema de metropolitano na capital finlandesa data de Setembro de 1955. O comité começou a trabalhar no assunto , e o primeiro esboço da rede foi discutido em Março de 1963. Tinha um comprimento de 86,5 quilómetros com um total de 108 estações. O projecto foi rejeitado, e ficou acordado que iria existir apenas uma linha de metro, que circularia entre as estações de Kamppi e Puotila.[4]

As obras começaram a 7 de Maio de 1969, e era esperada a sua conclusão antes de 1977. Um primeiro troço para testes foi inaugurado em 1971 entre Roihupelto e Herttoniemi. Contudo, denotaram-se vários erros durante esses testes, nomeadamente nos carris, portanto o sistema não foi inaugurado até 1982, cinco anos depois do planejado.[4]

Ampliações da linha[editar | editar código-fonte]

Diagrama geográfico do Metro de Helsínquia.

Expansões futuras[editar | editar código-fonte]

Interior de uma carruagem do Metro de Helsínquia.

A maior modificação na rede em 2006, vai ser a construção da nova estação de Kalasatama entre Sörnäinen e Kulosaari.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Metrolla» [de Metro] (em finlandês). Consultado em 23 de novembro de 2021 
  2. a b c «Metroliikenne» [Serviço de Metropolitano]. Helsingin kaupunki. 17 de novembro de 2020. Consultado em 23 de novembro de 2021 
  3. a b «Rata ja varikko» [Via e depósito] (em finlandês). Consultado em 23 de novembro de 2021 
  4. a b c El Metro de Helsinki, uan Carlos Diaz Lorenzo , 1 de setembro de 2021, (em castelhano)
  5. Suomen Paikallisliikenneliitto (Janeiro 2007). «Metro sai vuodenvaihteessa uuden aseman» [Metro ganhou nova estação no ano novo] (em finlandês). p. 37. Consultado em 23 de novembro de 2021 
  6. Emmakaisa Jokiniemi (18 de novembro de 2017). «Länsimetro liikkuu! Ylen suora erikoislähetys seurasi avajaispäivää» [O Länsimetro já anda! Emissão especial em directo da Yle seguiu o dia da inauguração] (em finlandês). Yle. Consultado em 24 de novembro de 2021 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Robert Schwandl: U-Bahnen in Skandinavien – Stockholm, Oslo, Helsinki, København. Robert-Schwandl-Verlag, Berlin 2004, ISBN 3-936573-04-2.
  • Rapid Transit Office of the City of Helsinki / U-Bahn-Amt der Stadt Helsinki: The Helsinki Metro – Die Metro von Helsinki 1982. Helsinki 1983, ISBN 951-771-377-0.
  • W. J. Hinkel, K. Treiber, G. Valenta, H. Liebsch: gestern-heute-morgen – U-Bahnen von 1863 bis 2010. Schmid Verlag, Wien 2004, ISBN 3-900607-44-3, Kapitel Helsinki.
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Metro de Helsínquia