Metropolitana FM

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Rádio Metropolitana redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Rádio Metropolitana (desambiguação).
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde março de 2013)
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético. (desde janeiro de 2016)
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra nº 6 da eliminação rápida.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Metropolitana FM
{{{alt}}}
Rádio Mensagem Ltda.
País  Brasil
Cidade de concessão São Paulo, SP
Frequência(s) FM 98,5 MHz
Sede Consolação, São Paulo
Slogan Yes!!!
Fundação 1982 (1982)
Proprietário(s)
  • Jayr Sanzone Júnior
  • Jácomo Sanzone
Formato Emissora de rádio comercial
Gênero
Idioma Português
Prefixo ZYD 891
Nome(s) anterior(es) Difusora FM
Cobertura Região Metropolitana de São Paulo
Dados técnicos Potência: 55,74 kW[1]
Classe: E3
RDS: Sim
Webcast Ouvir o sinal online
Página oficial metropolitanafm.com.br

Metropolitana FM é uma emissora de rádio de São Paulo voltada ao público pop/jovem. Iniciou suas operações em 1982 em substituição a Rádio Difusora FM, em 98,5 MHz. Atualmente a emissora ocupa a 13.ª posição do ranking geral de audiência na grande São Paulo, ficando na liderança do público jovem há mais de dois anos e meio, atualmente é a 4.ª maior emissora do público jovem, ficando atrás de 89 A Rádio Rock, Jovem Pan FM e Kiss FM, ficando a frente de Mix FM, Rádio Disney, Transamérica, Energia 97 e Dumont FM de Jundiaí, segundo medições do Kantar Ibope Media.[2]

Durante os anos de 2008 a 2011, operou uma pequena rede de rádios, com afiliadas em Itaperuna, RJ (atualmente afiliada a Jovem Pan FM), Pindamonhangaba, SP (atual Ótima FM) e Itajaí, SC (atual 102 FM). Atualmente esta rede está desativada, sem previsões de retorno de operação.

História[editar | editar código-fonte]

A Metropolitana FM foi ao ar pela primeira vez em 1982, entretanto, a história da rádio começou anos antes, em 1958, quando o Empresário Jayr Mariano Sanzone, então dono de uma bem montada rede de som, a Jaraguá Promoções, no bairro da Penha em São Paulo, começou a pleitear junto ao Ministério das Comunicações, a concessão de uma Emissora de Rádio na Cidade de São Paulo.

Em 1980, uma segunda Emissora foi ao ar, a Rádio Metropolitana FM de Guaratinguetá. Em 1981 uma nova Emissora de FM, era inaugurada, de volta na Cidade de Mogi das Cruzes. Em 1982 foi a vez do maior sonho de Jayr Sanzone, se concretizar: uma emissora na Capital do Estado de São Paulo, a Rádio Metropolitana FM 98,5 MHz de São Paulo iniciava as suas atividades.

Em outubro de 1996 a Metropolitana FM é relançada por Jayr Sanzone Júnior, porém com um novo formato onde passa a ser dedicada para o público jovem,[3]em 29 de novembro do mesmo ano é lançado o programa Chupim que se tornou um dos maiores sucessos da rádio e é exibido até hoje.[4]

Em 1998 Jayr Sanzone Júnior se associa com seu irmão Jácomo Sanzone e reformula a rádio que ganha novo logo e novos programas.[5]

Em 2002 a emissora contrata para sua direção artística Wagner Rocha, o Waguinho que já havia passado pelas emissoras Jovem Pan FM, Rádio Sucesso, sendo responsável pelos picos de audiência que a emissora registrou em sua trajetória no FM de São Paulo, chegando a estar entre as cinco rádios mais ouvidas da capital paulista (dados do Instituto Ibope).

A partir de 2006, Wagner Rocha deixa a direção da emissora e passa a coordenar a 89 FM decide investir numa programação muito semelhante à da Metropolitana por conta de uma baixa no índices de audiência da rádio, que vinha perdendo ouvintes para as emissoras de segmento "pop/jovem". Nos próximos seis anos a Metropolitana tenta se posicionar no mercado de rádio em meio a uma forte concorrência em que revezava com a 89 FM a segunda colocação no público jovem.

Em 2013 a emissora inicia uma nova fase, apostando em mudanças na programação e em sua playlist musical. Após saída da 89 FM devido ao retorno da antiga Rádio Rock,[6] Waguinho reassume a direção artística da Metropolitana[7] com o objetivo de reposicionar a rádio entre as mais ouvidas da capital paulista. Com isso a programação foi totalmente reformulada, adotando a conhecida plástica com a voz-padrão de Waguinho[8] e novos programas estrearam, como o Metro Play (em substituição ao 120 Minutos), A hora do Mução (hoje de volta a rádio Mix FM), Metrô News, Sem Parar e Bônus Metropolitana[9]. Além disso, alguns programas sofreram alterações em seus formatos, como o Cafeína, que passou a ser exibido à meia-noite e mudou de nome para Cafeína Late Show, com a saída do antigo apresentador e a contratação do humorista Taiguara Torro, e o MetroNight, que também mudou e passou a tocar os sucessos dos bailes funk, além dos hits da música eletrônica e pop music.[10] Como parte de seus planos de reformulação, a Metropolitana FM passou a incluir em sua playlist outros gêneros musicais, como o funk carioca e paulista, o que culminou na criação de um programa diário dedicado ao gênero chamado No Flow.[11]

Em 2014, as alterações na programação fazem a Metropolitana FM retornar ao top 10 das rádios mais ouvidas da Grande São Paulo, situação que não era vista há muitos anos.[12] Já em 2015, a emissora conquista a liderança no público jovem, superando pela primeira vez a líder Mix FM.[13] Este fato foi impulsionado por mais uma alteração na programação: a rádio abre mais uma vez a sua grade de programação musical para ritmos considerados mais populares, como o sertanejo e outros “hits” nacionais atuais. Com isso a 98.5 FM passou a transitar entre o público jovem/pop e a oferecer concorrência para as rádios consideradas populares. Antes da última abertura de seu “playlist” a Metropolitana já estava apostando no “funk brasileiro” em sua grade.[14]

Equipe[editar | editar código-fonte]

Amanda Bello, Aline Costa e Marcelo Barbur

Locutores[editar | editar código-fonte]

  • Priscilla Cardena
  • Kledynho
  • Rodrigo Campos
  • Ana Martins

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

  • Marcelo Barbur
  • Fernando Xavier
  • Marcos Alcântara
  • Eduardo Huada
  • Taiguara Torro
  • Chico do Estacionamento
  • Flávia Fernandes (Mini Ruth)

Programas[editar | editar código-fonte]

Cafeína Late Show[editar | editar código-fonte]

Cafeína Late Show,[15] ou simplesmente Cafeína é um programa noturno de humor da Rádio Metropolitana FM, que vai ao ar, ao vivo, de segunda a sexta-feira, de meia-noite às duas horas da manhã.

Entrou no ar em 2007 com apresentação de Dani Zanetti e Marcelo Batista,[16] este contava com diversos quadros como o quadro "Rádio Relógio", onde Marcelo e Dani acordavam ouvintes com trotes e também o quadro "Necessitados", onde, com a ajuda dos próprios ouvintes, ajudavam pessoas com dificuldades materiais.

É tradicionalmente conhecido pelos Trotes Telefônicos que prega em pessoas indicadas pelos ouvintes. Na maioria das vezes, a pessoa pega pelo trote fica muito furiosa e no auge da fúria é revelado a ela que se trata de uma pegadinha da Rádio Metropolitana FM , a pessoa que "solicitou a trolagem" e a famosa vinheta cantando "Nós pegamos, pegamos, pegamos mais um. Cafeína Late Show."

No formato atual é apresentado por Caipira, Mini Ruth, Taiguara Torro e conta com a participação do Chico do Estacionamento. No início do programa é proposto um tema ou uma pergunta bizarra a audiência que interage pelas redes sociais, como Twitter, Facebook, Instagram e por telefone. Os principais Quadros apresentado hoje em dia são: "Tema da Noite"; "Perguntas da Monalisa"; "Qual o seu Problema ?", entre outras interações que as vezes criam na hora.

Destaca-se pela presença do Humorista Taiguara Torro, com seus personagens hilariantes como Sheila Atum, Samantha Parmegiana, Tanaka Peixecru, David Pipoca, Seu Clodovil, Advogado Abacate.

Sheila Atum é uma reporter transgressora que fala exatamente o contrario de tudo o que é certo, e logo é corrigida por Boechato (Edu Caipira), trazendo a realidade novamente. Sempre gritando e extressada, não se diverte com nada e sempre briga com tdoo mundo sem poupar esforços.

Samantha Parmegiana, é uma repórter que sempre inventa histórias mirabolantes para ganhar mais audiência, chegando a cúmulos extremamente exagerados e criativos. O que causa muita risada. Hoje ela também faz parte do novo quadro, "Supletivo do Cafeina" uma paródia as antigas escolinhas do Golias e Professor Raimundo.

O Cafeína Late Show é líder absoluto de audiência, no horário da meia-noite às 2h, no público jovem, em São Paulo, segundo dados do Instituto IBOPE.

Chupim[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Chupim (programa de rádio)

O Chupim é um programa de humor, criado em 1996, a partir de uma brincadeira dos locutores, é o "carro chefe" da emissora e, também, líder absoluto de audiência na Grande São Paulo durante sua transmissão, entre 18h e 20:hs, segundo dados do Instituto IBOPE.

Apresentado por Beby (cujo verdadeiro nome é Marcelo Barbur), Bartô e Veneno, o humorístico é tradicionalmente conhecido por passar trotes ao vivo (desde 2015 os trotes são repetidos, para evitar problemas judiciais) em pessoas que publicam anúncios "bizarros" em classificados. Alguns deles, de tanto sucesso, acabaram virando radionovelas.

O trote de maior repercussão ocorreu em 2009, quando Barthô (Fernando Xavier), na época assistente de Beby, deu entrevistas[17][18] para rádios de outros países se passando pelo então presidente da república Lula. A repercussão do caso foi tão grandiosa[19][20][21] que foi destaque em diversos jornais internacionais e obrigou o governo brasileiro a se pronunciar sobre o assunto. Por meio de um porta-voz, o gabinete presidencial informou que havia repassado o assunto para o gabinete de segurança da presidência da República.

Referências

  1. «São Paulo» 
  2. Starck, Daniel (8 de fevereiro de 2019). «Panorama: 89 A Rádio Rock chega ao top 5 em São Paulo. Band FM e Alpha FM avançam de novo». Portal Tudo Rádio. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  3. [1]
  4. [2]
  5. [3]
  6. «Exclusivo: 89 FM inicia nova fase sem a direção de Waguinho». Tudo Rádio. 17 de dezembro de 2012. Consultado em 25 de dezembro de 2012 
  7. «Plantão exclusivo: Wagner Rocha assume a direção artística da Metropolitana». Tudo Rádio. 22 de março de 2013. Consultado em 19 de abril de 2013 
  8. «Tudo Rádio.com - Rádio News - Em entrevista ao Tudo Rádio, Waguinho fala de sua volta à Metropolitana FM e do mercado de rádio». tudoradio.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  9. «Tudo Rádio.com - Rádio News - Exclusivo: Metropolitana FM muda grade e apresenta "A Hora do Mução"». tudoradio.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  10. «Exclusivo: 89 FM inicia nova fase sem a direção de Waguinho». Tudo Rádio. 4 de abril de 2013. Consultado em 19 de abril de 2013 
  11. «Tudo Rádio.com - Rádio News - Exclusivo: Metropolitana altera sua plástica e anuncia novidades na grade». tudoradio.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  12. «Tudo Rádio.com - Rádio News - Atualizado | Panorama: Nativa FM mantém a liderança em São Paulo. 105 e Alpha FM avançam». tudoradio.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  13. «Tudo Rádio.com - Rádio News - Exclusivo: Metropolitana FM assume a liderança "jovem/pop" na Grande São Paulo». tudoradio.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  14. «Tudo Rádio.com - Rádio News - Metropolitana FM divulga lista de shows realizados pela emissora no primeiro semestre». tudoradio.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  15. Metropolitana FM (7 de Maio de 2013). «'Cafeína Late Show': O programa que te acordava, agora não vai deixar você dormir!». Site Oficial. Consultado em 30 de Junho de 2014 
  16. TudoRádio (4 de Maio de 2007). «Exclusivo: Marcelo Baptista estréia na Metropolitana». Notícias. Consultado em 30 de Junho de 2014 
  17. «Falso Lula que deu entrevista é pegadinha de programa humorístico de rádio». Consultado em 22 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 22 de janeiro de 2012 
  18. Falso Lula dá entrevistas sobre Olimpíadas[ligação inativa]
  19. Rádios estrangeiras recebem trote de falso Lula
  20. Jornais ingleses destacam entrevista de 'falso Lula'
  21. «Humorístico da Metropolitana é suspeito de trote do presidente Lula». Consultado em 22 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de janeiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata