Mexazolam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mexazolam
Alerta sobre risco à saúde
Mexazolam.png
Mexazolam3d.png
Outros nomes 13-chloro- 2-(2-chlorophenyl)- 5-methyl- 3-oxa- 6,9-diazatricyclo[8.4.0.02,6] tetradeca- 1(10),11,13-trien- 8-one
Identificadores
Número CAS
PubChem 4177
ChemSpider 4033
Código ATC none[1]
SMILES
Propriedades
Fórmula química C18H16Cl2N2O2
Massa molar 363.23 g mol-1
Farmacologia
Via(s) de administração Oral
Metabolismo Hepatic
Meia-vida biológica 70 h
Excreção Renal
Classificação legal


Schedule IV (US)

Riscos na gravidez
e lactação
?
Compostos relacionados
Benzodiazepinas relacionados Cloxazolam (sem o metil no anel pentagonal)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Mexazolam (comercializado sob os nomes comerciais Sedoxil e Melex) é uma substância utilizada como medicamento pertencente ao grupo das benzodiazepinas.

Indicações[editar | editar código-fonte]

  • Perturbações da ansiedade e sintomas ansiosos.

Reacções adversas[editar | editar código-fonte]

Contra indicações e precauções[editar | editar código-fonte]

  • As doses devem ser reduzidas nos idosos.
  • Deve ser administrado com cuidado em doentes com miastenia gravis ou insuficiência respiratória ou com apneia do sono.
  • Não deve ser administrado durante o primeiro trimestre da gravidez.
  • Como é excretado pelo leite materno, não deve ser administrado às mães enquanto amamentam, por poder provocar letargia no bebé.
  • Não deve ser utilizado em pediatria, porque não existem estudos que provem a sua segurança.

Interacções[editar | editar código-fonte]

  • Deve ser evitado o uso concomitante de álcool e medicamentos depressores do Sistema Nervoso Central.
  • A administração comcomitante de celecoxibe ou de eritromicina pode provocar aumento da concentração de mexazolam, sendo necessário reduzir a dose desta benzodiazepina.

Posologia[editar | editar código-fonte]

  • A posologia normal diária é de 1 mg a 3 mg em 1 a 3 administrações. Nos idosos a dose máxima diária recomendada é de 1,5 mg.

(Meia-vida Biológica de 36 a 100 horas)

Farmacocinética[editar | editar código-fonte]

Excreção[editar | editar código-fonte]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Fórmula molecular[editar | editar código-fonte]

  • Mexazolam
C18H16Cl2N2O2