Micael Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mika
Informação geral
Nome completo Micael Leandro de Farias Borges
Também conhecido(a) como Mika
Nascimento 12 de dezembro de 1988 (27 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, Brasil
Gênero(s) Pop, hip-hop, reggae
Ocupação(ões) Ator, cantor e compositor
Instrumento(s) Vocal, gaita, violão e bateria
Período em atividade 2002-atualmente
Gravadora(s) Midas Music (2013-2015)
SB Music (2015-presente)
Afiliação(ões) RebeldeS (2011-13)
Melanina Carioca (2009-13)

Micael Leandro de Farias Borges ou apenas Mika (Rio de Janeiro, 12 de dezembro de 1988), é um ator, cantor, compositor e músico brasileiro.[1]

Seu primeiro trabalho notório foi no filme Cidade de Deus, de 2003, no qual interpretou a personagem Caixa Baixa. Em 2009, foi o protagonista da 16ª temporada do seriado teen Malhação, mas perdeu o posto para Humberto Carrão, o vilão da trama e, dois anos depois, protagonizou a versão brasileira do seriado Rebelde, onde viveu o protagonista "Pedro Costa", pelo qual, mais tarde, recebeu o prêmio de melhor ator pelo "Troféu Raça Negra" 2011. Fez parte por mais de 3 anos do grupo de Hip Hop Melanina Carioca, no qual foi um dos fundadores, em 2013, Mika anunciou oficialmente sua saída da Melanina Carioca, Mika justificou a saída, para dedicar-se exclusivamente a sua carreira solo. Namorou a atriz Sophia Abrahão por pouco mais de um ano e meio, tendo iniciado o relacionamento durante as gravações da novela Rebelde. Em 2014 teve seu primeiro filho, Zion, com a empresária e modelo Heloisy Oliveira, com quem está junto desde 2012.

Biografia & carreira[editar | editar código-fonte]

1988-2007: antes da fama e primeiros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Micael Leandro de Faria Borges nasceu em 12 de dezembro de 1988 na cidade do Rio de Janeiro, mais precisamente no morro do Vidigal.[1] Filho de nordestinos. Começou sua carreira de ator aos 5 anos, após atuar na peça de teatro infantil É Proibido Brincar.[2] Apareceu no cinema como elenco de apoio do filme Copacabana e ficou notório após atuar como Caixa Baixa no longa-metragem Cidade de Deus em 2003.[3] Estreou nas telenovelas em Caminhos do Coração de 2007 como Juliano.[4]

Malhação, Rebelde & carreira na música[editar | editar código-fonte]

Em meados de 2009, foi o primeiro protagonista negro do seriado Malhação em sua décima sexta temporada, ao lado de Bianca Bin[5] . No mesmo ano formava o grupo Melanina Carioca ao lado de oito amigos. Em 2011, foi escolhido como um dos seis protagonistas do seriado Rebelde, interpretando Pedro Costa,[6] sendo mais tarde premiado no Troféu Raça Negra como "Melhor Ator" pelo papel.[7] Ao embarcar um protagonista no seriado Rebelde, passou a integrar o grupo musical da trama, denominado RebeldeS. Lançado em 30 de setembro de 2011, o álbum auto-intitulado, chegou a terceira posição dos mais vendidos da semana[8] e mais tarde certificado disco de ouro pela ABPD, por vender mais de cinquenta mil cópias.[9] [10]

Em 2013, o grupo RebeldeS encerrou a sua atividade fonográfica apenas vinte meses depois de seu início. No mesmo ano, após quatro anos, Mika deixa de integrar o seu outro grupo musical, o Melanina Carioca, para seguir em carreira solo. Lançando seu primeiro EP de estreia no ano seguinte (2014).

Mika lançou em 11 de fevereiro de 2014 o seu primeiro EP com cinco músicas, incluindo um remix do sucesso "Qual é o Andar?", desenvolvido pelo produtor Chuck Butler. A lista de músicas também contém os outros sucessos, como "Zion Intro", "Essa Noite Eu Vou Ficar", "Leblon" e "Qual é o Andar?" na versão original, intitulado "Qual é o Andar da Felicidade?", pela gravadora Midas Music.

Em 18 de março de 2016, o cantor lançou seu novo single de trabalho, "Sinal", em parceria com Lulu Santos e DJ Calfani, acompanhado de um videoclipe; nas cenas do clipe, gravadas em uma praia de uma ilha deserta em Maresias, no litoral paulista, Micael aparece sem camisa e ao lado da atriz Mika Gulozian, a amada que o cantor tanto fala na música. Em breve, Micael vai sair em turnê para divulgar o novo trabalho. "Depois do lançamento, o objetivo é continuar em turnê e fazendo com que minha música chegue a todos os cantos", comentou. O canção faz parte do terceiro EP, intitulado Pra Elas.[11]

Filantropia & características musicais[editar | editar código-fonte]

Mika é um dos professores do grupo "Nós do Morro", da favela do Vidigal no Rio de Janeiro, onde nasceu e atualmente reside.[2] O ator dá aulas de teatro para crianças de sete a nove anos de idade.[2] "A gente leva arte para quem não tem acesso. Eles nos veem e tem esperança: 'Ei, tem uma outra opção para mim!' Damos chance para que aquela criança não seja só mais uma encantada pela arma, pelo tráfico, como aconteceu com muitos amigos", conta Micael.[2]

Antes de participar do grupo RebeldeS, ele já sabia tocar instrumentos musicais como gaita, violão, bateria, baixo e percussão, além do vocal.[1] Em 2012, ao lado do elenco da novela Rebelde, participou de uma campanha, promovida pela Força Jovem, na luta contra o crack, com uma caminhada em prol da causa.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É o terceiro filho do casal de nordestinos Jorge e Antônia, tem um irmão e uma irmã mais velhos que se chamam Lindenberg e Lidiane e um irmão mais nova que se chama Luan. Em 2014 teve seu primeiro filho, Zion, com a empresária e modelo Heloisy Oliveira, com quem esta junto desde 2012. O casal começou o relacionamento logo após o seu término com a atriz Sophia Abrahão.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Extended plays (EP)[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do álbum
2014 Qual é o Andar da Felicidade?
Remixes
2016 Pra Elas

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Título Videoclipe
2013 Essa Noite Eu Vou Ficar
Sim
Qual é o Andar?
Sim
2014 Me Sinto Tão Bem
Sim
Leblon
Não
Leblon (Remix)
(Part. Mr Catra, Dubeat, OriGame ZL, Goobie)
Sim
2016 Sinal (Part. Lulu Santos e DJ Calfani)
Sim

Colaboração[editar | editar código-fonte]

Ano Título Álbum Videoclipe
2014 Me da Seu Telefone (Familia MV part. Micael Borges (Mika)
"Pega Nóis"
Não
2015 Deixa Se Envolver (Melanina Carioca part. Micael Borges (Mika)
"Vivendo de Amor (ao vivo)"
Sim (ao vivo)
2016 Vem, Não Vem (Lua Blanco part. Micael Borges (Mika)
"Mão no Sonho"
Não

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota(s) Ref.
2002 Brava Gente Epsódio Ana Neri [12]
2003 Alô Video Escola Rafa [13]
2006 Malhação Zeca Participação Especial
2007 Caminhos do Coração Juliano [4]
2009 Malhação Luciano Ribeiro [5] Protagonista
2011-2012 Rebelde Pedro Costa [6]
2012 Rebeldes Para Sempre Como ele mesmo [14] Documentário - Especial de Fim de Ano
2014
Milagres de Jesus Gad Episódio: "O Leproso de Genesaré"
Isso eu Faço Como ele mesmo Reality Show

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Ref.
2001 Copacabana Elenco de Apoio
2002 Cidade de Deus Caixa Baixa [3]
2003 As Alegres Comadres Raul [15]
2004 Irmãos de Fé Paulo - Menino da FEBEM [16]
2014 Alemão Participação

Web/ Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Nota Canal
2015 Chega Aí! "Documentário, Projeto-Musical" YouTube
Na Lata com Antonia Fontenelle Programa da atriz Antonia Fontenelle
#SemFrescura Ep.5 - Programa do canal "Phinau Filmes"
2016 Vamos Melaninar o Mundo "Mini-Documentário" do grupo Melanina Carioca

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Ref.
2008 Desenrola Orelha [17]

Prêmios & indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho indicado Resultado
2011 Troféu Raça Negra Melhor ator Pedro em Rebelde Venceu
[7]
2012 Prêmio Contigo Melhor ator Indicado
Meus Prêmios Nick Gato do Ano Indicado[18]
Capricho Awards Melhor Ator Nacional Venceu[19]
2014 Prêmio Multishow de Música Brasileira 2014 Experimente Ele mesmo Indicado

Referências

  1. a b c «Veja as respostas certas do quiz sobre o Micael Borges». R7. 14 de avril de 2011. Consultado em 24 de dezembro de 2011. 
  2. a b c d Tsuji, Fernanda (2 de abril de 2011). «Micael Borges se orgulha de morar no Vidigal: "Glamour não faz parte da minha vida"». M de Mulher. Consultado em 24 de dezembro de 2011. 
  3. a b Da Redação do Jovem (19 de janeiro de 2011). «Entrevista com Micael Borges». IG (em português). Quenteenhas. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «O ano de 2009 será de grandes responsabilidades para o jovem Micael Borges.» 
  4. a b Neto Lucon (16 de julho de 2011). «Cantor Luciano elogia rebelde e fala de "Insensato Coração"». Portal Vírgula (em português). Notícias. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «Aos 22 anos, Micael já participou da novela Caminhos do Coração (Record) e da série Brava Gente (Globo), mas se tornou nacionalmente conhecido após integrar o elenco de Malhação (Globo). O motivo? Foi o primeiro protagonista negro da série voltada aos adolescentes. O ator sorriu diante do elogio e cumprimentou o sertanejo.» 
  5. a b Juliana Alencar (19 de novembro de 2008). «Micael Borges será o primeiro protagonista negro de 'Malhação'». Diário de S. Paulo (em português). Jornal O Globo. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «É citando o recém-eleito presidente dos Estados Unidos que Micael Borges, de 19 anos, tenta explicar por que foi escolhido como um dos protagonistas da temporada 2009 de "Malhação", prevista para estrear em janeiro.» 
  6. a b Eduardo Naddar (28 de outubro de 2010). «Micael Borges: 'Rebelde é um desafio'». Revista Caras (em português). Notícias. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «O ator Micael Borges será um dos protagonistas da versão brasileira da novela 'Rebelde', da Record, e está se preparando para viver mais um desafio em sua carreira.» 
  7. a b «Micael Borges ganha Troféu Raça Negra». Portal R7. 14 de novembro de 2011. Consultado em 25 de novembro de 2011. 
  8. «Top 10 Semanal: Rebeldes na 3ª posição». portalsucesso.com.br/. Consultado em 10/11/2011. 
  9. «Vendas do álbum da banda Rebeldes». R7. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011. 
  10. «Banda Rebeldes ganha disco de ouro no Programa do Gugu». R7. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011. «O álbum ganhou o Disco de Ouro em novembro e já ultrapassou a marca de 50 mil cópias vendidas» 
  11. «Micael "Mika" Borges e novo trabalho para 2016». Ego. 18 de março de 2016. Consultado em 27 de março de 2016. 
  12. «Micael Borges se identifica com Luciano em 'Malhação'». Terra (em português). Diversão.terra. 25 de maio de 2009. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «No meio de tantos personagens com histórias superficiais e tipos físicos semelhantes, Micael Borges animou-se ao ser chamado para fazer um teste para o elenco de Malhação.» 
  13. «Perfil de Micael Borges no Te Contei». Te Contei (em português). Celebridades. 2009. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «Integrante do "Nós do Morro" - grupo de teatro da favela do Vidigal, no Rio de Janeiro - há 15 anos, Micael Borges interpreta Luciano Ribeiro, primeiro protagonista negro da série teen "Malhação", da Rede Globo.» 
  14. {{citar web |url=http://natelinha.uol.com.br/noticias/2012/10/31/especial-rebeldes-para-sempre-comeca-a-ser-formatado-na-record-154117.php |título=Micael Borges participa do documentário dos Rebeldes |ligação inativa= |data=31 de outubro de 2012 |acessodata=13 de dezembro de 2012
  15. «Raul - Micael Borges - As Alegres Comadres» (em português). EnterPlay. 2003. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «Micael Borges fez parte do elenco de As Alegres Comadres, interpretando o personagem Raul.» 
  16. «Young Paulo - Micael Borges - Irmãos de Fé» (em português). EnterPlay. 2004. p. 1. Consultado em 10 de setembro de 2011. «Micael Borges fez parte do elenco de Irmãos de Fé, interpretando o personagem Young Paulo.» 
  17. «Desenrola» (em português). Desenrola. p. 1. Consultado em 28 de Novembro de 2012. 
  18. «Veja os indicados da Rede Record ao “Meus Prêmios Nick 2012”». R7. Consultado em 04 de Outubro de 2012. 
  19. «Capricho Awards 2012». capricho.com.br. Consultado em 12 de Dezembro de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.