Michał Sopoćko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Beato Miguel Sopoćko
Apóstolo da Divina Misericórdia
Nascimento 1 de novembro de 1888 em região de Vilnius, Império Russo
Morte 15 de fevereiro de 1975 em Białystok, Polônia
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 28 de setembro de 2008, Białystok por Papa Bento XVI
Principal templo Santuário da Divina Misericórdia em Białystok
Festa litúrgica 15 de fevereiro
Gloriole.svg Portal dos Santos

Beato Miguel – Michał Sopoćko (região de Vilnius, 1 de novembro de 1888Białystok, 15 de fevereiro de 1975) foi um presbítero polaco, professor de teologia e confessor de Santa Faustina Kowalska, apelidado por ela o Apóstolo da Divina Misericórdia (Diário 1081).

Vida[editar | editar código-fonte]

Sopoćko nasceu de pais poloneses em 1 de novembro de 1888 em Juszewszczyzna (também conhecido como Nowosady) perto de Valozhyn, dentro do Império Russo, hoje Bielorrússia [1]. Ele entrou no Seminário de Sacerdotes de Vilnius em 1910 e foi ordenado em 1914. Era sacerdote em Vilnius (1914–1918), então capelão do exército em Varsóvia e Vilnius durante a Primeira Guerra Mundial. Depois de obter seu doutorado em teologia em 1926, tornou-se diretor espiritual do seminário em Vilnius. e 1928, professor de teologia pastoral na Universidade Stefan Batory, em Vilnius.

Divina Misericórdia[editar | editar código-fonte]

Sopoćko apoiava muito a devoção da Divina Misericórdia de Faustina Kowalska e, em seu diário (Caderno V, item 1238), declarou: "Este sacerdote é uma grande alma, totalmente cheia de Deus". Desde 1931, Kowalska tentava (sem sucesso) encontrar alguém para pintar a imagem da Divina Misericórdia até Sopoćko se tornar seu confessor em meados de 1933. Em janeiro de 1934, Sopoćko organizou o artista Eugeniusz Kazimirowski (que também era professor na universidade) para pintar a imagem.

Na sexta-feira, 26 de abril de 1935, Sopoćko proferiu o primeiro sermão sobre a Divina Misericórdia, e Kowalska participou do sermão. A primeira missa durante a qual a imagem da Divina Misericórdia foi exibida foi em 28 de abril de 1935, no domingo da Divina Misericórdia (a primeira após a Páscoa). Sopoćko conseguiu permissão para colocar a pintura dentro do Portão do Amanhecer em Vilnius, enquanto celebrava a missa naquele domingo.

No verão de 1936 Sopocko escreveu a primeira brochura sobre o culto da Divina Misericórdia e obteve o imprimatur do Arcebispo Jalbrzykowski para ele. A brochura trazia a imagem da Divina Misericórdia na capa.

Veneração[editar | editar código-fonte]

O caso de beatificação de Sopoćko foi iniciado no Vaticano em 1987. Em 2004, o papa João Paulo II emitiu um decreto sobre as virtudes do padre Sopoćko. Em dezembro de 2007, o papa Bento XVI aprovou um milagre através de sua intercessão. Sua beatificação solene ocorreu no domingo 28 de setembro de 2008 no Santuário da Divina Misericórdia em Białystok.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]


  1. «Father Michał Sopoćko (1888-1975) - Biography». www.vatican.va. Consultado em 31 de agosto de 2019