Michael Cimino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Cimino
Nascimento 3 de fevereiro de 1939
Nova York, Nova York
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Morte 2 de julho de 2016 (77 anos)
Ocupação Diretor, roteirista, produtor
Atividade 19632016
Oscares da Academia
Melhor Filme
1978 – The Deer Hunter
Melhor Diretor
1978 –
The Deer Hunter
Globos de Ouro
Melhor Diretor
1978 – The Deer Hunter
Outros prêmios
Framboesa de Ouro - Pior diretor
1980 – Heaven's Gate
IMDb: (inglês)

Michael Cimino (Nova Iorque, 3 de fevereiro de 1939 - 2 de julho de 2016[1]) foi um cineasta e produtor dos Estados Unidos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Poster de Heaven's Gate

A biografia de Cimino é o exemplo paradigmático de uma carreira com um ascensão meteórica e uma queda abrupta. Com dois argumentos no seu currículo, do filme de ficção científica Silent Running e do segundo filme da série Dirty Harry: Magnum Force, realizou o filme Thunderbolt and Lightfoot, com Clint Eastwood, com quem escreveu o roteiro. O seu segundo filme, The Deer Hunter (O Franco-Atirador), teve um sucesso estrondoso entre a crítica e recebeu vários Óscares, incluindo o Óscar de melhor realizador para Cimino.

Em consequência deste sucesso, já no papel de "realizador genial", a United Artists deu-lhe liberdade total para a realização de Heaven's Gate (O Portal do Paraíso). O perfeccionismo em recriar cenários levou o diretor a demitir e contratar equipes de cenógrafos várias vezes, estourando o orçamento e ampliando as filmagens em um ano. Além disso, o filme foi envolvido em diversas polêmicas tais como a da morte de animais nos bastidores; e o controle de Cimino sobre o filme chegando a colocar seguranças nos sets de filmagem impedindo o acesso dos produtores do filme e jornalistas. O resultado foi um fracasso de crítica e bilheteria, que levou a United Artists à falência.

Nenhum dos filmes obteve o sucesso de The Deer Hunter. Em 2001 publicou o seu primeiro romance, Big Jane. No mesmo ano, o Ministro da Cultura francês condecorou-o com o galardão de "Chevalier des Arts et des Lettres."

O diretor morreu no dia 2 de julho de 2016, aos 77 anos - não existem mais informações sobre as circunstâncias de sua morte.[2]

Filmando A condição humana[editar | editar código-fonte]

Segundo o jornal, The New York Times, Cimino iria dirigir uma adaptação do livro A condição humana, de André Malraux, que está em processo de produção, com elenco internacional que inclui nomes como Daniel Day-Lewis, Johnny Depp, Alain Delon e John Malkovich[3]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como realizador:

Prémios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Diretor de ‘O Franco-Atirador’, Michael Cimino morre aos 77 anos». 2 de julho de 2016. Consultado em 2 de julho de 2016. 
  2. «Morre Michael Cimino, diretor que venceu Oscar por ‘O Franco-Atirador’». Gazeta do Povo. Consultado em 25 de julho de 2016. 
  3. The New York Times (em inglês). Nytimes.com http://movies.nytimes.com/movie/427672/Man-s-Fate/details.  Falta o |titulo= (Ajuda)


Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.