Michael Cunningham

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Cunningham
Nascimento
Cincinnati,  Estados Unidos
Prémios Prémio PEN/Faulkner de Ficção (1999)
Género literário Romance, conto
Movimento literário Pós-modernismo

Michael Cunningham (Cincinnati, 6 de Novembro de 1952) é um escritor norte-americano que ficou conhecido pelo seu romance de 1998, As Horas, pelo qual ganhou o Prémio Pulitzer para ficção e que foi adaptado, em 2002, para o cinema.

Vida e Carreira[editar | editar código-fonte]

Cunningham nasceu em Cincinnati, Ohio, e cresceu em Pasadena, California. Estudou Literatura Inglesa na Universidade de Stanford, onde se graduou. Mais tarde, foi premiado com o Master of Fine Arts (Mestre das belas artes), graduação do Workshop de escritores de Iowap. Enquanto estudava em Iowa, teve algumas histórias públicadas na Atlantic Monthly e na Paris Review. A sua história "White Angel" (Anjo Branco), do seu romance A Home at the End of the World (Uma casa no fim do mundo) foi incluída no "The Best American Short Stories, 1989," (Os melhores contos norteamericanos) publicado por Houghton Mifflin.

Em 1993, recebeu uma Bolsa Guggenheim, em 1995 recebeu o Prémio Whiting e em 1998 foi-lhe atribuída uma Bolsa do Fundo Nacional para as Artes. Cunningham leciona no Centro de Trabalho das Belas Artes em Provincetown, Massachusetts e no Programa MFA daFaculdade de Brooklyn.

Apesar de Cunningham ser gay e estar com o mesmo parceiro há 18 anos, o psicanalista e artista Ken Corbett, ele não gosta de ser chamado apenas de "escritor gay", de acordo com um artigo da PlanetOut[1] porque, enquanto ser gay exerce grande influência no seu trabalho, ele sente que isso não é (e não deve ser) a característica que o define.

As Horas estabeleceu Cunningham como um dos mais fortes escritores norteamericanos, e o seu romance mais recente, Specimen Days, foi igualmente bem recebido pelas críticas norteamericanas [2]. Cunningham editou um livro de poesia e prosa de Walt Whitman, Laws for Creations, e foi co-escritor, com Susan Minot, de uma adaptação televisiva do romance de Minot, Evening. Ele também é produtor do filme de 2007, Evening, que estrelou com Glenn Close, Toni Collette, e Meryl Streep.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Cunningham lendo em um tributo à W. H. Auden em Nova Iorque.

Romances[editar | editar código-fonte]

Não-ficção[editar | editar código-fonte]

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Contribuições[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Realizações[editar | editar código-fonte]

Com As Horas, Cunningham foi premiado com:

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.