Michael Czerny

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Michael Czerny
Cardeal da Igreja Católica
Secretário do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral
Hierarquia
Papa Francisco
Superior-geral Pe. Arturo Sosa Abascal, S.J.
Atividade eclesiástica
Congregação Companhia de Jesus
Diocese Diocese de Roma
Serviço pastoral Seção de Migrantes e Refugiados
Nomeação 14 de dezembro de 2016
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 9 de junho de 1973
Província Jesuíta do Canadá
por Thomas Benjamin Fulton
Nomeação episcopal 26 de setembro de 2019
Ordenação episcopal 4 de outubro de 2019
Basílica de São Pedro
por Papa Francisco
Nomeado arcebispo 26 de setembro de 2019
Cardinalato
Criação 5 de outubro de 2019
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-diácono
Título São Miguel Arcanjo
Brasão
Coat of arms of Michael Czerny.svg
Dados pessoais
Nascimento Brno
18 de julho de 1946 (74 anos)
Nacionalidade canadiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Michael Czerny SJ (Brno, 18 de julho de 1946) é bispo e cardeal jesuíta canadense cujo trabalho na América Latina, África e Roma promoveu a justiça social. É o atual secretário da Seção de Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Michael Czerny nasceu na então Tchecoslováquia em 1946. Após sua graduação em 1963 na Loyola High School, em Montreal, Czerny se juntou aos jesuítas. Em 9 de junho de 1973, ele foi ordenado sacerdote na província jesuíta do Canadá, em Ontário, por Thomas Benjamin Fulton, bispo-auxiliar de Toronto.[1] Ele obteve seu doutorado em estudos interdisciplinares na Universidade de Chicago em 1978.[2]

Em 1979, Czerny fundou o Fórum Jesuíta para a Fé Social e Justiça, em Toronto, onde foi diretor até 1989. Ele então se tornou vice-presidente da Universidade Centro-Americana em San Salvador e diretor de seu Instituto de Direitos Humanos. De 1992 a 2002, Czerny serviu no Secretariado de Justiça Social e Ecologia da Cúria Geral dos Jesuítas em Roma. Em 1992, ele fundou a Rede Jesuíta Africana de Aids enquanto lecionava no Hekima University College em Nairobi até 2005. De 2005 a 2010, ele ensinou no Hekima University College em Nairobi.[2] Em 2009, ele argumentou que os preservativos eram ineficazes na prevenção da propagação do HIV na população geral da África, apesar do sucesso "fora da África e entre subgrupos identificáveis ​​(por exemplo, prostitutas, gays)". [3][4]

De 2010 a 2016, Czerny trabalhou no Pontifício Conselho Justiça e Paz [2] como consultor do cardeal Peter Turkson. [5]

Em 14 de dezembro de 2016, o Papa Francisco o nomeou subsecretário da Seção de Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, a partir de 1 de janeiro de 2017. [2] Discutindo sua nova posição, ele chamou a migração de "uma das mais importantes". e fenômenos humanos urgentes de nossos dias ", acrescentando:" Dificilmente há um lugar no planeta que não seja tocado por esse fenômeno. De fato, embora muitos não estejam cientes disso, há mais pessoas se movendo na Rússia e na China hoje do que em qualquer outro outra parte do mundo. ” [5] Em outubro, Francis o nomeou membro votante do Sínodo dos Bispos de outubro de 2018 sobre Jovens, Fé e Discernimento Vocacional .[6]

Em outubro de 2018, ele disse que a retórica usada para descrever movimentos de migração e refugiados era enganosa. Ele disse: "Não é uma crise. É uma série de má administração, políticas precárias e manipulações de interesse próprio. Os números de que estamos falando, mesmo na escala total, não são tão grandes assim". [7]

Em 4 de maio de 2019, Francisco o nomeou um dos dois Secretários Especiais para o Sínodo dos Bispos de outubro de 2019 na região da Pan-Amazônia. [8]

Foi ordenado arcebispo-titular de Benavento no dia 4 de outubro de 2019, pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro, coadjuvado por Pietro Parolin, Cardeal Secretário de Estado e por Peter Kodwo Appiah Turkson, prefeito do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral.[9][1]

Em 1 de setembro de 2019, o Papa Francisco anunciou que o faria cardeal no consistório de 5 de outubro de 2019. [10] Recebeu o barrete cardinalício e o título de cardeal-diácono de São Miguel Arcanjo um dia antes da abertura do Sínodo para Amazônia.[9][1]

Czerny foi nomeado membro da Congregação para a Evangelização dos Povos em 21 de fevereiro de 2020. E desde 8 de julho, encontra-se entre os novos membros do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-Religioso, o gabinete central da Igreja para a promoção do diálogo inter-religioso de acordo com o espírito do Concílio Vaticano II, em particular a declaração Nostra aetate.

Referências

  1. a b c Catholic Hierarchy
  2. a b c d «Rinunce e Nomine, 14.12.2016» (Nota de imprensa) (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé. 14 de dezembro de 2016. Consultado em 4 de maio de 2019 
  3. Reidy, Tim (25 de março de 2009). «Africa, AIDS & Condoms». America. Consultado em 4 de maio de 2019 
  4. Czerny, Michael (29 de novembro de 2010). «An African View of Church and HIV» (entrevista). Catholic Radio and Television Network. Consultado em 4 de maio de 2019 – via Zenit 
  5. a b O'Connell, Gerard (14 de dezembro de 2016). «Pope Francis appoints Jesuit and Scalabrini priests to new Vatican department for refugees.». America]. Consultado em 4 de maio de 2019 
  6. Wooden, Cindy (17 de setembro de 2018). «Vatican publishes list of synod participants, including papal nominees». America. Catholic News Service. Consultado em 4 de maio de 2019 
  7. O'Loughlin, Michael J. (24 de outubro de 2018). «Vatican expert: Tone down the crisis rhetoric on human migration». America. Consultado em 4 de maio de 2019 
  8. «Resignations and Appointments, 04.05.2019» (Nota de imprensa). Sala de Imprensa da Santa Sé. 4 de maio de 2019. Consultado em 4 de maio de 2019 
  9. a b The Cardinals of the Holy Roman Church
  10. «Annuncio di Concistoro il 5 ottobre per la creazione di nuovi Cardinali, 01.09.2019» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 1 de setembro de 2019. Consultado em 1 de setembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Michael Czerny


Precedido por
Konrad Krajewski
Brasão episcopal
Arcebispo-titular de Benevento

2019
Sucedido por
Mitja Leskovar
Precedido por
Javier Lozano Barragán
Cardeal
Cardeal-diácono de
São Miguel Arcanjo

2019
Sucedido por
incumbente