Michael Nesmith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Nesmith
Informação geral
Nome completo Robert Michael Nesmith
Também conhecido(a) como Mike
Wool Hat
Nez
Nascimento 30 de Dezembro de 1942
Harris County, Texas - USA
Origem  Estados Unidos
Gênero(s) pop rock
country
comédia
Período em atividade 1965-presente
Gravadora(s) Edan Records
Colpix Records
RCA Records
Afiliação(ões) The Monkees
First National Band
Gihon Foundation
Página oficial Website oficial

Robert Michael Nesmith, mais conhecido como Michael Nesmith - e, ocasionalmente, como Michael Blessing - (Houston, Texas, 30 de Dezembro de 1942) é um músico, guitarrista, vocalista, compositor, artista de performance, novelista, empresário e filantropista estadunidense. Filho de Bette Nesmith Graham a inventora do Liquid Paper®. Michael Nesmith é mais popularmente conhecido provavelmente por ter sido ex-membro da banda The Monkees, que foi uma das bandas musicais pop rock mais famosa dos Estados Unidos da América na década de 1960 e especificamente pela sua capacidade de escrever canções de grande sucesso. Nesmith também ganhou o primeiro GRAMMY a ser presenteado para uma nova categoria, a de vídeo de curta-metragem (1981), pelo seu video de uma hora, Elephant Parts, em Português, "Partes de Elefante".

Sua Formação[editar | editar código-fonte]

Nesmith era filho único e seus pais, Warren Audrey Nesmith e Bette Nesmith Graham, se separaram quando ele ainda era muito jovem. Depois que seu pai saiu de casa, sua mãe trabalhava como secretária. Sua sorte (e de sua mãe) mudou quando Bette inventou um líquido de correção para erros tipográficos de máquina de escrever, mais tarde patenteado com o nome de Liquid Paper (em Português, "papel líquido"). Apesar da separação dos pais, Nesmith teve uma adolescência aparentemente normal como outra criança qualquer de sua idade. Ele participou do coral de sua escola e das atividades das aulas de teatro durante seus anos do ginásio Thomas Jefferson em Dallas, Texas.[1] Ele também escrevia poesia em versos.
Nesmith tem três filhos, Christian (nascido em 1964), Jonathan (nascido em 1968),e Jessica (nascida em 1972), de sua primeira esposa, Phyllis Barbour; e mais outro filho, Jason (Nasc. 1968) de sua relação extra-conjugal com a fotógrafa Nurit Wilde.

Os Monkees[editar | editar código-fonte]

Michael Nesmith (ao centro) com The Monkees em 1967

De 1965 a 1970 Nes e Jones eram membros do conjunto pop rock, The Monkees, formado originalmente para um seriado-comédia de televisão com o mesmo nome que a banda. Nesmith foi para a audição dos papéis para "quatro rapazes maluquinhos" que os produtores Bob Rafelson e Bert Schneider pediam. Nesmith parecia ser o único que não estava se importando muito com os testes e chegou carregando uma sacola de roupa suja que iria lavar após a audição, usando sua boina de lã para tirar o cabelo da cara. Mais tarde, os produtores se lembraram: "o boina de lã", e chamaram Nesmith de volta.

Uma vez que ele estava contratado, a Screen Gems comprou suas canções para que os produtores pudessem usá-las. Muitas das canções que Nesmith escreveu para os Monkees, como The Girl I knew Somewhere, Mary, Mary, e Listen to the Band, se tornaram pequenos sucessos. Nesmith era permitido compor e produzir duas canções por álbum e frequentemente elas eram apresentadas no episódio que acompanhava na televisão. Mas Nesmith estava aborrecido com a imagem pré-fabricada do grupo e do projeto todo.

Os Primeiros Sucessos[editar | editar código-fonte]

Por ser filho, herdeiro único, de uma inventora de um produto muito bem sucedido no mercado Norte Americano, Michael já era independentemente rico e nunca precisou da fama dos "Monkees" para seu sucesso financeiro. Mesmo assim chegou ao sucesso no "Billboard Hot 100" número um, em 5 de Novembro de 1966, com "Last Train to Clarksville" ("The Monkees," RCA Victor - EUA) e em 31 de Dezembro de 1966 também chegou a número um no "Billboard Hot 100" com "I am a Believer"—Esta música vendeu 500 mil cópias em dois dias.[2] Finalmente, nas paradas da "Billboard Hot 100," em dezembro de 1967, novamente, outra canção, "Daydream Believer," foi o último sucesso número um, Michael Nesmith faz o solo de guitarra nesta canção, produzida pelo "The Monkees" e Chip Douglas.
Um "faz-de-conta-ser-Beatles" americano, mas que recebeu um enorme crédito por ter trazido à atenção do público dos Estados Unidos da América um novo conjunto, Jimi Hendrix Experience, que abriu os concertos dos Monkees no verão de 1967.

Entre alguns sucessos musicais dos "Monkees" dá-se o crédito pela interpretação de:

  • Last Train to Clarksville (1966-música e letra de Tommy Boyce and Bobby Hart);
  • I am a Believer (1966-música e letra de Neil Diamond);
  • (I'm Not Your) Steppin Stone (1966-música e letra de Tommy Boyce and Bobby Hart); e
  • Daydream Believer (1967-música e letra de John Stewart), entre muitas outras.

Sucessos posteriores[editar | editar código-fonte]

Nesmith permaneceu com "The Monkees" de 1965 até 1970 quando a banda se desfez. Participou de vários outros projetos e bandas. Nesmith já foi considerado nos Estados Unidos da América um dos pioneiros do "country-Rock", pós "The Monkees" e teve sucesso com sua banda First National Band. Algumas músicas alcançaram bons resultados no Billboard Hot 100, como por exemplo as belíssimas baladas «Joanne» e, principalmente, «Silver moon». Nesmith continuou com nova banda, First National Band e depois com mais outra nova banda, Second National Band, um conjunto formado com os membros da banda de Elvis Presley, e da banda de Jose Feliciano, mas o álbum não foi bem sucedido. Logo após, Nesmith lançou seu melhor álbum, apresentando ele na guitarra e Red Rhodes na guitarra com pedal, "And The Hits Just Keep On Comin'." Nesta ocasião a gravadora, Elektra Records, ofereceu Michael Nesmith o seu próprio selo (Countryside) do qual foram lançados algumas produções de música "Country"(definição Pt. o estilo caipira americano). O pessoal que administrava a etiqueta de álbuns Countryside então ajudou Nesmith alcançar seu próximo e último álbum pela RCA, "Pretty Much Your Standard Ranch Stash."

Pacific Arts[editar | editar código-fonte]

No meio dos anos da década de 1970, Nesmith participou de parcerias em várias gravações com Linda Hargrove e outros, inclusive um sucesso com Lynn Anderson. Foi quando então Nesmith iniciou sua companhia de produção de vídeo, Pacific Arts, produzindo cassetes e os antigos "8-Tracks" (uma mídia que não vingou no mercado consumidor). Nesmith gravou vários álbuns para sua etiqueta e teve um sucesso internacional, moderado, com a canção "Rio" em 1981. Nesmith criou um vídeo para Rio que serviu para Nesmith colocar seus pés na porta do mercado da televisão com uma produção intitulada, "Pop Clips" para a rede Nickelodeon. A ideia foi vendida então para Time Warner/Amex,que desenvolveu a RedeMTV. Era o nascimento do music video (em Português, no Brasil, "video clip") no mercado. Foi quando Nesmith ganhou o GRAMMY Awards de melhor víideo do ano com a produção de "Elephant Parts."

Pacific Arts video production company, era a pioneira no campo de "Home Video"; seu criador era o produtor e o artista de performance solo-cómico.

Reuniu-se então com os os outros membros do conjunto, "The Monkees," no Natal de 1986 para um video na MTV. Participou da cerimônia do "Hollywood Walk of Fame" (trad. Pt. "Calçada da Fama de Hollywood") em 1989, quando os "Monkees" ganharam uma estrela na calçada. Em 1996, Nesmith reuniu-se mais uma vez aos 3 companheiros e gravaram o último álbum, "JUSTUS" (trad. Pt. "SÓNÓS", indiretamente "só nós") pois todos vocais e instrumentos eram tocados pelos "The Monkees" sozinhos.

Pacific Arts se consagrou a pioneira no mercado de "Home Video," e mais uma vez Nesmith "achou ouro"! Pacific Arts encerrou produções durante uma disputa legal contra a PBS ("Public Broadcasting Service") por causa de direitos de licença de Home Video. Nesmith parecia mais e mais ter nascido com "a estrela na testa," pois no dia 3 de Fevereiro de 1999, um jurado concedeu Nesmith US$46,8 milhões em danos punitivos e compensativos, o que gerou no comentário de Nesmith popularmente conhecido: "é como pegar a sua avó roubando o seu toca-fitas. Voce está feliz em recuperar o seu toca-fitas, mas está triste por ver que o ladrão é a sua avó." A PBS apelou a decisão do Juiz e um acerto foi feito entre os dois lados e mantido confidencial.

Nesmith foi Produtor executivo dos filmes

Trabalhos adicionais[editar | editar código-fonte]

Em 1998, Nesmith publicou sua novela, The Long Sandy Hair of Neftoon Zamora, enquanto seu novo álbum,Rays, foi lançado em 4 de Abril, de 2006.

Desde 1990, Nesmith tem participado como anfitrião do Council on Ideas, um grupo de intelectos de campos diferentes que se reúnem para um "brainstorm"(trad. Pt. "trocas de idéias") para soluções aos problemas do mundo.

Nesmith passou uma década como membro do colegiado do American Film Institute e é atualmente presidente e chefe executivo da Gihon Foundation.

Seu trabalho atual é Videoranch 3D, (trad. Pt. Rancho virtual 3-D) um ambiente 3-D na Internet que apresenta performances ao vivo em vários mercados virtuais dentro do rancho.[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos. Compactos[editar | editar código-fonte]

Date Label/Catalog # Titles (A-side / B-side) Billboard Top Singles Cashbox Billboard Adult Contemp Notes
1963 Highness HN-13 Wanderin' / Well Well
-
-
-
Crédito à "Mike Nesmith." Vanity pressing.
1963 Omnibus 239 How Can You Kiss Me / Just A Little Love
-
-
-
Crédito à "Mike, John & Bill." John London é o baixista, do grupo de Nesmith, o "First National Band." Bill Sleeper é o baterista
01/1966 Edan 1001 Just A Little Love / Curson Terrace
-
-
-
Lado A é o mesmo que Omnibus 239. Lado B é Crédito à "Mike & Tony" não há participação de Nesmith.
10/1965 Colpix CP-787 The New Recruit / A Journey With Michael Blessing
-
-
-
Crédito à "Michael Blessing."
01/1966 Colpix CP-792 Until It's Time For You To Go / What Seems To Be The Trouble Officer
-
-
-
Crédito à "Michael Blessing."
04/1966 RCA 47-8807 Do Not Ask For Love / Buttermilk
-
-
-
Crédito à "The New Society." Lado A não tem participação de Nesmith. Lado B foi verificado por Bill Chadwick, membro do grupo, e inclui participação de Nesmith como vocalista.
07/1968 Dot 45-17152 Tapioca Tundra / Don't Cry Now
-
-
-
Crédito à "The Wichita Train Whistle." Grupo foi criado e liderado por Nesmith, embora ele não apareça na gravação como instrumentalista ou vocalista.
07/1970 RCA 47-9853 Little Red Rider / Rose City Chimes
-
-
-
Crédito à "Michael Nesmith and the First National Band."
08/1970 RCA 74-0368 Joanne / One Rose
21
17
6
Crédito à "Michael Nesmith and the First National Band."
11/1970 RCA 74-0399 Silver Moon / Lady of the Valley
42
28
7
Crédito à "Michael Nesmith and the First National Band."
04/1971 RCA 74-0453 Nevada Fighter / Here I Am
70
73
-
Crédito à "Michael Nesmith and the First National Band." Lançado com foto na capa interior.
06/1971 RCA 74-0491 Texas Morning / Tumbling Tumbleweeds
-
-
-
Crédito à "Michael Nesmith and the First National Band." Lançamento "Single" promo com faixas bonus no lado B e "Texas" só no lado A do #SPS-45-263.
06/1971 RCA 74-0540 I've Just Begun To Care (Propinquity) / One Rose
-
95
-
Crédito à "Michael Nesmith and the First National Band."
01/1972 RCA 74-0629 Mama Rocker / Lazy Lady
-
-
-
Crédito à "Michael Nesmith and the Second National Band." "mix" do "Mama Rocker" editado da versão do LP.
08/1972 RCA 74-0804 Roll With The Flow / Keep On
-
-
-
"mix" do "Roll With The Flow" editado da versão do LP.
1976 RCA 447-0868 Joanne / Silver Moon
-
-
-
Reissue crédito a "Michael Nesmith and the First National Band." Lançamento iniciais em selo vermelho, depois em selo preto.
03/1977 Pacific Arts WIP6373 Rio / Life, The Unsuspecting Captive
-
-
-
06/1978 Pacific Arts PAC-101 Roll With The Flow / I've Just Begun To Care
-
-
-
Versão ao vivo tirada do álbum: "Live at the Palais".
1978? Pacific Arts PAC-104 Rio / Casablanca Moonlight
-
-
-
Lançado com foto na capa interna.
06/1979 Pacific Arts PAC-106 Magic / Dance
-
-
-
08/1979 Pacific Arts PAC-108 Cruisin' / Horserace
-
-
-
1998 Collectibles COL-4759 Joanne / Silver Moon
-
-
-
Relançamento.

Álbuns LP nos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Date Label/Catalog # Title Highest Billboard Position Notes
07/1968 Dot 3861 (mono) / 25861 (stereo) The Wichita Train Whistle Sings
144
Nesmith não performa neste álbum. Crédito do álbum à "The Wichita Train Whistle." Mono lançamento é promo-only.
07/1970 RCA LSP-4371 Magnetic South
143
Crédito do álbum à "Michael Nesmith & The First National Band." Alguns álbuns vieram com um decal: "Joanne," no plástico de fora da capa.
11/1970 RCA LSP-4415 Loose Salute
159
Crédito do álbum à "Michael Nesmith & The First National Band." Algumas cópias vieram com um adesivo redondo no plástico externo com os dizeres: "Contains the hit single 'Silver Moon.'"
05/1971 RCA LSP-4497 Nevada Fighter
-
Crédito do álbum à "Michael Nesmith & The First National Band."
02/1972 RCA LSP-4563 Tantamount to Treason, Vol. I
-
Crédito do álbum à "Michael Nesmith & The Second National Band."
08/1972 RCA LSP-4695 And The Hits Just Keep On Comin'
-
10/1973 RCA ALPI-0164 Pretty Much Your Standard Ranch Stash
-
03/1975 Pacific Arts PAC-101 The Prison
-
Lançado com um livreto de 48 páginas para ser lido enquanto o LP é tocado, permitindo haver uma trilha sonora à história. Cópias originais lançadas com uma caixa, enquanto outros lançamentos posteriores vieram com capa de papelão regular. Algumas destas capas posteriores tinham 2 adesivos no plástico externo, um dizendo "Michael Nesmith" e o outro "Contains Record and 48-page Full Color Illustrated Book." LP foi vendido também em lojas de livro.
02/1977 Pacific Arts PAC7-106 Compilation
-
03/1977 Pacific Arts PAC7-107 / Pacific Arts ILPA-9184 From A Rádio Engine to the Photon Wing
-
As primeiras cópias utilizaram o catálogo estrangeiro # ILPA-9184 usado pela companhia Island Records.
??/1978 Pacific Arts PAC7-113 The Wichita Train Whistle Sings
-
Relançamento de 1968—novo "design" da capa.
??/1978 Pacific Arts PAC7-116 And The Hits Just Keep On Comin'
-
Relançamento da RCA, 1972 com capa regular.
??/1978 Pacific Arts PAC7-117 Pretty Much Your Standard Ranch Stash
-
Relançamento da RCA, 1972 com capa regular.
08/1978 Pacific Arts PAC7-118 Live At The Palais
-
Algumas cópias vieram com um adesivo circular de 4,5 cm na capa com o escrito: "Contains the hit single 'Roll With The Flow.'"
05/1979 Pacific Arts PAC7-130 Infinite Rider on the Big Dogma
151
06/1979 Pacific Arts PAC7-1300 The Michael Nesmith Radio Special
-
LP Promocional incluindo todas as faixas de: "Infinite Rider on the Big Dogma" Com alguns pequenos trechos de entrevistas
??/1989 Rhino R1-70168 The Newer Stuff
-
Contém 5 novas faixas e 5 faixas do: "Photon Wing" e "Infinite Rider." Lançamento do CD contém faixas adicionais do LP original.

Estados Unidos. Lançamentos em CD[editar | editar código-fonte]

  • …tropical campfire's… (Pacific Arts/Island), (1992)
  • The Garden (Rio), (1994)
  • Timerider: The Adventure Of Lyle Swann [Original Motion Picture Soundtrack] (Rio), (2000)
  • Rays (Rio) (2006)

Estados Unidos. Lançamentos: Coleções em CD[editar | editar código-fonte]

Video[editar | editar código-fonte]

  • Rio and Cruisin' (1981)
  • Elephant Parts (1981) (lançado em DVD 2003)
  • The Television Parts Home Companion (1985)
  • Dr. Duck's Super-Secret All-Purpose Sauce (1986)
  • Nezmusic (1989)
  • Live At The Britt Festival (1992) (lançado em DVD 1999)

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

    • n.b. books proper - não inclui The Prison and The Garden
  • Long Sandy Hair Of Neftoon Zamora (2004) ((em inglês))

Livro-Audio[editar | editar código-fonte]

  • Long Sandy Hair Of Neftoon Zamora (2004) (com Michael lendo a história - em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficiais
Outras páginas