Micróglia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os microgliócitos, microglia ou células de Hortega[1] (no Brasil é comum a designação micróglia) são as menores células da neuroglia, possuem corpo celular alongado com muitos prolongamentos curtos e extremamente ramificados. Fazem a vigilância ativa do parênquima cerebral e da espinal medula, constituindo as células imunes residentes do Sistema Nervoso Central. A sua origem ainda é controversa, embora haja maior concórdia numa linhagem hematopoiética. A micróglia tem função fagocitoria. As micróglias são objetos de pesquisas sobre doenças neurodegenerativas como Alzheimer, Parkinson e a esclerose lateral amiotrófica (ELA).[2]

Função[editar | editar código-fonte]

Microglia são as células imunológicas do cérebro. Uma função principal da microglia é inspecionar o microambiente local e responder a lesões pela liberação de moléculas pró-inflamatórias e depuração fagocítica das células apoptóticas. Aquando de uma lesão ou infecção, a microglia migra e liberta uma gama de moléculas que, dependendo do estímulo inicial, podem ser tróficas ou citotóxicas.[3] Na presença de antigênios ou partículas estranhas, cuja presença consegue reconhecer devido à expressão de várias proteínas na sua membrana citoplasmática, procede à fagocitose dos mesmos. Posteriormente, a microglia apresenta essas proteínas a outras células de defesa.

Distúrbios neurológicos e psiquiátricos[editar | editar código-fonte]

A atividade microglial aberrante está associada a muitos distúrbios neurológicos e psiquiátricos, mas o conhecimento sobre os mecanismos patológicos é incompleto. Em um estudo, os cientistas descreveram uma linhagem de células cerebrais especializadas, chamada microglia da linhagem Hoxb8, em camundongos que têm a capacidade de suprimir sintomas obsessivos de compulsão e ansiedade.[3]

Referências

  1. Pannese, Ennio (2015). Neurocytology: Fine Structure of Neurons, Nerve Processes, and Neuroglial Cells. [S.l.]: Springer. p. 225. ISBN 9783319068565 
  2. «Células de apoio do sistema nervoso ajudam a entender o Alzheimer» 
  3. a b «There is a link between unique brain cells and OCD and anxiety». Tech Explorist (em inglês). 26 de outubro de 2019. Consultado em 28 de outubro de 2019 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Micróglia
Ícone de esboço Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.